Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

59 resultado(s) encontrados.
  • Com que roupa eu vou viajar?

    A pergunta que nunca quer calar e aparece na hora de viajar e planejar o trajeto: investir no estilo, numa produção mais elegante ou simplesmente ir confortável sem se preocupar com o look? Independente da resposta, o mais importante é entender quem você é e reconhecer a realidade que você enfrentará até chegar ao seu destino. Com que roupa eu vou viajar? Separamos algumas dicas para esclarecer algumas coisas que nem sempre lembramos em cima da hora. Confira aí e já reserve seu look viajante. 😉 Salto Tudo depende do destino e do tempo de viagem. Certamente não é o calçado mais indicado e a melhor opção seria levar em uma bolsa para calçar no momento necessário. Além disso, usar salto em um voo mais longo pode causar incômodo já que os pés podem inchar devido ao tempo sentada e pela altitude também. Tipo de calça/short Jeans, moletom ou leggin? A primeira pergunta que você deve se fazer é se será necessário tirar um cochilo ou de fato, dormir. Se for esse o caso, invista em um moletom moderninho ou um jeans que não te incomode. Basta ter bom senso e entender quando algo ficar muito over ou relaxado. Tipo de bolsa A bolsa deve combinar com seu look, mas a prioridade aqui é o fato dela ficar bem fechada e segura e além disso, ela precisa guardar coisas importantes. Uma bolsa média é o suficiente para caber documentos, remédios e uma mini nécessaire. Outra dica, é colocar calcinha e algum casaco nessa mesma bolsa, pois nunca se sabe quando você vai precisar. Vestido, short e saia Neste caso, a questão vai além do conforto, pois no avião faz muito frio, principalmente se a viagem for internacional. É importante se precaver para essa mudança de temperatura e o vestido mais curto ou short podem não ser uma boa ideia. Inclusive, é importante ter sempre uma pashmina ou um casaco que não faça muito volume para colocar, caso caia muito a temperatura. Acessórios Apesar de acessórios serem a chave para qualquer look, vale lembrar que você sempre terá que tirar todos eles ao passar pelo detector. Escolha um anel, um colar e pronto. É o suficiente para enfeitar de forma prática. A moda tem nos dado bastantes opções de look confortável e elegante. Basta ter um pouco de criatividade e bom senso, mas jamais deixe isso estragar seu momento viajando! Boa viagem! http://bemglo.com/produto/2009059/weekend-bag Comprar

    Leia Mais

  • Direitos da mulher

    Nos últimos anos, muito tem se falado sobre os direitos das mulheres e a luta feminista ganhou mais peso, por causa da Internet e o aumento do acesso à informação. Apesar de todas as polêmicas e debates sobre este tema, um fato que não podemos negar é a eficácia de leis como a “Maria da Penha”, que tem ajudado milhares de mulheres no Brasil. A Lei Maria da Penha é considerada pelas Nações Unidas a terceira melhor lei do mundo em combate à violência doméstica. Em agosto de 2016, esta lei completou dez anos e é motivo de comemoração, claro, pois é uma lei que funciona e salva milhares de mulheres. A segunda parte boa nisso é que com a efetivação desta lei, outros projetos voltados para a mulher começaram a surgir e ganham força. Segundo Leila Linhares Barsted, advogada, fundadora e diretora da ONG CEPIA (Cidadania, Estudo, pesquisa, Informação e ação) e uma das mulheres envolvidas na criação da Lei Maria da Penha, “nesses 10 anos foram criados mais delegacias da mulher e juizados de violência doméstica, a legislação incluiu medidas de proteção, passamos a ter acesso à defensoria pública, além de uma mudança muito grande na própria cultura jurídica brasileira”. A luta pelos direitos da mulher continua Apesar do sucesso da Lei Maria da Penha, ainda existem algumas dificuldades quando o assunto é a luta contra a violência e o domínio do homem sobre a mulher. Além disso, é importante impedir retrocessos na forma como ela é implementada. Comemorar uma década dessa lei é importante para salientar sua eficácia e ajudar cada vez mais mulheres pelo Brasil que ainda não sabem como lidar com situações de violência. Outro detalhe muito importante também é cuidar da prevenção do problema e ela acontece quando há uma preocupação com o sistema de ensino, o uso dos meios de comunicação e a parte cultural. Portanto é importante que a gente fale sobre este assunto e incentive cada vez mais debates e conversas a respeito. A mudança que já vem acontecendo (mesmo que lentamente), tem influenciado a criação de projetos de lei e a aprovação de outros, como foi o caso da lei aprovada na cidade de Curitiba, que multa cantadas (comentários que constrangem, ofendem, intimidam e amedrontam) em espaço públicos. Abaixo, selecionei alguns projetos de lei e outras leis aprovadas importantes para termos consciência e ficarmos de olho no que tem sido realizado pelo governo: (Via Think Olga) – Lei do feminicídio A aprovação da Lei 8305/14 que tipifica o feminicídio como homicídio qualificado e passa a ser considerado crime hediondo certamente foi um dos maiores avanços legislativos no país após a Lei Maria da Penha. Considerando que o Brasil é o sétimo país do mundo com maior taxa de homicídio de mulheres, uma punição mais severa ao assassinato de mulheres por razão de seu gênero se faz necessária. – Ligue 180 O #‎Ligue180 é um serviço confidencial e gratuito que funciona como uma central de amparo a mulheres vítimas de violência com orientações e encaminhamentos para serviços de proteção. Em 2015, a central atingiu 749 mil atendimentos, um aumento de 54,4% em relação ao ano anterior. A maior parte dos atendimentos serve para prestação de informações sobre os direitos das mulheres e a legislação vigente, mas também serve para encaminhamentos para outros serviços de teleatendimento, como o 190 da Polícia Militar. – Casa da Mulher Brasileira Política pública da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) que prevê a construção de 27 casas de apoio (uma em casa estado do país, além do Distrito Federal) que integram no mesmo espaço os mais diversos serviços especializados: acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes. – Mulher, Viver sem Violência Programa nacional funciona como o próximo passo do pacto federativo e intersetorial de enfrentamento à violência liderado pela SPM que prevê metas, planos e repasse de verba a estados e municípios. O Mulher, Viver Sem Violência consiste na distribuição de unidades móveis de atendimento que levam políticas públicas de gênero ao interior do Brasil. – Projeto de lei para aumentar a pena por estupro coletivo Atualmente o Código Penal brasileiro estabelece pena de 6 a 10 anos de prisão para o crime de estupro, mas, em caso de estupro coletivo, a pena é aumentada em um quarto, o que equivale a pena máxima de 12 anos e meio de prisão. O Projeto de Lei do Senado 618/2015, da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), estende o aumento para um terço da pena, ampliando para um máximo de mais de 13 anos de prisão. A relatora, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), apresentou emendas para tornar o texto mais rigoroso, uma fixando o aumento da pena em até dois terços ara estupro coletivo e outra determinando uma punição maior pela divulgação de imagens do delito. Depois do caso de estupro coletivo de uma jovem no Rio de Janeiro este ano, o texto foi rapidamente aprovado pelo Senado e remetido à Câmara dos Deputados. O mais importante é a mulher antes de mais nada entender que não está sozinha e pode sim pedir ajuda. Dessa forma, conseguiremos juntas combater de uma vez por todas qualquer tipo de violência contra a mulher. Vamos juntas! Beijos,       DVD Memorial de Maria Moura – 3 Discos Comprar

    Leia Mais

  • Dica Bemglô: chá para dormir bem

    O dia a dia da maioria da população é cercado de momentos que ligam o nosso ‘alerta’ no máximo. Estresses no trabalho, em casa, trânsito e, no topo da pilha, a insônia. Quando temos uma noite de sono interrompida ou com uma qualidade baixa, todos os outros problemas que podem surgir durante o dia são potencializados. Dormir bem é o ponto de partida para uma qualidade de vida maior e a prevenção de doenças. Aa condição do restabelecimento do nosso corpo promove uma maior sensação de bem estar, fazendo com que você acorde disposto para mais um dia e com mais energia. Sendo assim, quando dormir à noite torna-se uma tarefa difícil e a insônia se instala é hora de procurar ajuda para o tratamento ideal. O post de hoje é para quem gosta de incluir o chá em seu cardápio, com dicas de alguns chás para dormir bem e tranquilo. Receitas de chá para dormir Valeriana: O chá de valeriana age diretamente no sistema nervoso, deixando-o mais relaxado e diminuindo as tensões nervosas e musculares. Essa planta é de muita utilidade nos quadros de insônia, pois relaxa e ajuda a ter uma boa noite de sono sem a sensação de desorientação ao despertar, muito comum ao se usar um sonífero químico. Preparo: Ferva uma xícara de água, desligue o fogo e acrescente uma colher de chá das raízes e do caule da valeriana e deixe em infusão, tampada, por cinco minutos. Após, basta coar e tomar uma xícara dessa infusão de uma a três vezes ao dia. Não é indicado para gestantes e nem deve ser tomado por mais de dez dias. Tília: Essa erva é presente, em maior parte, na região do hemisfério Norte. Ela é altamente benéfica ao nosso organismo, uma vez que possui propriedades que ajudam a regular desde o sistema digestivo até o cardiovascular. Preparo: Adicione 2 colheres de sopa da erva picada para cada litro de água e leve a mistura ao fogo. Desligue-o quando a água entrar em ebulição e deixe a mistura abafada e em repouso por um tempo de apenas 10 minutos. Coe bem antes de beber e adoce a gosto, com cuidado para que o açúcar não corte seus efeitos terapêuticos. É indicado o consumo de 2 a 3 xícaras ao dia. Maracujá com Camomila: O maracujá é uma fruta conhecida por seu efeito calmante e ao ser consumido na forma de chá ajuda a combater a insônia. Como são dois ingredientes calmantes, o maracujá e a camomila quando juntos possuem ações intensificadas para melhorar o sono. O chá de maracujá também ajuda no emagrecimento, a combater o inchaço por sua ação diurética e ainda controla o colesterol. Preparo: A dica é ingerir o chá de maracujá com camomila após um banho morno, uma hora antes do horário de dormir. Para fazer o chá devem ser usadas as folhas de maracujá em infusão. O chá deve ser tomado diariamente. Você precisará de 1 colher (chá) de folhas secas de maracujá e 1 colher (chá) de flores e folhas secas de camomila. Ferva 1 copo (250 ml) de água e despeje sobre as ervas. Abafe por 5 minutos e coe. Existem várias receitas de chá para dormir que podem ajudar você a combater a insônia e ter uma boa noite de sono. Escolha a opção ideal para você e tenha mais qualidade de vida, obtendo noites de sono mais pacíficas e energizantes! Colchões Bemglô – Jasmim Comprar  

    Leia Mais

  • Design para pets: seu animal mais feliz

    A impressionante afinidade humana com cães e gatos, que faz com que cada vez mais pessoas adotem e levem um animal de estimação para seus lares, ultimamente tem sido facilitada por profissionais que existem para tornar o nosso dia a dia e a nossa relação com o entorno mais práticos: os designers, com suas maravilhosas contribuições para nos aproximar ainda mais dos nossos amigos de quatro patas, através do design para pets. O mundo de possibilidades do design para seu animal de estimação Amamos os animais e os queremos sempre por perto! Principalmente, aqueles que adotamos como verdadeiros membros da família e mesmo que o espaço físico não favoreça muito, fazemos questão de todo o conforto para garantir o bem estar destes seres especiais. Sabendo que há pessoas que identificam na sua relação com o animal de estimação um diferencial na hora de fazer algumas escolhas importantes de consumo, envolvendo todo um conceito de lifestyle, os designers embarcam nesta onda, elaborando os produtos pensados para animais domésticos que vêm ganhando cada vez mais público e visibilidade. Se antes os acessórios para pets se restringiam a brinquedinhos e outros utensílios pouco atrativos aos olhos dos donos de animais, hoje o design para este segmento enxerga nesta relação um potencial criativo e comercial, desenvolvendo objetos úteis e ao mesmo tempo cheios de bossa, com soluções inteligentes para espaços pequenos, fáceis de transportar e com forte apelo estético, como é o caso do multicolorido Pote Melamina Mr. Fox e do Comedouro Go Bowl, que é leve, retrátil e ideal para levar em passeios, da Zee.dog. Além do bem estar do animal, existe neste mercado a ideia de harmonizar o convívio entre humanos e seus pets, visando a integração e o respeito das necessidades tão distintas nesta relação, bem como explorando o que o design tem de melhor, que é a capacidade de deixar os ambientes com a expressão da personalidade de quem o habita. Gateiros ou cachorreiros, não importa. O design de pets veio para tornar a vida dos amantes de animais mais moderna, prática e cool! Até a próxima! Comedouro Para Cachorros Go Bowl – Zee.Dog Comprar

    Leia Mais

  • Pudim fit, 0% gordura e culpa

    Como muitos não acreditam, o pudim é uma sobremesa de originalidade Portuguesa. O pudim foi inventado por um abade português que após a sua morte obteve seu caderno de receitas perdido ‘’misteriosamente’’ e com isso, sua receita foi revelada. Apesar do pudim ser uma receita deliciosa, ele nos traz uma grande quantidade de açúcar, entre outros ingredientes pobres e gordurosos. Por isso, nós da Bemglo trouxemos uma receita maravilhosa, de dar água na boca: um pudim vegano. O pudim vegano não utiliza ingredientes testados em animais e sem derivados também, ou seja, sem obter leite, ovos, etc. A vantagem é que dá para aproveitar a sobremesa preferida dos brasileiros, sem se preocupar com o peso depois. Esta receita é fácil, prática e acredite, tem tudo para conquistar muitos fãs. Prepare hoje mesmo esta delícia e sirva para os amigos! Receita de pudim vegano Ingredientes: – 1 xícara de soja cozida por 40 minutos e escorrida – 2 xícaras de leite de soja – 1 xícara de suco de maçã – 3 colheres de sopa de amido de milho – 1 colher de café de canela em pó – 1 xícara de café de uva passa preta – adoçante culinário Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e depois leve ao forno mexendo sempre até o ponto de creme por uns 20 minutos, que é o tempo necessário para cozinhar o amido. Leve à geladeira em um refratário. Preparando a cobertura Rale uma maçã sem casca para obter um purê e leve ao fogo junto com o adoçante culinário. Ferva até o ponto de fio, cubra o pudim e sirva gelado. O mais importante é ir experimentando receitas e não desistir até encontrar uma versão leve e gostosa. Comer bem é um estilo de vida e diz muito sobre você. Que tal ir preparando pratos diferentes até que sua alimentação esteja melhor por completo? Confira as outras receitas da Bemglô! Bom apetite! Jogo Americano Retangular Comprar

    Leia Mais

  • Literatura e liberdade: Chimamanda Ngozi Adichie

    Se o nome Chimamanda Ngozi Adichie não te diz nada, é preciso que você pare o que está fazendo agora e procure conhecer esta mulher. Ela encabeça, junto a outros nomes inspiradores, uma verdadeira revolução no pensar, no agir e no expressar feminino na contemporaneidade através da literatura.  Quem é Chimamanda e por que nos inspira com sua literatura? Nascida na cidade de Enugu, na Nigéria, em fins da década de 70, Chimamanda vem de uma família identificada como de etnia Igbo, povo cuja história é marcada por conflitos relativos à disputa de poder, na Guerra Civil Nigeriana. Mudou para os Estados Unidos aos 19 anos e lá estudou Comunicação e Ciências Políticas, tendo se especializado e recebido diversos títulos em decorrência do seu trabalho com a escrita. Chimamanda tem publicados os livros: Hibisco Roxo (Purple Hibiscus, 2003), Meio Sol Amarelo (Half of a Yellow Sun, 2006), The Thing Around Your Neck (2009) e Americanah (2013). É recorrente como tema a abordagem de questões raciais, políticas e de gênero, envoltas em estimulantes atmosferas de paixão, autodescoberta, moral, empatia, força e coragem. Para além de seus romances e personagens lutadores, a escritora é célebre por suas falas empoderadoras, como We Should All Be Feminists, 2014, que foi adaptado e se transformou no ensaio de mesmo nome, “Sejamos todos Feministas”, em que ela trata da importância de que, homens e mulheres, nos libertemos dos estereótipos castradores impostos pela sociedade e que possamos assim, nos reeducar e educar as futuras gerações no sentido de planejar a construção da tão sonhada igualdade. Em o Perigo da História Única, Chimamanda também parte de experiências pessoais para discursar sobre como ideias pré-concebidas arriscam uma real compreensão do outro, reforçando, mais uma vez, a necessidade de quebrarmos estereótipos. Segue como exemplo e inspiração, principalmente, para mulheres ao se identificar com o feminismo, autodeclarando-se como uma “feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma e não para os homens”, numa apropriação de um rótulo que, muitas vezes, vem carregado de depreciação e desdém, mostrando que não se trata de guerra entre os sexos, mas sim de uma abertura de diálogo e entendimento para a construção de um mundo mais justo. Assim é Chimamanda, que com sua eloquência e sagacidade faz ainda com que voltemos nossa atenção para África, um continente vivo, com uma história ativa e que produz literatura e arte, assim como todos os outros. Sejamos como ela, atuando como modelos de uma nova mentalidade, rumo a um amanhã iluminado e mais próspero. Até a próxima! Livro Dieta do Yin e do Yang para Gordos, Magros e Instáveis Comprar

    Leia Mais

  • Qualidade de sono na viagem

    Há quem não tenha problemas com isso, mas para muitos conseguir dormir tranquilamente durante viagens é um verdadeiro desafio. Por esse motivo – o estranhamento do lugar, do quarto, da cama, dos hábitos – a viagem que seria um momento de descanso e lazer, acaba se tornando fonte de estresse e cansaço. E o pior é que muita gente nem sabe que a má qualidade do sono pode estar influenciando nisso. Como garantir a qualidade do sono durante a viagem? Viagem e qualidade do sono são duas coisas que nem sempre andam juntas. Se você sofre com sono desregulado quando passa longos períodos fora, longe de casa e da rotina, não perca mais tempo com isso. Afinal, com o sono em dia, você consegue aproveitar melhor os passeios. Veja algumas dicas que podem ajudar: Descanse quando puder O primeiro truque é este! Uma horinha aqui, mais meia horinha depois, qualquer descanso ajuda. Reduza o stress Qual é o principal motivo pelo qual viajamos? Mudar o cenário, a rotina e os hábitos, certo? Então, fazer dessas mudanças uma fonte de ansiedade pode ser a maior razão pela qual o seu corpo não está conseguindo renovar as baterias. Pare de se preocupar com cada detalhe e relaxe! Não se preocupe em dormir bastante Mais uma vez, desapegue dos seus hábitos. Se você, no seu dia a dia, está acostumado a dormir sete horas por noite, mas durante a viagem não tem conseguido manter esse esquema, tudo bem! Para aqueles momentos em que estiver se deslocando – no avião, no ônibus, no trem – tenha sempre à mão um lenço para se proteger do frio e carregue também por isso, um par de meias. Com o corpo entendendo que está seguro e confortável, a mente vai acompanhar este entendimento e vai se permitir relaxar. Se estiver viajando sozinha e bater uma ansiedade, por ocasião de alguma espera longa, a dica é não dispensar uma boa leitura. Tenha sempre um livro dentro da bolsa. Ele vai te ajudar a sentir menos ansiedade. Certifique-se de que seu objetos de valor estão em um lugar seguro e próximo de você. Outro motivo de dor de cabeça quando viajamos é a sensação de que estamos mais vulneráveis e propensos a distrações que podem fazer com que percamos nossa carteira, celular etc. E principalmente, evite trocar a noite pelo dia. Programe alarmes que te ajudem a despertar e a pular da cama para conhecer tudo o que esta experiência tem para você. Pequenos cochilos durante o dia são permitidos, mas não passe a noite em claro pensando em compensar durante o dia. Finalmente, divirta-se! Colchões Bemglô – Orquídea Comprar

    Leia Mais

  • Comida crua: saiba mais sobre a Raw food

    Além da preocupação com o mundo e com o meio ambiente no futuro, surge cada vez mais a preocupação com a nossa saúde e a ligação que a alimentação tem com o bem estar e o bom funcionamento dos órgãos. As teorias e os estilos de vida são muitos e dentre eles existe uma possibilidade que faz todo sentido: a alimentação com comida crua, que ganha cada vez mais adeptos e é uma excelente maneira de aproveitar todos os nutrientes do que comemos. A Raw food, comida crua ou viva Em minha última viagem, estive em um lugar incrível chamado “The Sacred Space”. Lá, é possível participar de eventos voltados para o bem estar, práticas  holísticas e aproveitar o “Plant food+Wine”, que é o restaurante do chef Matthew Kenney, onde as estrelas são alimentos “vivos” (ou crús) e vinhos orgânicos. Mais do que uma opção alimentar, a Raw food (comida crua, em inglês) é um estilo de vida que além de fazer bem para o organismo, poupa o meio ambiente em diversos aspectos. Segundo a nutricionista e fundadora do restaurante “Raw Gourmet saudável” (Porto Alegre), Melissa Suarez, “no cozimento, a gente perde enzimas e elas são essenciais para manter o metabolismo saudável. Elas são as chavezinhas de todas as rotas metabólicas, então precisamos delas íntegras,assim como os minerais e as vitaminas.” Logo, quando comemos o alimento em sua forma mais natural possível, utilizamos melhor os nutrientes, precisamos demenos remédios e poluímos menos o ambiente, já que respeitamos as colheitas dos alimentos e usamos menos processos industriais. Muita gente pensa que comida crua é sinônimo de saladas ou preparações sem graça. A verdade é que neste tipo de alimentação é permitido aquecer os alimentos a uma temperatura que varia de 47ºC a 50 ºC – máximas que as mucosas da boca suportam. Dentro desta faixa de temperatura, o alimento mantém as enzimas ativas, além das vitaminas e minerais íntegros. Além do aquecimento, existe outra forma de preparo conhecida como “cruzimento”, que consiste em usar as mãos, sal e limão. O segredo é deixar marinar, até que intensifique o sabor. Existe uma imensidão de possibilidades na hora de utilizar ingredientes puros, isento de processos que eliminam os seus nutrientes. As opções vão desde vegetais e frutas até patês de sementes e molhos para saladas. Para quem faz cara feia só em pensar eu prometo: os sabores são incríveis e a sensação de bem estar após este tipo de refeição é única. Ao analisar práticas como esta, só consigo pensar no quanto temos a ganhar para nós mesmos e para o mundo. Aos poucos chegamos lá! 😉 Beijos, Cama De Gato – Crafta Comprar  

    Leia Mais

  • Como descartar cosméticos corretamente

    De uns anos para cá, muito tem se falado e discutido a respeito da reciclagem e do uso desenfreado de produtos que agridem o meio ambiente. Um segmento que tem chamado mais atenção é o de cosméticos. São esmaltes vencidos, maquiagem velha, cremes, embalagens e por aí vai. Já parou para pensar em como você joga isso fora e no estrago que pode causa? Pensando nisso, a gente te ajuda a descartar cada tipo de cosmético do jeito certo. 😉 Descarte corretamente cosméticos Esmaltes vencidos Antes de mais nada, use o bom senso e entenda que aquele líquido do esmalte pode entupir ralos, matar animais e poluir o mundo. Aparentemente inofensivos, os esmaltes possuem componentes tóxicos ao meio ambiente que podem contaminar a água e o solo, prejudicando o ecossistema e até mesmo a nossa saúde. Caso o fabricante do produto não ofereça a coleta, a recomendação é limpar os vidrinhos para separá-los da tampa de plástico e descartá-los em seus respectivos lixos. Se o líquido ainda estiver mole, despeje-o totalmente numa folha de jornal (nunca ralo abaixo) e deixe a química evaporar. No caso de estar duro, misture acetona e mexa até dissolver todo o produto. Maquiagem Descartar cosméticos como pó, blush, gloss, rímel, batons, é mais fácil que o caso dos esmaltes, pois esses produtos são considerados orgânicos, ou seja, não agridem a natureza e podem ser depositados no lixo comum. O mesmo vale para aqueles à base de cera, como lápis para olhos. O problema são as embalagens, que são prejudiciais ao meio ambiente. Elas devem ser limpas adequadamente e suas partes separadas conforme o material que é composto. Vidro, metal, plástico esses são os materiais mais comuns encontrados em recipientes desse tipo que precisam ser destinados às respectivas coletas. Mais dicas Que tal ter consciência já na hora da compra? Antes mesmo de comprar o cosmético, já é possível pensar em como será descartado. Para isso, compre somente a quantidade necessária para evitar que ela vença antes de terminar o uso. Sempre que possível, utilize os produtos até o fim. O esmalte, por exemplo, poderá ser utilizado para retocar salto de sapato, copos, vasos e mais aonde sua imaginação mandar. Use sua criatividade e tenha sempre em mente o lugar de destino para seus produtos. Até a próxima! Batom Bemglô Comprar

    Leia Mais

  • Alimentos funcionais

    Algumas combinações de alimentos são perfeitas para maximizar os benefícios que o organismo pode obter a partir deles. A chamada ‘sinergia alimentar’, nome dado à essa ingestão conjunta de alguns nutrientes, é responsável por uma melhor absorção de substâncias capazes de prevenir ou auxiliar no tratamento de doenças. Nos post de hoje trazemos algumas dicas de combinações de alimentos funcionais, capazes de melhorar o processo digestivo e aumentar a nossa imunidade. Alimentos funcionais: quais são eles? BRÓCOLIS + TOMATE (OU RABANETE) Quando combinados, esses alimentos são ótimas alternativas para a prevenção contra o câncer. Devido ao alto conteúdo deglicosinolatos – nutrientes provenientes de vegetais, os crucíferos têm ainda antioxidantes que ajudam na defesa imunológica. Para aproveitar melhor as propriedades desses alimentos, a dica é ingeri-los cozido no vapor e, se possível, com um pouco de azeite. IOGURTE + AMÊNDOAS Uma vez que possui as chamadas “bactérias do bem”, o iogurte é uma excelente escolha para a melhora da composição da flora intestinal. Ao combinar o iogurte com oleaginosas, como por exemplo as amêndoas, a sensação de saciedade é prorrogada, maior equilíbrio da insulina e auxílio do equilíbrio gástrico. A dica é comer como um lanche da tarde ou até como molho para saladas. ABACAXI + HORTELÃ Essa combinação refrescante é ótima para a hidratação e combate aos inchaços. A fruta, que possui muita vitamina A e B, auxilia no retardo do envelhecimento e na digestão. Quando associada à hortelã, que é um ótimo digestivo, ocorre uma maior redução dos gases retidos no organismo e maior liberação dos líquidos retidos. CARNES COM ALECRIM Algumas pesquisas sugerem que, ao cozinhar carnes-principalmente de boi- em altas temperaturas, ocorre uma maior formação de substâncias cancerígenas. O uso do Alecrim no preparo das carnes ajuda a diminuir a quantidade dessas toxinas, principalmente por conta dos antioxidantes existentes na planta. É interessante que, ao montar o cardápio do dia (ou da sua semana), procuremos conhece melhor as fontes alimentares de cada nutriente, pois é bem verdade que nos beneficiaremos de uma combinação funcional. Até a próxima! Hidratante Corporal Bemglô 300ml – Avatim Comprar

    Leia Mais

  • Receita vegana: aprenda a fazer uma coxinha do bem

    A alimentação, além de ser uma necessidade básica, é um estilo de vida. A escolha desse estilo tem total relação com nossa vida pessoal e a maneira como fomos criados. Apesar dos hábitos alimentares que nos foram passados, é possível que em algum momento da vida nosso paladar mude e a gente queira mudar totalmente a rotina alimentar. A comida vegana é um desses estilos de vida e nesse caso mais do que nunca surge a necessidade de encontrar receitas novas e opções para abranger todos os gostos e suprir as necessidades do corpo. A nossa receita de hoje é de uma coxinha vegana super deliciosa para ninguém reclamar de fome! Anote aí e prepare para a família: Receita de coxinha vegana Ingredientes: – 4 xícaras (chá) de farinha de trigo (pode ser o integral) – 4 e 1/2 xícaras (chá) de água – 8 colheres (sopa) de óleo de soja ou de coco – 1 colher (chá) de curry – Sal a gosto – Mix de pimentas moídas na hora a gosto Modo de preparo: Em uma panela, grande e funda, coloque a água, o curry, o sal e o mix de pimentas. Mexa bem com uma colher ou fouet até que o curry se dissolva. Adicione o óleo. Leve a panela em fogo alto, até ferver o líquido. Abaixe o fogo. De uma única só vez, adicione a farinha de trigo e mexa vigorosamente com uma colher até que se forme uma bola que desprenda do fundo da panela. Retire a massa da panela e sove até obter uma massa lisa (sim, com a massa quente ainda). Cubra com filme plástico e deixe descansar enquanto você faz o recheio. Ingredientes recheio: – 4 xícaras de proteína de soja clara miúda hidratada – 2 dentes de alho em brunnoise* – 1/2 cebola em brunnoise* – 4 colheres (sopa) de óleo vegetal – Sal a gosto – Mix de pimentas moídas na hora a gosto – Salsinha picada a gosto Modo de preparo: Esquente bem o óleo em uma panela. Refogue o alho e a cebola até dourar. Acrescente a proteína de soja e tempere com sal e pimenta. Mexa de vez em quando, o objetivo é dourá-la sem deixar queimar. Desligue o fogo e adicione a salsinha, mexendo bem. Deixe esfriar. Montagem e cocção: Monte as coxinhas e passe na água e, em seguida, na farinha de rosca. Coloque em uma bandeja e leve ao forno até que fiquem douradas. (Estas coxinhas podem ser empanadas e congeladas para comer depois.) *Brunnoise: é uma forma de cortar vegetais crus na culinária da França (cenoura, aipo, alho-porro ou outros) em pedacinhos pequenos e regulares. Bom apetite! Jogo Americano Redondo Comprar

    Leia Mais

  • A peça “Love, love, love” – Oi Futuro Flamengo

    Com um elenco pra lá de talentoso, a peça “Love, Love, Love” está em cartaz no Oi Futuro Flamengo até o dia 12 de março e possui uma história comovente. Nossa dica de hoje é sobre esta atração quem tem tudo para te deixar encantado. Continue lendo para saber! A peça “Love,love,love” Débora Falabella, Ary França, Rafael Primot e Mateus Monteiro dividem o palco da peça com texto inédito de Mike Bartlett. Na história, uma família conta a história de sua geração abordando, de maneira crítica, o contexto político e social de sua época e demonstra como somos modificados pelo tempo em que vivemos. A ação começa em 1967, na noite da primeira transmissão ao vivo de TV via satélite, em que os Beatles cantaram All You Need Is Love. Sandra, bonita e sedutora, recém-ingressada na universidade, marcou um encontro com Henry. Mas ela se interessa por seu irmão mais novo, Kenneth, também de 19 anos e calouro universitário. Em 1990, eles estão confortavelmente em outra realidade – são da classe média, curiosamente negligentes com os dois filhos, em um casamento prestes a ruir. Entretanto, o grande momento é o último ato, em 2011, em uma reunião de família, quando a filha do casal, Rose, que foi uma violinista promissora, agora com 37 anos e muito decepcionada, arremessa sobre eles e sua geração de paz e amor a responsabilidade pelo fracasso da geração dela afirmando: “Você não alterou o mundo, você o comprou”. Serviço: Data: até 12/03- Quintas, Sextas, Sábados e Domingos às 20:00 Local: Oi Futuro Flamengo Endereço: Rua Dois de Dezembro, 63 Flamengo – Sul Rio de Janeiro – RJ 4003-2330 Preço: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia-entrada)cR$ 30 (inteira); R$ 15 (meia-entrada) Até a próxima dica cultural da Bemglô! 😉 DVD O Tempo e o Vento – 2 Discos Comprar  

    Leia Mais

  • Viajando: O que fazer em Punta Del Leste?

    Punta Del Leste é um lugar onde as pessoas acordam tarde e o sol some do horizonte às 21h da noite. Também, com um horário desses, pra que ter pressa? Hoje, nosso assunto é esse lugar incrível da América do Sul, vem com a gente descobrir Punta Del Leste. Coisas para fazer em Punta Del leste Playa Brava e Playa Mansa Punta é literalmente a pontinha do Uruguai. Lá, as águas do Rio da Prata de encontram com as do Oceano Atlântico. Por isso, parte da península é banhada pelo rio e parte pelo mar. Porém, na verdade, já está tudo tão misturado que há pouca diferença entre as praias de rio ou de mar. Parece que a Playa Mansa, que é banhada pelo rio, tem a coloração da água um pouco mais escura que a Brava, marítima, que por sua vez possui águas mais agitadas, mas é tudo teoria. Para aproveitar bem tudo isso, o ideal é alugar uma bike para dar uma volta na península. Quando estiver na Playa Brava, aproveite para tirar fotos com a escultura “Monumento ao afogado”, que são dedos saindo da areia. Avenida Gorlero Ela é a principal avenida da cidade e corta a Península bem no meio. Lá, você vai encontrar restaurantes, fast food, bancos, casas de câmbio, lojas de roupas e também de tranqueiras. É o lugar ideal para comprar aquele souvenir bacana e também par comer. Um prato típico do Uruguai é o Chivito, que nada mais é do que um sanduíche de carne bem famoso. Casapueblo Essa é a parte mais distante, mas a mais linda também. A atração fica em Punta Ballena, a 16km de Punta Del Leste. Casapueblo é uma obra de arte de dimensões gigantescas, uma casa-escultura construída pelo artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, com inspiração greco-mediterrânea. No entanto, mais bonito que a casa Pueblo é o pôr do sol de lá. O visual é tão inspirador que um poema é recitado através das caixas de som na voz do falecido Carlos Páez. Imperdível! Livro Mar – Emmanuelle Bernard Comprar

    Leia Mais

  • Mergulho interior: meditação vipassana

    Viajar tem um um poder transformador, principalmente quando a viagem é para lugares desconhecidos. Um primeiro contato com uma outra cultura, com diferentes hábitos, pode mudar a forma como nós enxergamos nossa maneira de estar no mundo e nosso relacionamento com as pessoas. A meditação Vipassana propõe isso tudo, só que de uma maneira bem diferente do usual. Mergulho interior atráves da Meditação Vipassana Você já se imaginou viajando para dentro de si mesmo? A técnica milenar de meditação indiana, o Vipassana, vem ganhando muitos adeptos ao redor do mundo e também causa certa estranheza. Trata-se de uma caminho pelo qual se enxerga as coisas como realmente são, limpando a mente indo de encontro à verdadeira felicidade. Assim como nos exercícios físicos treinamos para termos um corpo mais saudável e preparado para corresponder às nossas exigências e estímulos, no Método Vipassana, exercita-se a mente para que ela seja mais focada e limpa, para assim responder de forma mais natural, intuitiva e menos automática aos agentes externos. Não é uma técnica fácil. Estamos acostumados a reagir a tudo e no Vipassana uma das premissas é a não reação. São longos períodos de meditação e silêncio em que o corpo, habituado a estar em constante movimento e inquietude, assim como a mente, responde com algum incômodo a nova situação imposta. Desenvolvendo o domínio da mente, estando atento à respiração e à auto-observação, a tendência é que, passados alguns dias, o praticante consiga integrar-se à sua natureza e manter-se mais consciente com relação às sensações do próprio corpo, acalmando e preparando o mental. O “nobre silêncio”, o silêncio da mente, do corpo e da fala, é a abstenção da comunicação, onde a única conexão a ser estimulada é a conexão consigo mesmo. Não vá a um retiro de Vipassana pensando em trocar ideias, visões de mundo e experiências ou fazer amizades. A ideia é a sensação de esvaziar-se, eliminar interferências alheias que acabam por distrair o praticante em sua jornada. Existem no Brasil e no mundo inúmeros centros aonde acontecem os retiros. Pessoas que já fizeram o curso garantem que é uma viagem de fato transformadora e garantem que é necessário estar preparado para verdadeiros saltos de consciência e de visão de mundo dentro de uma perspectiva realista. A técnica não promete milagres, mas promove uma bela faxina mental. Com a aproximação do carnaval, já pensou em se jogar numa experiência interna e reveladora? Beijos,  

    Leia Mais

  • Microclima perfeito

    O verão chegou e com ele, o nosso tão afamado calorão, carregando uma boa dose de desconforto em muitas regiões do país. No entanto, antes de se desesperar, dê uma olhada ao seu redor: o que você tem feito para minimizar os efeitos das altas temperaturas na sua casa, além de ligar o ar-condicionado na máxima potência? Pode ser que esteja na hora de você cuidar do microclima da sua casa! O que é microclima? Entende-se por microclima, uma variação climática ocasionada pela ação do homem, que faz com que o clima de uma determinada área ou espaço seja diferente do natural, na região em que este espaço está inserido. Dentro de uma perspectiva realista, a tendência é que ao longo do tempo, a instabilidade climática aumente, uma vez que a interferência humana na natureza avança a passos largos. Devemos estar conscientes de que é direito e responsabilidade de cada um cuidar para que seu entorno preserve o quanto possível as características naturais, minimizando a ocorrência de problemas de saúde, elevando a qualidade de vida e estimulando práticas e atitudes que se harmonizem com o meio ambiente. Cuidando do microclima da sua casa, por exemplo, você pode equilibrar a umidade do ar, renovando o oxigênio e trazendo a natureza para dentro do seu lar. E para criar um microclima perfeito dentro de casa, que tal apostar no poder das plantas?! Lírio branco, café, loureiro e limoeiro emanam substâncias curativas, esterilizam o ar e absorvem o excesso de umidade. O cipreste, a espada-de-são-jorge e a figueira umidificam o ar e produzem uma quantidade considerável de oxigênio. Além de belas, as plantas e muitas flores podem fazer com que o seu ambiente seja mais agradável e menos suscetível às variações climáticas. Não se engane achando que apenas em grandes espaços é possível combinar com cuidado e alguma pesquisa os tipos certos de plantas capazes de harmonizar sua atmosfera. A ideia não é fazer uma reserva florestal na sala de casa! Existem possibilidades para todos os tipos de lugar. Busque renovação no ar que você respira através da excelência da natureza e invista no seu bem estar. Basta começar! 😉 Brinco Flores Grandes Bemglô por Marzio Fiorini Comprar  

    Leia Mais

  • Chás que ajudam a emagrecer a barriga

    Se existe algo que a maioria das pessoas tem buscado quando se trata de vida saudável é perder a barriga. É na barriga que ficam acumuladas as gorduras dos alimentos com baixo valor nutritivo que comemos ao longo da vida. Perder as medidas requer uma mudança no tipo de alimentação e a prática de atividades físicas. Hoje, a gente trouxe mais uma dica: chás que dão aquela forcinha na hora de perder as gordurinhas localizadas. Chás que ajudam a emagrecer a barriga Quanto tomamos chás, além de estarmos usufruindo dos benefícios das ervas e suas propriedades, estamos ingerindo muito líquido. Isso já é um “plus” na hora de perder medidas por causa do efeito diurético. Logo, tomar chá além da alimentação saudável e prática de exercícios é bastante eficaz. Chá verde O chá verde, além de ser um potente emagrecedor, possui um sabor mais parecido com o mate, para quem já gosta. O chá verde possui cafeína e catequinas, substâncias que aceleram o metabolismo e que por esse motivo fazem o corpo gastar mais energia e regulam o processo digestivo. Chá de maracujá O chá de maracujá, sem dúvida, é uma bebida calmante e que ajuda a dormir bem à noite. Porém, além disso, a folha do maracujá possui propriedades diuréticas, o que contribui para eliminação de líquidos e acaba ajudando a desinchar e eliminar peso. Chá de camomila Este é um velho conhecido. A camomila é uma planta terapêutica que possui, entre outras coisas, propriedades calmantes e ansiolíticas, o que colabora para a redução (ou mesmo extinção) da compulsão. É isso o que faz com que ela colabore com o emagrecimento, já que com a compulsão controlada, a pessoa come menos e se sente melhor consigo mesma. Chá de alecrim O chá de alecrim é muito bom para melhorar a digestão e por isso contribui para o emagrecimento. O processo é simples: ao ser ingerido, ele faz uma limpeza no intestino e joga fora as impurezas. E essa é uma das chaves para perder gordura abdominal. Estes são os chás mais comuns, mas existem vários outros que auxiliam no processo de desintoxicação do organismo e consequentemente a perda da barriga. Experimente! Colchões Bemglô – Tulipa Comprar

    Leia Mais

  • Lip balm caseiro: faça o seu próprio hidratante labial!

    A gente sempre fala aqui na Bemglô sobre reciclagem, ideias sustentáveis e outras soluções que ajudam a preservar o meio ambiente. São receitas saudáveis, mais orgânicas, dicas de economia de energia, métodos que ajudam a diminuir o lixo no mundo e por aí vai. Na área da beleza, não seria diferente e por isso hoje a gente te ensina a fazer o seu próprio lip balm – um hidratante labial que pode ter cor ou não. Os ingredientes são simples e a melhor parte é que você pode reaproveitar maquiagem antiga, promovendo um tipo de reciclagem. Mantenha os lábios hidratados, com aquela corzinha natural, sem agredir tanto o meio ambiente. Vem aprender: Lip balm caseiro – faça o seu próprio hidratante labial Ingredientes – Um recipiente de vidro, que possa ser colocado em banho-maria; – Uma colher (café) de mel; – Recipientes para colocar o seu lip balm já pronto (pode usar embalagens de sombras antigas, ou a embalagem do batom); – Batom (metade de um batom que você não usa mais); – Uma colher (sopa) de vaselina sólida (facilmente encontrada em farmácias); – Essência aromática comestível (eu usei de coco. Você pode usar também essência de sabor); Modo de preparo Misture a vaselina, o batom e a essência. Depois, coloque em banho-maria e vigie. Em alguns minutos, os ingredientes todos estarão derretidos e misturados. Com esta mistura pronta, é só colocar no recipiente escolhido, colocar na geladeira e depois de 15 minutos estará pronto! Em lojas de produtos de beleza você encontra recipientes e estojos para sombra vazios. Neles, você pode criar sua própria paleta de cores de lip balm e ter sempre opções para hidratar os lábios no dia a dia. A essência aromática ainda promove um tipo de Aromaterapia e você pode usar a imaginação sempre criando coisas novas. É uma excelente forma de presentear alguém de um jeito original. Use a imaginação e divirta-se. 😉 Linha de Aromaterapia Bemglô Comprar  

    Leia Mais

  • Estrogonofe vegetariano

    O estrogonofe para quem não sabe, surgiu na Rússia e a receita original era bem parecida com a que conhecemos hoje (pedaços de carne, creme de leite, cebola e sal). Segundo vários historiadores da gastronomia, o nome vem da família Stroganov, cuja origem é anterior ao ano de 1500. Saber quem foi o criador é que é difícil. Alguns afirmam que o conde e diplomata Pavel Stroganov foi o inventor ou um de seus cozinheiros franceses. Porém, segundo a enciclopédia de culinária Larousse Gastronomique, o nome pode ser derivado do verbo strogat, que em russo significa algo como “cortar em pedaços”. Independente da origem, o estrogonofe chegou até nós com alguns acréscimos e é uma delícia. Está presente na mesa da maioria dos brasileiros e agora ganha versão vegetariana, igualmente saborosa. Anote a receita e prepare para sua família! Receita de estrogonofe vegetariano Ingredientes: 500g de cogumelos frescos 1 talo de alho poró cortado em tiras 1 pimentão picado (eu usei 1/3 do amarelo, 1/3 do laranja e 1/3 do vermelho) 2 tomates picados 1 colher de chá de mostarda 1 colher de sopa de extrato de tomate 1/4 de xícara de vinho tinto (opcional) 200g de creme de leite light (se não usar o fresco, cuidado para que não ferva) 10 azeitonas picadas 1 colher de sopa de manteiga ghee e um fio de azeite 1 colher de sopa de farinha de trigo integral Salsinha e cebolinha à gosto Sal e pimenta do reino à gosto Processo: Em uma frigideira quente derreta a manteiga e acrescente azeite. Refogue os cogumelos em temperatura média até que fiquem dourados. Acrescente o alho poró e refogue até que fique macio. Adicione o pimentão, extrato de tomate e mostarda. Refogue até que o pimentão amacie. Acrescente a farinha, o vinho tinto e a água. Deixe ferver e enquanto isso pique a cebolinha e salsinha. Adicione o creme de leite, a salsinha e cebolinha. Acerte o sal e a pimenta e sirva com acompanhamentos de sua preferência! Bom apetite e até a próxima! Jogo Americano Redondo Comprar

    Leia Mais

  • Cinema: filmes que retratam realidades brasileiras diferentes

    O cinema brasileiro ganha cada vez mais peso ao longo dos anos. Sua qualidade é revelada enquanto admiramos cenários que integram realidade brasileira e histórias comoventes. Filmes como Cidade de Deus, Carandiru e Tropa de Elite ganharam fama internacional nestes últimos anos, mas o Brasil vai muito além da representação da vida nas favelas e muitos diretores nos mostram isso, destacando diferentes elementos culturais. O cinema que mostra o Brasil por ângulos diferentes Selecionamos alguns filmes que retratam realidades diferentes. Neles, é possível identificar pessoas que conhecemos, parentes distantes ou acontecimentos da história da política brasileira. Terra em Transe (de Glauber Rocha – 1967) No auge do AI-5 (Ato Institucional n°5, que determinou a extinção da democracia e implantação de uma ditadura militar no país), a história do filme se passa em uma nação fictícia que encara problemas semelhantes. Considerado um marco no Cinema Novo, Terra em transe foi premiado no Festival de Cannes e inaugurou uma linguagem que foi influenciada tanto pela Nouvelle Vague, quanto pelo Neorealismo italiano. Terra estrangeira (de Walter Salles – 1996) O país vivia a resseca da Era Collor – que trouxe como consequência para os realizadores, a extinção da Embrafilme, órgão responsável por boa parte do fomento ligado ao cinema no país. Filme rodado também em Portugal, enfoca exatamente a dificuldade financeira dentro do país e sua alternativa mais sedutora: tentar a vida lá fora, de forma lícita ou não. Rio Babilônia (de Neville de Almeida – 1982) Mesmo entre a pornochanchada que imperou nas décadas de 1970/80, esse filme consegue retratar uma realidade de cunho social ácido. Verdadeira lupa do modo de vida carioca, a narrativa dá conta de política, imprensa e sua relação com tráfico e exploração mineral, tudo permeado por personagens da alta sociedade. Amarelo Manga (de Claudio Assis – 2002) Trabalho emblemático dentro das novas produções dos diretores pernambucanos, o filme inaugurou o retorno da tradição de cinema feito dentro do estado – iniciado nos anos de 1930. O filme demonstra a vida dos habitantes da metrópole Recife, retratada de forma enervante e documental, com atores que estariam presentes em muitas produções nacionais que seguiram, como Matheus Nachtergaele e Dira Paes. Agora é só escolher, preparar a pipoca e aproveitar! DVD Memorial de Maria Moura – 3 Discos Comprar

    Leia Mais

  • Ópera de arame

    *Como já falamos aqui no blog, Curitiba é uma cidade incrível do nosso Brasil e reserva muitas opções de passeios e dicas culturais. Se você estiver planejando uma viagem para lá, não deixe de conhecer a Ópera de arame, que é o nosso assunto de hoje. A ópera de arame Considerado um dos mais belos e importantes pontos turísticos de Curitiba, a Ópera de arame além de ter uma estrutura incrível, abriga diversos eventos culturais. A estrutura é formada por tubos de aço e vidro torna a Ópera de Arame um dos grandes cartões postais da capital paranaense. Em apenas 75 dias, a construção foi idealizada pelo arquiteto Domingos Bongestabs, professor do departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPR. Sua estrutura circular é quase toda cercada por um lago artificial, de modo que o acesso até o auditório é feito sobre uma passarela. As estruturas metálicas tubulares, totalizando 360 toneladas de aço, e os 2.400 bancos de tela de arame foram fornecidas pela Brafer Construções Metálicas, empresa de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Perto do teatro, está a Pedreira Paulo Leminski e juntos formam o Parque das Pedreiras. A inauguração da Ópera de arame, ocorreu no dia 18 de março de 1992 durante o Festival de Teatro de Curitiba com o espetáculo maravilhoso “Sonho de uma noite de verão”, de Shakespeare. Quem visita o teatro, encontra a Parede da Fama, onde encontram-se placas responsáveis por resgatar e relembrar importantes artistas que já passaram pelo parque, como Paul McCartney, Tom Jobim, Chico Buarque e Roberto Carlos. A Ópera de Arame já recebeu diversos espetáculos memoráveis. Foi palco de shows, eventos cênicos, encontros, congressos, formaturas, apresentações culturais e eventos em geral. O espaço cultural contempla uma área equivalente a 04 mil m² com uma capacidade para cerca de 1572 pessoas. Fica na Rua João Gava, 970, bairro Pilarzinho, no Complexo Parque das Pedreiras. Se você for escolher um roteiro para conhecer o teatro, nossa sugestão é o passeio de bike, promovido por algumas agências de Curitiba e realiza um roteiro que conta muito sobre a história da cidade. Acontece em ciclovias tranquilas e arborizadas, permite a passagem por lindos parques e bosques proporcionando uma experiência completa e incrível. Aproveite nossas dicas, faça as malas e boa viagem! Weekend Bag Comprar  

    Leia Mais

  • Passeio Bemglô

    Quem nunca sonhou em ter a Gloria Pires como companhia para um passeio? Pensando nisso, nós da Bemglô que amamos compartilhar tudo o que faz bem e contribui para nossa felicidade, queremos te convidar para uma ação muito bacana. A ação “Passeio Bemglô” Para participar, basta seguir o passo a passo do seguinte desafio: imprima as bonequinhas da Gloria (paper toy) neste link> www.bemglo.com/papertoy e leve ela para tirar fotos com você em um #passeiobemglo. Pode ser uma volta no parque em sua cidade, uma visita à praia ou o que você preferir. Registre esses momentos através de fotos e vídeos e poste no seu Instagram, marcando o perfil da @bemglo e usando as hashtags #passeiobemglo #bemglo #gloriapires. Você tem até o dia 12 de março para publicar sua foto ou vídeo no Instagram. Enquanto isso, a gente vai ficar de olho e repostando as melhores nos nossos canais. No link www.bemglo.com/papertoy você imprime a bonequinha da Gloria e ainda aprende a montar com a ajuda de um tutorial. Participe! 🙂

    Leia Mais

  • Upcycling: tudo se transforma

    Sem dúvida alguma, você já leu bastante sobre reciclagem e ouve falar neste assunto com muita frequência nos últimos tempos. Neste processo, materiais que seriam descartados são reprocessados industrial ou artesanalmente, contribuindo para a diminuição da geração de lixo, mas você já ouviu falar em Upcycling? Descobri este termo estes dias e gostaria de compartilhar com vocês esse processo que transforma! Upcycling: onde tudo se transforma e serve de inspiração Esta tendência, que envolve o reuso de materiais, tem invadido o mundo do design e promete fazer parte do dia a dia de muita gente na hora de redecorar a casa ou até mesmo no uso diário em tarefas. Diferente da reciclagem, no upcycling os materiais a princípio considerados como lixo, não demandam mudança de seu estado através de nenhum tipo de processo. Eles mantém suas características, mas passam a servir a outro tipo de uso. Upcycling, nada mais é do que “dar um up”, ou seja, elevar o status daquilo que, se descartado ou mesmo reciclado, deixaria de existir. É a cultura do reuso por meio de soluções criativas. Dentro desta concepção, a grife francesa Hermès se lançou nesta iniciativa, com a marca Petit h, que reutiliza materiais de descarte utilizados na fabricação de suas peças, para recriar objetos de design. O upcycling está sendo amplamente aplicado, ao melhor estilo “tudo se transforma”, dispensando a necessidade de novas matéria-primas, o que reduz consumo de energia e a poluição do ar e da água. Na moda, a referência é a marca americana Reformation, fundada a partir da vontade de minimizar os impactos negativos que a indústria causa ao meio ambiente. São roupas feitas de reaproveitamento de tecidos, com redesign e responsabilidade. Aqui no Brasil, o destaque vai para a carioca Gabriela Mazepa, que tem como parceiras em suas criações, costureiras independentes e de cooperativas em comunidades do Rio de Janeiro. Já a marca gaúcha Insecta Shoes, produz sapatos sem a utilização de nenhum material de origem animal, reaproveitando tecidos de roupas. Entendendo a emergência da necessidade de desacelerar o consumo e a produção desenfreados que sobrecarregam o ambiente e a sociedade, a cultura do upcycling traz consigo a ideia de sermos mais reponsáveis pelo lixo que descartamos, pela natureza e incentiva o nosso potencial criativo. É acessível, pois todos somos capazes de reinventar nossos objetos e nossa própria maneira de pensar os objetos. É exclusiva, já que nunca um resultado será igual ao outro, agregando valor a cada objeto. Eu acredito que, com o tempo, além de sermos mais sustentáveis e responsáveis com o mundo ao nosso redor, também abriremos portas para nossa criatividade, que ficará mais aguçada em vista de tantas questões a serem resolvidas neste futuro próximo que nos aguarda. Juntos somos mais fortes, vamos? Beijos, Carteira de Bolso Comprar

    Leia Mais

  • História e reciclagem

    A reciclagem é um processo onde há uma transformação de algum resíduo sólido que não possui mais serventia, mudando seu estado físico, físico-químico ou biológico, atribuindo novas características, gerando uma nova matéria-prima ou produto. Para quem acha que este assunto é algo recente, não se engane. Formas de reciclagem já existem na história desde tempos como a Idade Média, de acordo com as necessidades e aprendizados dos povos. História da reciclagem no mundo Você já parou para pensar a respeito dos seus costumes? Cada costume foi ensinado desde criança e portanto, até hoje algumas coisas que você faz tem todo sentido e são parte da sua vida mesmo sem entender a origem delas. Porém, conhecer a origem da prática, eleva o nosso entendimento a um novo patamar. Dessa forma, conseguimos ressignificar nossas ações e até mesmo torna-las mais efetivas. Entender a história da reciclagem, algo muito importante para sobrevivência humana no futuro, é super válida e essencial. Desde que o mundo é mundo, o lixo, obviamente, existe. Há relatos de que os nômades já descartavam os restos dos animais que caçavam. Com o tempo e o aumento da “civilização”, a quantidade de lixo foi aumentando. De acordo com um estudo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), civilizações antigas, como os hindus, possuíam regras explícitas de como descartar seus excrementos e os restos dos animais sacrificados, assim como o lixo produzido no reino. Na Idade Média, surgiram os primeiros serviços de coleta de lixo. No começo, eram empresas particulares, mas quando fracassavam, o serviço era público – atividade dos carrascos, seus auxiliares e muitas vezes, com a ajuda das prostitutas. Na segunda metade do século XIX, com a Revolução Industrial, houve um aumento significativo na produção de lixo e com isso, medidas também foram tomadas. No século XX, a questão do lixo se agravou com o aumento das indústrias. Logo, o lixo orgânico passou a ser o menor dos problemas e surgiu a necessidade de criar um processo que pudesse evitar o acúmulo nos entulhos de lixo sólido. Com as grandes guerras e as crises econômicas (como a de 1929), surgiu uma necessidade ainda maior de racionar produtos, aproveitar e reutilizar materiais. Daí a reciclagem veio para ficar de vez e só tem crescido cada vez mais. Até a próxima! Abajur Quadrado G – Crafta Comprar

    Leia Mais

  • Dia Nacional da Visibilidade Trans (mais uma dica cultural incrível)

    O dia nacional da Visibilidade dos travestis e transexuais surgiu em 2004, com o lançamento da primeira campanha contra a transfobia no país. “Travesti e Respeito”, campanha do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, foi idealizada e pensada pelos ativistas transexuais com o objetivo de promover respeito e cidadania. O dia da Visibilidade Trans tem o intuito de ressaltar a importância da diversidade e respeito para o movimento, representando os travestis, transexuais e transgêneros. A verdade é que a causa é muito simples: as pessoas transexuais apenas querem respeito e o direito de andar livremente pelas ruas sem ser incomodadas, apontadas, discriminadas e humilhadas. Para fomentar esta ideia, o projeto Ocupação Rio Diversidade reúne quatro peças curtas dos dramaturgos Marcia Zanelatto, Daniela Pereira de Carvalho, Joaquim Vicente e Jô Bilac, com direção de Guilherme Leme Garcia, Renato Carrera, Cesar Augusto e Ivan Sugahara, respectivamente. Ocupação Rio Diversidade e a visibilidade Trans drag queen Magenta Dawning O espetáculo, que já passou pelo Castelinho do Flamengo no último ano e foi indicado ao Prêmio Shell na Categoria Inovação, está em cartaz até o dia 11 de fevereiro no Teatro SESI Centro. Cada peça possui uma característica única e uma história diferente, mas todas retratam de alguma forma experiências típicas do universo trans. Confira a seguir as sinopses: GENDERLESS – UM CORPO FORA DA LEI A peça é inspirada em uma história real, de Norrie May-Welby, que em 2010, depois de travar uma luta contra o estado da Austrália, tornou-se a primeira pessoa no mundo a ser reconhecida como “sem gênero específico”(genderless). A partir daí, os conflitos entre identidades sexuais e estruturas sociais são representados de forma poética. A personagem é interpretada por Larissa Bracher. Larissa Bracher em Genderless, foto Ricardo Brajterman COMO DEIXAR DE SER Nesta peça, uma mulher de meia idade está presa em uma espécie de “armário-sala”, que é uma herança da mãe e simboliza sua própria prisão interna. No decorrer da história, o espectador acompanha os conflitos da personagem, que não tem coragem de assumir quem é verdadeiramente e revela seus pensamentos e desejos mais profundos. Kelzy Ecard em Como Deixar de Ser, foto Ricardo Brajterman A NOITE EM CLARO O autor Joaquim Vicente lembra do momento em que ainda estava impactado pelo assassinato do diretor teatral Luiz Antonio Martinez Correa, nos anos 80, e recebe a visita de um amigo e escritor famoso numa manhã contando que tinha passado a noite em claro com um assassino que talvez fosse o mesmo procurado pela morte do diretor. Este fato verídico foi transformado nesta terceira peça. Thadeu Mattos em A Noite Em Claro, foto Ricardo Brajterman Thadeu Mattos em A Noite Em Claro, foto Ricardo Brajterman FLOR CARNÍVORA Em uma analogia, a peça retrata uma imaginária sociedade vegetal, onde a plantação de soja quer dar um golpe monocultural, enquanto as demais plantas se insurgem em defesa da pluralidade. A flor carnívora, por sua vez, afirma o hermafroditismo das plantas, sua indefinição de gênero e protesta, em plenária, contra a colonização organizadora do homem (que procura catalogar e normatizar o que a natureza criou de diverso). Um ato de liberdade por um mundo menos transgênico e mais transgênero. Ocupacao Rio Diversidade, Flor Carnivora-Elisa Mendes Flor carnívora Segundo a idealizadora do projeto e escritora de um dos quatro textos, “Nossa produção dramatúrgica pode e deve contemplar de maneira mais ampla os afetos e narrativas LGBTQ. Isso é importante para a sociedade. Se não vemos nos palcos e nas telas as pessoas que compõem as chamadas minorias – sejam gays, negros ou idosos – estamos dizendo para elas que elas não importam.” Logo, projetos como este devem continuar e servir de exemplo para que a sociedade evolua e seja menos preconceituosa. A ocupação foi e está sendo um sucesso, tendo recebido elogios de grandes nomes do teatro como Renata Sorrah e Marieta Severo, além do prestígio recebido por importantes ativistas da causa como João W. Nery e Barbara Ayres. Serviço: Endereço: Rua Graça Aranha, nº1 – Centro / RJ (próximo à Estação Metrô Cinelândia) Tels: (21) 2563-4168 e 2563-4163 HORÁRIOS: 5ª e 6ª às 19:30; sábado às 19h / DURAÇÃO: 1h50 / INGRESSOS: R$ 40,00 e R$20,00 (meia) / CAPACIDADE: 338 espectadores / CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 18 anos / TEMPORADA: Até 11 de fevereiro Confira o teaser para sentir um gostinho: Para quem quiser saber mais sobre o assunto ou contribuir de alguma forma, seguem abaixo alguns links com projetos muito interessantes que merecem atenção: Nlucon: http://www.nlucon.com/ PreparaNem: https://www.facebook.com/PreparaNem (Falamos sobre o projeto nesse post> http://blog.bemglo.com/preparanem/) ABGLT: http://www.abglt.org.br/port/index.php ONG Abcd’s: https://www.facebook.com/ongabcds Rede Nacional de pessoas trans do Brasil: https://www.facebook.com/redtransbrasil ANTRA: https://www.facebook.com/antrabrasil/ Até a próxima! Anel Duplo Plumas Comprar

    Leia Mais

  • O incrível picolé com pasta de amendoim sem leite

    A nossa receita de hoje, um picolé com pasta de amendoim sem leite, é uma boa pedida se você é vegano ou não consome leite. O consumo de leite na vida é motivo de debates e controvérsias entre consumidores, médicos e nutricionistas. Existem vários muitos em cima disso, mas sabemos que ele entrou na alimentação humana há mais de 8 mil anos e, durante muitos anos, o leite de vaca (ou cabra) só era consumido pelos bebês cujas mães não puderam amamentar. A maioria das pessoas (crianças e adultos) ainda não havia desenvolvido enzimas necessárias para digerir a bebida e só com o tempo foi se adaptando a esta substância. O amendoim, por sua vez, está em destaque nos últimos tempos por causa dos seus valores nutricionais. As gorduras saudáveis são de extrema importância para a boa manutenção do organismo. “A pasta de amendoim é um tipo de fonte de gordura boa, pode ser incluída nas refeições para aumento de saciedade e com os carboidratos para redução de índice glicêmico. Além disso é fonte de magnésio, um nutriente importante para os músculos, que em deficiência pode gerar o aparecimento de câimbras”, explica Livia Hasegawa, nutricionista especializada em fisiologia do exercício e em nutrição clínica funcional. Anote aí a receita desta semana: Receita de picolé de pasta de amendoim sem leite Ingredientes – 200 ml de leite de coco tradicional (ou 1 garrafinha) – 3 colheres de sopa de pasta integral de amendoim (tem receita aqui!) – 1/3 xícara de café de calda de agave (escolhi o agave para reduzir um pouco o açúcar da receita, mas se preferir, pode substituir por 1 xícara de café de açúcar demerara, de coco ou tradicional) Modo de fazer Primeiramente, despeje o leite de coco em um recipiente e coloque no congelador por mais ou menos 1 hora ou até ficar bem gelado. Depois, coloque o leite de coco no processador (ou batedeira) e bata por uns 10 minutos, ou até ficar com uma textura mais grossa, semelhante ao chantilly. Quando estiver com esta textura, acrescente a pasta de amendoim e calda de agave ou açúcar. Deixe bater por mais alguns minutinhos. A mistura deve ficar bem cremosa. Depois, despeje nas forminhas de picolé. Aguarde pelo menos 3 horas, desenforme e bom apetite! Fonte: http://borboletando.com.br/ Caderno Tamanho Pequeno Autografado Por Gloria Pires Comprar

    Leia Mais

  • Festival Online “My French Film Festival”

    Ainda dá tempo de conferir os filmes franceses incríveis do festival online “My French Film Festival” e é essa a nossa dica cultural desta semana. Quem gosta de cinema e acompanha nomes importantes sabe que o cinema francês ocupa um lugar de destaque no cenário europeu e mundial. Graças a movimentos revolucionários como Nouvelle Vague, obras-primas como a “A Grande Ilusão”, obras contestadoras como “O ódio” e filmes que caíram nas graças do grande público como “O fabuloso destino de Amélie Poulain”, essa evidência foi conquistada com louvor. O festival A mostra tem como objetivo dar foco aos novos olhares do cinema em língua francesa disponibilizando todos em um site. O Festival chega a sua sétima edição neste ano e espectadores do mundo inteiro podem assistir sem sair de casa através do site http://www.myfrenchfilmfestival.com/pt/. No total, é possível conferir 10 longas e 10 curtas que estão nas mostras competitivas, mais 3 longas e 6 curtas fora da competição. O que não falta é filme bom para conferir! Os filmes foram divididos em eixos temáticos que refletem a diversidade do cinema francês. Logo, estão agrupados filmes sobre questões femininas (A Woman’s Life), filmes sobre a transição da infância para a vida adulta (Coming of Age), filmes sobre personagens atormentados (Psycho), filmes que abordam relações familiares (We Are Family) e filmes sobre relações afetivas (Love & Friendship). Entre os destaques da mostra competitiva estão o drama Bang Gang (Une Histoire D’Amour Moderne), que apresenta um retrato das descobertas de sexualidade na adolescência; o drama romântico Marguerite & Julien: Um Amor Proibido, trágica história de amor entre dois irmãos exibida no Festival de Cannes de 2015; o drama familiar Préjudice, com Nathalie Baye no elenco; e o curta-metragem Violence en Réunion, estrelado por Vincent Cassel. Há ainda a mostra Midnight Screenings, dedicada a filmes mais controversos focados em temáticas sexuais e violentas, e a presença de clássicos como o fundamental Cléo de 5 à 7 (1962), da cineasta Agnès Varda, uma das obras mais importantes da Nouvelle Vague. O curta 4XD – Françoise Dorléac (1964), dirigido pelo escritor Philippe Labro, está presente na seleção para homenagear a atriz Françoise Dorléac, cuja morte completa 50 anos em 2017. Catherine Deneuve, irmã de Dorléac, também está no curta. O Festival vai até o dia 13 de fevereiro. Agora é só preparar a pipoca e aproveitar a sessão! 😉 ABAJUR QUADRADO G Comprar

    Leia Mais

  • Desertos inacreditáveis para conhecer na próxima viagem

    Você já pensou em conhecer desertos na sua próxima viagem? Ao contrário do que muita gente, pensa este tipo de cenário reserva vistas lindas, muita aventura e cultura local para conhecer. Hoje, selecionamos alguns dos melhores desertos para você incluir em um próximo planejamento. A beleza dos desertos inspira e rende fotos incríveis. Estas regiões chamam atenção pelas grandes áreas ocupadas e as variações extremas de temperatura, o que torna a experiência ainda mais aventureira. Logo, prepare-se para o calor que pode chegar a 50ºC durante o dia e cair para 0°C depois do anoitecer, mas o céu estrelado compensa qualquer dificuldade! Desertos pelo mundo afora Deserto da Arábia A região seca domina o visual de países do Oriente Médio, como Iraque, Jordânia, Qatar, entre outros. O Deserto da Arábia tem 2,3 quilômetros de extensão. Entre os passeios mais comuns na região está ida à Jordânia, passando por Tel Aviv e Jerusalém, em Israel, ou viagens até os Emirados Árabes, com destaque para Dubai. Deserto do Atacama Para explorar o Deserto do Atacama, no Chile, é preciso utilizar como base a vila de San Pedro de Atacama, no meio do deserto. É comum encontrar roteiros de aventura por lá, como trilhas para ver gêiseres, lagunas e ruínas de antigas construções – erguidas no período pré-inca. O Deserto do Atacama abriga flamingos cor-de-rosa e é considerado o local mais seco do mundo, já que nunca foram registradas chuvas por lá. Deserto de Sal O maior deserto de sal do mundo, o Salar de Uyuni, ocupa uma área de pouco mais de 12 mil quilômetros quadrados na Bolívia. A região é famosa por render fotos em que a linha branca de sal se confunde com o horizonte. Você pode iniciar os passeios na vila de Uyuni, localizada a cerca de 700 quilômetros de La Paz. O visual é incrível e atrai turistas todo ano. Fizemos um post sobre lá aqui> link Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses As lagoas dos Lençóis Maranhenses estão bem no meio de um deserto de dunas de areias brancas, região conhecida como deserto brasileiro, principalmente entre os meses secos (junho a janeiro) – mas com o diferencial do clima tropical. A área de 1,5 quilômetros quadrados abriga o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e rende fotos surpreendentes da imensidão branca e meio ao “labirinto” de água. Deserto do Saara O Saara ocupa uma área de aproximadamente 9,5 mil quilômetros quadrados no continente africano e é considerado o segundo maior deserto do mundo, atrás apenas do Deserto da Antártida – sim a Antártida também tem deserto, afinal, desertos são áreas com quase zero chuvas e alta evaporação atmosférica! Entre as atrações da região estão o Egito e o Marrocos, além de tours pelas areias. Desertos australianos Na Austrália, também é possível encontrar aventurar no deserto. No Pinnacles Desert, local famoso pelas formações rochosas pontiagudas, você encontra um cenário de tirar o fôlego. O estado de Queensland também tem uma grande parte arenosa, onde já foi registrada a temperatura de 69ºC. Faça as malas e boa viagem! Weekend Bag Comprar

    Leia Mais

  • Ho’oponopono: conceito e prática

    A meditação e a busca pelo nosso próprio “eixo” são práticas que garantem a cura interior, por isso acredito fortemente que essa é a forma mais pura e eficaz de tratarmos problemas diversos. Os métodos são os mais variados, pois é possível encontrar-se por completo através de diversos caminhos. Hoje, gostaria de falar um pouco sobre o conceito do sistema havaiano Ho’oponopono e sua capacidade de redirecionar nossos pensamentos para a inspiração, tirando o foco em problemas. Ho’oponopono, conceito e prática de meditação Em Havaiano, Ho’o significa “causa”, e ponopono quer dizer “perfeição”, portanto Ho’oponopono significa “corrigir um erro” ou “tornar certo”. Sabe quando somos crianças e ainda não sofremos as interferências do mundo ao nosso redor e o mundo parece tão cheio de possibilidades? Somos mais criativos, mais intuitivos, mais inspirados e mais leves. Os problemas não pesam ainda em nossa consciência e não ocupam espaço. Após esta etapa da vida, não tem jeito, vamos enchendo nossa “caixinha” com muito conteúdo, até que chegamos em um ponto onde só conseguimos prestar atenção nas coisas mal resolvidas. A questão é que, na maioria das vezes, lidamos com um problema buscando sempre alguém ou alguma coisa para culpar. Insistimos em procurar fora de nós a origem dos nossos problemas e o ciclo que se cria é muito nocivo para todo mundo. Voltar-se para o nosso próprio eu e encontrar uma maneira melhor de resolver aquilo sem depender dos fatores externos é um desafio que gera bons resultados e principalmente, paz. Segundo Ihaleakala Hew Len, Ph.D., formado em psicologia pela Universidade de Iowa, “O processo Ho’oponopono só precisa de uma pessoa: a paz começa comigo. E com ninguém mais. Todos querem estar em sintonia consigo mesmo e só quando conseguirem poderão cumprir seu destino”. O sistema havaiano prioriza este retorno ao “orgânico”, ao que estava lá antes de tanto acúmulo de influências externas e, com isso, pratica uma nova forma de enxergar tudo e sentir-se melhor. Através desse sistema é possível livrar-se das recordações que martelam repetidamente na cabeça (como aquela conversa mental com você mesma, que insiste em ficar após um momento de estresse). Perdemos tempo com coisas que só acumulam mais carga negativa e não resolvem nada, por isso saber direcionar os pensamentos é a chave para se ter paz.

    Leia Mais

  • A expansão dos sistemas de energia renovável

    Recentemente, entrou em vigor o Acordo de Paris, documento que sela um compromisso com o mundo de combate às mudanças climáticas. Com isso, muitas coisas devem mudar daqui para frente e seremos testemunhas da expansão sem precedentes de fontes de energia mais limpas e sustentáveis nos próximos tempos. A expansão de fontes de energia alternativas Um estudo do Instituto de Economia e Análise Financeira de Energia (IEEFA) mostra que o processo de transição da tecnologia atual para as renováveis está cada vez mais rápido e em breve teremos cada vez mais mudanças, o que é maravilhoso. O mais incrível nisso tudo, é que as empresas que não se atentarem para isso, ficarão para trás e podem ter riscos financeiros. Segundo uma matéria na Revista Exame, o Brasil, por exemplo, tem potencial para 880 GW de geração a partir de energia eólica. Logo, o nosso país é colocado em quarto lugar mundial em termos de potencial nesta categoria. Confira a seguir, algumas das tendências em renováveis que marcaram o último ano nos países e que prometem crescer ainda mais em 2017: Reino Unido Berço da Revolução Industrial a carvão, registrou no último ano uma maior geração de eletricidade por painéis solares do que por carvão no último semestre de 2016. Escócia Os ventos da Escócia foram suficientes para produzir eletricidade suficiente para alimentar o país todo. Portugal Foi inteiramente suprido por energia solar, eólica e hidroelétrica durante quatro dias. De todos os lugares, o que se destaca é o continente africano, que tem tudo para ser o primeiro a usar a energia renovável em seu desenvolvimento. Quem não começar a se mexer para mudar seus métodos, ficará para trás devido às mudanças na produção do mundo inteiro. De acordo com a IEEFA, o consumo mundial de carvão está declínio pelo terceiro ano consecutivo. Isso acontece junto com o aumento da oferta de gás natural, que deve influenciar fortemente o mercado. Para quem vai construir do zero, já pode contar com a ajuda de grandes bancos como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, que incluíram em sua linha de financiamento aerogeradores e sistemas de energias renováveis. Enquanto isso, existem algumas medidas que já podemos colocar em prática em casa se quisermos começar a pensar com a cabeça do futuro e inclusive, economizar dinheiro: Troque as lâmpadas incandescentes por fluorescentes. Estas duram mais e utilizam menor quantidade de energia; Não deixe a luz acesa em cômodos desnecessariamente; Pinte as paredes internas e os tetos da casa com cores claras. Elas refletem e – espalham a luz para todo o ambiente; Aproveite ao máximo a luz do dia deixando cortinas e portas abertas. Em caso de mesas de trabalho e de leitura, coloque-as próximas às janelas; Deixe os globos e lustres transparentes sempre limpos para aproveitar ao máximo a potência das lâmpadas; No caso dos aparelhos de ar-condicionado, mantenha os filtros sempre bem higienizados; Evite deixar aparelhos eletrônicos em stand-by. Apesar de desligados, esse modo pode representar um gasto mensal de até 12%; Aos poucos, conseguimos melhorar o nosso planeta! Sabonete de Neem Comprar

    Leia Mais

  • Ashwagandha – a planta que dá energia e ajuda a dormir melhor

    Se existe um problema que muitos tem reclamado na atualidade é a dificuldade de dormir. Seja por causa da insônia ou pela dificuldade de manter uma rotina saudável de horário, o sono sempre sai prejudicado por causa do volume de coisas que acumulamos para fazer. Dormir bem é a base para um dia tranquilo e cheio de energia. Por isso, a gente hoje fala de uma planta que te ajuda de forma natural a conquistar essa qualidade de vida. A planta Ashwagandha e seus benefícios À primeira vista, parece estranho que uma planta que nos dê energia também seja capaz de nos ajudar a dormir melhor, mas é mesmo isso que a Ashwagandha é capaz de fazer. Originária das montanhas altas dos Himbalaias, sempre foi utilizada na Medicina Ayurvedica e contém inúmeros benefícios. Esta planta, considerada adaptógena, é capaz de aumentar nossa capacidade de adaptação e resistência a condições extremas de frio, assim como situações de estresse ou sobrecarga emocional. Um dos seus efeitos é a otimização do funcionamento das nossas glândulas suprarenais, melhorando a nossa resposta ao stress. Apesar de aumentar a nossa energia, a Ashwagandha diminui a produçãoo excessiva de cortisol, o que ajuda em diversas situações, inclusive sendo considerada uma espécie de ansiolítico. Também tem vindo a ser considerada como uma planta capaz de aumentar a nossa capacidade de memória e capacidade cognitiva devido às suas capacidades antioxidantes e à sua capacidade de aumentar a atividade do receptor da acetilcolina. Tem ainda revelado resultados muito interessantes na doença de Alzheimer. Para consumir, basta preparar em forma de infusão fervendo a raíz durante 15 minutos. Se quiser amenizar o gosto amargo característico, misture com frutas ou ervas. É possível ainda tomar através de cápsulas ou sua versão em pó. Tome a noite para dormir melhor e pela manhã para ter mais energia. Muita gente não entende ou não quer aceitar, mas na natureza encontramos tudo o que precisamos. Com conhecimento, conseguimos acesso ao que mais importa e nos tornamos pessoas mais saudáveis, limpas de medicamentos e mais felizes. Até a próxima! Colchões Bemglô – Jasmim Comprar

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS