Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

1343 resultado(s) encontrados.
  • Lurex Paula Torres

    Definitivamente, temos boas heranças da era glam. Além das combinações e modelagens marcantes, algumas tonalidades, efeitos, texturas e materiais parecem ser os novos protagonistas dos looks urbanos. Entre eles, o tão querido lurex. Já há algumas temporadas, ele vem aparecendo nas passarelas e ruas, mas, felizmente, não é apenas “amor de uma estação”. Ele está durando! Isso porque, os fios metálicos e sua família “brilhante” também não passa despercebida. Na temporada de Inverno 2017, Anthony Vaccarello levou botas de cano alto cobertas por strass. Sucesso absoluto! Para o próximo inverno, a shoemaker Paula Torres trouxe sua interpretação da tendência para botas com estrutura sock boots, que mistura elegância, modernidade e conforto (acima de tudo!). Dentro da cartela de metalizados, ela explorou o prata, como surgiu na passarela de Fall 2019 de Alberta Ferretti. Para as apaixonadas por preto, a versão criada por Paula traz um brilho discreto e muito cool. Entre as marcas que investiram forte no neutro queridinho das it-girls está a Balmain para o Inverno 2019 e a label Christian Louboutin. O tom marinho, que traz automaticamente um ar navy, vem com fios discretos, mas que trazem um contraste de texturas tão especial e sofisticado. Do outro lado, um jeito de inovar os calçados terrosos. Que tal acrescentar lurex cobre? A Azzaro fez esse mix em sua mais recente apresentação, mas com fundo preto. Nas botas, um jeito de transformar o visual monocromático em propostas fashionistas. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Três shapes de bolsas para usar já!

    A cada fim de fashion week, nos deparamos com uma infinidade de desejos. Independente do segmento (seja roupas, calçados ou acessórios em geral), a moda traz um supermercado de tendências. Isso porque, diferente do que acontecia nas décadas passadas, com suas estéticas tão bem definidas, a globalização favoreceu no desenvolvimento de uma democracia para usar diversos temas ao mesmo tempo. Por isso que, ao mesmo tempo que nos deparamos com bolsas micro, há maxibags em formato tote, hobo, com várias alças, vários tipos de texturas, cores e materiais. E, na última temporada, detectei a presença de shapes que acredito que vão balançar o coração das fashionistas. Aqui, três apostas para o próximo Inverno 2019! The Large Caryall é o nome dado para a it-bag que você pode carregar o máximo de objetos possíveis com apenas duas alças de mão de cada lado da estrutura. Fendi, Proenza Schouler, Giambattista Valli e Jil Sander investiram forte na tendência e lançaram versões de couro liso ou com pelos. A evolução do que conhecemos como pochete. Pense no formato tradicional da bolsa, mas aplicado a um cinto. Dolce&Gabbana e Prada apostaram na onda em coleções passadas, mas, agora, Emilio Pucci, Roberto Cavalli e Fendi trouxeram alguns modelos que remetem às peças já existentes. Na Fendi, a Baguette vira it-bag para prender na cintura e a bucket, da Pucci, surge em tamanho mini e em dupla. Ah, as bolsas fofas, com pêlos ou plumas. Uma tendência que apareceu com força há dois anos e, agora, está cada vez mais forte. Mistura de materiais, texturas, cores e shapes parecem ser o toque perfeito para decorar as bolsas. De Tod’s (com seu mix de animal print e pelúcia) à Prada, há combinações muito especiais para levar para o estilo urbano. Pronta para escolher a sua? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Rosana Bernardes: Shells

    Acho incrível como a natureza dá as graças em diversas criações na moda. E, quando falamos de elementos que vêm do mar, as conchas são as primeiras a ganhar a nossa memória. Afinal, a experiência clássica de quem frequenta as praias brasileiras é ver colares, brincos e pulseiras adornadas com conchas.  Mas, nas últimas passarelas, os acessórios têm se mostrado um tanto quanto modernos. Durante meus dias al mare, apostei em peças marcantes e cheias de contrastes da Rosana Bernardes. As combinações de cores e texturas são incríveis, com modernidade e elegância na medida. Veja como vermelho e dourado formam um match perfeito. Mas a proposta que traz branco e tons de bordô também reinventam os looks beachwear.  Já Claudia Bartelle apostou no brinco com estrela do mar metálica + pingente de concha no tom coral – até a cartela de cores segue o mood verão. Na passarela de Resort 2019 da Gucci, os brincos ganham diferentes proporções – e este é longo e, praticamente, o protagonista do visual. Sem dúvida, as conchas que encontramos na beira da praia tem uma relação com o estilo leve e livre da mulher brasileira. É tão gostoso levar esse mood do balneário para a vida urbana – e sentir um pouco desta atmosfera do litoral próxima de nós, até naqueles dias corridos. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Fall 19: Animal Print Boots

    Independente do estilo é preciso admitir que o animal print é considerado um clássico ou uma espécie de ”neutro”. Isso porque, antigamente, as padronagens desta família eram vistas como estética para ser usada em ocasiões muito específicas. Hoje, com a invasão do street style e sua série de fashionistas ousadas, não há mais regras. As peças de oncinha, zebra ou python estão por todos os lados, principalmente, no dia a dia. Durante a temporada de Inverno 2019, vi uma infinidade de looks compostos por botas estampadas. Para a semana de moda milanesa, apostei no visual que combina tons terrosos + amarelo e as animal print boots assinadas pela Aquazzura. Repare no contraste cool e elegante que o par dá na produção. Já nas passarelas, a ideia se repetiu nas coleções da Zimmerman e Ulla Johnson, cada uma com um comprimento de cano das botas. Quem anima em botas cobertas por python? Aqui, a nossa F*hits star Camila Coelho trouxe um mix especial de jaqueta jeans, cropped top com gola turtle neck, saia assimétrica e, claro, as botas. Mais uma vez o contraste da textura foi o ponto de destaque especialíssimo. O calçado também apareceu nas apresentações da Maryam Nassir Zadeh e Staud. Para o inverno da Longchamp, o mood foi provar que vale, sim, criar construções de looks com diversas estampas ao mesmo tempo + as python boots. Resultado? Puro sucesso! Paulinha Sampaio e Luiza Sobral, estrelas do F*hits, também investiram na estampa de cobra. Enquanto Paulinha optou por uma proposta que combina alfaiataria + camisaria em tons terrosos e off-white com as ankle boots python, a carioquíssima Luiza trouxe um toque urbano com a calça jeans com barra desfiada e assimétrica. Modernidade e sofisticação nas duas produções e ideias frescas para embarcar na tendência. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Fall 19: Bags

    A temporada de coleções de Inverno 2019 ainda não chegou ao fim, mas já estamos de olho nos shapes das it-bags que vão ganhar a atenção (e o coração) das fashionistas. Desde a New York Fashion Week, tenho visto que uma série de marcas está apostando em criações marcantes e modernas para ter espaço entre os itens de desejo do momento. Ah, as microbags! Quem lembra do modelo lançado pela Valentino há alguns anos, que servia para carregar apenas um batom? Então saiba que é hora de entrar de vez na onda e escolher uma bolsinha para chamar de sua. Nas passarelas da Jacquemus, Carolina Herrera e Brandon Maxwell, elas fizeram a diferença no styling dos visuais cool e sofisticados. E repare em como há formas tão criativas para dar vida ao acessório. Pelas ruas, Luiza Sobral já desfilava por aí com sua bolsa em formato redondo! Não é só matelassê não! Desta vez, os acolchoados surgem em formatos capitonê (com botões aplicados entre cada losango), lisos ou franzidos. Na passarela de Molly Goddard, a bolsa lembra um travesseiro; já na Simone Rocha, é um mix de volumes e costuras sem fim; nos looks de street wear, Paulinha Sampaio apostou na maxibag com capitonê. Chique e urbano na medida! Bolsas com alça de mão podem ser clássicas ou não! Roksanda e Staud investiram em estruturas tradicionais, como as modelagens hobo e retangular com alcinha, respectivamente. Do lado oposto, as grifes optaram por renovar alguns shapes e trazer argolas, materiais que lembram elástico ou criar a alça de forma orgânica, recortando dentro do formato da bolsa, como apresentado por Rejina Pyo.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Four Season New York Downtown

    Acompanhar o calendário de semana de moda internacional é delicioso. Vivemos experiências únicas com as marcas, assistimos a desfiles incríveis e conhecemos pessoas interessantíssimas. Compromissos incontáveis que fazem, no final do dia, a gente querer apenas um lugar tranquilo e aconchegante para descansar. Durante esse tempo de fashion weeks, escolher um hotel que te faça sentir ”home away from home” é essencial. Em Nova York, o F*hits team, composto por Paulinha Sampaio, Camila Coelho e Luiza Sobral, passou dias especiais no Four season Downtown, que, além dos serviços serem excepcionais, tem uma estética que vale uma foto em cada espaço. Assinado pelo escritório Robert A.M. Stern Architects, os ambientes têm detalhes elegantes e modernos. No clique, um festival de linhas que se veem no hall do elevador. Em outro ponto que vale um registro artsy, a escultura “Gold Book Tower” (ou Torre de Livros Dourados), do artista canadense Bruno Billio. Ao lado, a nossa F*hits star Camila Coelho a bordo de seu look golden + yellow para levar luz aos dias friozinhos na Big Apple.Para os últimos dias intensos de fashion week, o foco é desconectar e recarregar as energias no Spa do hotel. O contraste entre a atmosfera tranquila, elegante e toda a efervescência de Manhattan. A piscina, os tratamentos e todo o ambiente fecham com chave de ouro dias de muita moda. Come and feel this peace! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Dior Autumn/Winter 2019 Show

      Voltamos para Paris para acompanhar de perto os desfiles mais concorridos e deslumbrantes. Entre eles está a label francesa que mais vem se destacando nos últimos tempos, por ser desejável, acompanhar as mudanças comportamentais da sociedade e, claro, manter o seu DNA cada vez mais forte. Acompanhe ao vivo o desfile da marca Dior que acontece às 10:30h horário de Brasília.       Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fall 2019 in London: Roland Mouret, Pringle of Scotland e Ports 1961

    Londres é uma das capitais da moda que reúne marcas que me encantam. A atmosfera irreverente da cidade parece acrescentar pitadas tão únicas às criações, graças à herança das tribos jovens. Por isso, é provável encontrar experimentações e misturas super inusitadas. Algo que é possível ver em Milão e Paris, claro, mas na Inglaterra vem com muita força. Entre as marcas que mais apresentaram propostas que adorei está a Roland Mouret. Um dos estilistas favoritos da Duquesa de Sussex tem sido verdadeiramente franco ao desenvolver um estilo moderno à todas as mulheres, com todas suas pluralidades: de formas, estilos e vontades. É nítido o desejo do designer francês em ver pessoas confortáveis em suas roupas e, principalmente, em suas próprias peles. Sua coleção de inverno vai além e propõe desconstruir alguns padrões de gêneros e beleza. Hoje, vimos uma profusão de peças de alfaiataria para serem usadas a qualquer instante, mix de texturas que permeiam looks femininos e masculinos, tecidos fluídos, maxi coats (os teddy bears surgem ainda mais volumosos) e uma cartela riquíssima que brinca entre cores neutras e vibrantes. Um show para ouvir ao som de “Don’t Let Me Be Misunderstood”, para lembrar que somos todos iguais. Já na Pringle of Scotland, tradicionalíssima britânica que faz tricô há mais de 200 anos, pensou em focar nas qualidades naturais da lã, em vez de tentar ser muito complicado ou inovador. A paleta neutra era pontuada apenas por uma série de xadrezes brilhantes e tartans em grandes casacos, kilts e feitos com patchwork em blusas que acentuou a herança da marca. Adorei o pullover com a padronagem argyle em vermelho, preto, amarelo e nude.  Na Ports 1961, a diretora de criação Natasa Cagalj brincou com o que chamou de ”imperfeições”, que eram quase imperceptíveis à primeira vista, embora eles estivessem presentes na coleção desde o início, na lapela estendida de um blazer xadrez ou com uma parte da gola da camisa por cima de um dos casacos. Um dos mais chiques foi um casaco azul fofo, com uma espécie de gola poncho, que dá vontade de ficar enrolada dentro dele o inverno todo. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Beauty Trends for Fall 2019

    Assim como a série de peças superdesejáveis que a temporada nos traz, a beleza é outra questão que desperta o espírito desbravador nas fashionistas. Isso porque, mesmo que alguns visuais sejam carregados de cor ou efeitos, as combinações são tão encantadoras e dá aquela vontade de usar na hora. Para o Fall 2019, selecionei três tendências que surgiram nas apresentações com força e prometem não ficar apenas na passarela. A estética punk ainda serve de inspiração para várias marcas. Não só a rainha da moda punk Vivienne Westwood bebe da fonte da tribo inglesa para criar seus looks incríveis. No desfile da C, a sombra na cor laranja aparece bold e com toque fresco no visual fresco e clean. Nada de batom, nem máscara para cílios. Aqui, a pálpebra tem ponto de vibração impactante! Já Jeremy Scott apostou no esfumado preto nos olhos, como eyeshadow que contorna o canto interno inferior também. Bem dramático e cool. Para a Anna Sui, uma versão metalizada do verde fica acima da pálpebra móvel e completa a produção com peruca da mesma tonalidade. Os cabelos surgem presos com um detalhe bem feminino e delicado. Cada versão aparece com um nó diferente – alguns mais apertados e formando um coque, como na proposta chique de Brandon Maxwell, composta por vários entrelaçamentos no cabelo. Já na Jonathan Simkhai, a opção ganha ar cool no penteado ”preso, mas solto”, com nó largo.  Os olhos pretos são indispensáveis. Sombras nada simétricas e esfumados são o ponto alto da tendência. E vale tanto ”pincelar” em volta da pálpebra móvel, como na passarela da Proenza Schouler quanto na opção leve e solta de Tom Ford, com uma estética bem discreta. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Oversized

    “Go big or go home”, dita por Victoria Beckham, foi, sem dúvida, uma das frases que mais me marcou nas últimas temporadas. É incrível como algumas estéticas são impactantes e, mesmo com aquele primeiro ar de estranhamento, acabamos nos rendendo e entendendo exatamente o quanto são elegantes e modernas na mesma medida. As peças amplas, que são clássicas de algumas marcas, como Comme des Garçons, foi importante para a década de 1980 – em meio a tantas ombreiras e roupas glam. Nas passarelas de Inverno 2019, Carolina Herrera e Marc Jacobs apostaram fortíssimo em parkas e casacos oversized, respectivamente, em tonalidades contrastantes. Já a influencer Paulinha Sampaio apostou no visual bicolor com uma doudoune ampla.   Na The Row, um mix de suéter com gola turtleneck estruturadíssimo e um maxi coat minimalista, do jeito que as designers Ashley e Mary Kate Olsen adoram – e desfilam por aí. Para a Oscar de la Renta, o casaco parece ser, realmente, XXXXL. Repare nas mangas que não mostram as pontas dos dedos.   O estilista Tom Ford não deixou a tendência de fora do seu Inverno. Desta vez, ele apostou em uma peça com mood glacial e ampla de um jeito cool e sofisticado. Para a Monse, uma versão bicolor, com uma leve pitada esportiva na gola/capuz. Pronta para seguir o lema de Victoria Beckham? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Teddy

    Teddy bear, em inglês, significa ursinho de pelúcia ou, no mundo da moda, o casaco mais desejado do momento! Lançado pela Max Mara já há algumas temporadas, o Teddy Bear Coat foi um hit instantâneo e agora retorna para o street style com força absoluta – e versões desejo! Além de ser quentinho, o item é responsável por transformar o look sem muito esforço. Aqui, um match fashion: a minha escolha e das estrelas F🌟hits Camila Coelho e Luiza Sobral na cartela rosa que desponta como outra tendência da estação. Além do pink, as it-girls estão apostando em opções nas tonalidades terrosas, alaranjadas, bordô e, claro, as neutras. E há diferentes formas para ele ser usado. Desde visuais monocromáticos aos que trazem a peça como ponto de contraste. E vamos combinar? A vontade de se transformar em um “casulo” dentro de seu volume extravagante é irresistível Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: cetim de seda

    Se há um material que está presente, absolutamente, em todas as temporadas é o cetim de seda. Conhecido por embalar peças sofisticadas, principalmente evening dresses, o material tem ganhado cada vez mais espaço na moda urbana, graças à febre boudoir, que levou o underwear para os looks do dia. Nas ruas, há quem destaque as roupas acetinadas em visuais que trazem contrastes com outros itens mais casuais, como o jeans, ou que siga com os superfemininos sleepdresses por aí. Para a temporada de Fall 2019, uma série de marcas já mostrou sua preferência pelo tecido e apresentou propostas que seguem o “Sem Ocasião”, termo utilizado ultimamente para definir roupas que transitam entre diversos estilos e momentos. Na Priscavera, trouxe tonalidades refrescantes para a passarela, entre elas o verde menta e o coral, que surgiram em opções de alcinha ou mais fechados – com fenda! Para a Brandon Maxwell, o modelo frente única, clássico dos anos 1990, surgiu com match poderoso e brilhante, com direito a maxibrincos nada discretos. Já para Tom Ford e Dion Lee, nada de cores abertas ou com pitada fresh. O tom militar deu um toque de elegância de nível altíssimo, ainda mais em peças de shapes modernos. Na Kate Spade, a produção com ar girlie aparece com ainda mais destaque no modelo fúcsia acinturado, com contraste de gola amarela e o combo meias + sandálias em tom avermelhado. Para a vanguardista Vetements, o longo prata faz um revival da década glam de 1980 e mostra que o brilho do acetinado é cool sim! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Alert: Tons Terrosos

    Se há um estilo que consegue trazer os anos 70 com alta dose de modernidade, sem dúvida, é a combinação de terrosos em diversas texturas. Lembra da mistura de veludo cotelê e malha acetinada? Eis que a estética parece não ter parado no tempo e evoluiu em uma linguagem coerente com as ruas. Nossa estrela F🌟hits Camila Coelho sabia que a tendência viria e apostou ontem no look full brown Tibi para assistir ao desfile da grife. Repare no contraste cool entre a blusa turtleneck e o vestido com decote V de cetim. Ponto forte para renovar a produção para o dia. Já nas passarelas, três marcas elegeram a cor como protagonista – de Tory Burch com seu maxi coat cobrindo brilhos e estampas à Ulla Johnson com sua série de terracottas explorados de várias formas, inclusive em vestidos superfemininos de couro. Já na Dion Lee, o clássico dress coat em tonalidade clara é ideal para quem é fã dos tons neutros. Na Ami, o ton sur ton foi explorado nas peças de alfaiataria e na pólo, que trazem um ar boyish e elegante na medida certa. Com direito a pitadas de animal print terroso na camisa e nas botas, a Zimmermann desfilou uma proposta poderosa, composta por casaco e calça em uma tonalidade peanut. A sempre sofisticada Proenza Schouler investiu no cáqui para o visual monocromático. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fall 19: Tom Ford, Alexander Wang e Rodarte

    E foi dada a largada à temporada de Fall 2019 no hemisfério norte. Acabamos de sair da Semana de Alta Costura e já estamos mergulhadas em uma série de criações de fazer suspirar. Entre os principais nomes que já trouxeram boas novas para nós estão Tom Ford, Alexander Wang e Rodarte. Aos destaques! Desfilando fora de Nova York, a Rodarte foi a Los Angeles apresentar sua coleção riquíssima em detalhes, como sempre. Maxi babados, franzidos, volumes, assimetrias e transparências foram os pontos explorados pela marca, que sempre aborda uma estética superfeminina com alta dose de modernidade. Repare nos laços espalhados por todas as partes, tanto em aplicações quanto nas estampas – algumas em tamanho mini, outras em versão maxi. Se você estava esperando por muitas peças inspiradas nos belos anos 1980, acredite, Tom Ford deu uma aliviada no quesito brilho e shapes impactantes. Desta vez, o seu glamour esteve baseado em tecidos com certa fluidez, mas nem todos tão leves como parece óbvio. Há opções encorpadas, como na calça acetinada usada por Gigi Hadid que surge combinada ao blazer de veludo, transformando completamente as propostas monocromáticas. Além disso, o estilista investiu em um romantismo, com vestidos deslizantes e compostos por detalhes de correntes pesadas nos decotes. Um encontro cool entre o evening dress e elementos rocker/urban. E, falando em cena urbana, ninguém melhor que Alexander Wang para explorar caminhos ousados para a sua moda. Desta vez, não só as peças em tons dark fizeram parte do show, mas padronagens animais, como a pele de python serviu de ponto vibrante para os visuais, sendo a estampa com fundo colorido. Claro, cada peça de animal print teve encontro com itens clássicos do casualwear, entre camisas jeans, calça de couro e maxi camisas polo com modelagem assimétrica. Outro ponto especial foram as artes ”inacabadas” feitas nos casacos, que ganharam um toque fun, quando usados com calças de veludo. E esse foi apenas o primeiro dia de uma longa season. Preparados para o que vem por aí? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Acessórios de cabeça

    É hora de tirar os acessórios de cabelo da gaveta. Tudo o que tem cara de “antiguinho” voltou com tudo em 2019. Os cabelos volumosos dos anos 80, os tic-tacs dos anos 1990 e os chapéus esportivos… Agora, atenta para o retorno das mini presilhas, headbands e tiaras. Algumas são fininhas, outras mais grossas, de couro, plástico ou tecido. Nas passarelas, marcas como Miu Miu e Prada sempre exploram peças adornadas com brilhos, sejam eles delicados ou marcantes. A primeira investiu na versão coberta por cristais. Já na grife primogênita de Miuccia Prada, o modelo é maxi e volumoso, com contraste da cor branca com as aplicações de tachas para a sua jovem rebelde da coleção de Verão 2019. Para Simone Rocha, não só elementos brilhantes foram parte da tiara, mas plumas e pérolas também decoraram o acessório. Com referência vinda da dança, em específico das bailarinas, a diretora criativa da Dior, Maria Grazia Chiuri, apresentou uma headband com duas tiras que lembram os elásticos para prender o cabelo das dançarinas – ainda mais na cor rosada. Na Tom Ford, uma atitude oitentista tomou conta da coleção e ainda trouxe uma opção de faixa feita de couro e presa tal e qual era a forma usada na época. A F*hits Natasha Pinheiro investiu em uma tiara geométrica para um look casual fashionista, enquanto Luiza Sobral não economizou nas texturas e materiais para criar sua produção jacquard + jeans… e faixa de tecido! Durante a última viagem para a semana de moda de Alta Costura, elegi uma pince da marca francesa Alexandre de Paris, que vem com pontos de brilho que podem, inclusive, serem usados a noite ✨ Aquele detalhe prático e muito charmoso! . Acho que prender o cabelo, seja com um coque mais bagunçadinho ou aquele penteado elaborado, dá um toque de elegância ao visual – é uma marca registrada minha. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Hot duo: Vermelho e Laranja

    Quando cores quentes se encontram é uma injeção de energia sem erro! Atualmente, tenho visto tantos visuais que combinam diversos tons de vermelho e laranja de formas tão elegantes e modernas. E há quem diga que a dupla não funcionava muito bem junta, mas o jogo mudou. As it-girls abraçaram o truque de styling que traz a ideia de apostar nas tonalidades do mesmo grupo cromático e ”that’s it!”. No caso desse mix, é garantia de um resultado com vibe oitentista. Mesmo durante os dias de frio, que fogem da equação clássica do verão com sua cartela solar, as peças ricas em textura ganham seu ar fashionista. Para a noite de celebração em Paris, o casaco de pele fake bicolor Lafort é protagonista do look composto por pantalona vermelha, na minha modelagem preferida. Repare como os recortes em chevron trazem um ar cool e poderoso. Nas passarelas, a francesa Hermès investiu no full orange e deixou o red point para a bolsa. Já na Dion Lee, o encontro do duo acontece ao longo do vestido, que brinca com sobreposições e recortes, e o vermelho surge no acessório monocromático.Composições com contraste mais acentuado também são uma boa pedida. Vale trazer desde tons quase vinho ao lado de laranja vibrante ou criar produções que apresentam mais de uma opção das cores. Repare nas propostas da Prabal Gurung, com seu mix and match de cenoura, burgundy e vermelho mais aberto. No caso da Sacai, o trench coat surge com metades orange-red e bolsa da cor carmim. Para a Oscar de La Renta, o encontro entre o pullover turtleneck e maxi coat mostra uma sobreposição chique de vermelhos. A calça laranja é o xeque-mate para um outfit altamente fashionista! Pronta para usar o combo da vez? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Inside the Christian Dior: Designer of Dreams exhibition

    Se há uma sensação que a moda nos traz, com certeza, é de estar sonhando acordada. Imagine estar em um lugar, rodeada por peças icônicas que marcaram história, de uma das grifes mais importantes da história. A exibição “Christian Dior, Designer of Dreams”, no museu londrino Victoria & Albert, é, sem dúvida, este momento. Confesso que assistir a um desfile é sempre incrível, mas passear entre roupas, acessórios, perfumes e um material inédito da label é sem palavras. É emocionante ver uma construção de uma casa de moda tão cheia de amor e com um legado único. No dia que foi anunciada a exposição, lembro de já anotar na minha agenda que seria um dos meus ”to do’s” do início de 2019. E cá estou eu! A minha visita aconteceu durante a abertura para convidados e foi muito especial. Com abertura marcada para amanhã (sábado, dia 2 de fevereiro), ela já passou pelo Musée des Arts Décoratifs, em Paris, e agora ganha versão na capital inglesa. Há 60% de conteúdo inédito, reunindo mais de 500 objetos – entre eles fotografias, filmes, perfumes, ilustrações, revistas e itens de uso pessoal do fundador. Entre os destaques estão o vestido do 21° aniversário da princesa Margaret, a sala coberta por flores e, claro, as criações de alta-costura desenhadas por Monsieur Dior e seus sucessores. Uma verdadeira imersão na história da marca de luxo fundada em 1946, que continua a inspirar e manter a chama viva da liberdade, fantasia e criatividade. Além de toda a história da label, a mostra relata o fascínio do couturier pela cultura britânica, que inclui as irreverentes casas de campo, que, muitas vezes, serviram de palco para os desfiles da marca. Há alguns anos, a maison apresentou sua coleção de Cruise 2017 no Palácio de Blenheim, em Oxfordshire. Para quem estiver com viagem marcada para Londres, vale salvar no roteiro já! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Cartela Pastel

    Mesmo com a invasão das cores vibrantes nas ruas e passarelas, é incrível como a paleta pastel permanece em destaque. O segredo para incorporá-la sem exagerar na doçura é fugir de looks femininos e românticos e apostar na alfaiataria ou combinações mais modernas. Quanto mais oversized, melhor – vale, por exemplo, usar mais de uma peça ampla. Brinque sem medo com tons azuis, rosinhas, amarelos e lilases e no match improvável entre eles. Para o meu look aqui em Londres, apostei no maxi coat Joseph e na jogger pants Alexander Wang na mesma tonalidade de azul com a blusa rosa de gola alta de cashmere. Veja como a combinação é delicada, mas marcante ao mesmo tempo. O contraste entre tons suaves e modelagens over é a equação ideal para um look urbano e fashionista na medida. Nas coleções internacionais, do mint green ao amarelinho, passando pelos tie dye mais leves, uma série de inspirações para vários estilos. Na Tibi, o full blue surgiu no macacão soltinho e sem muitas intervenções de detalhes – exceto a amarração no cós, que forma um franzido discreto. Já no desfile de Marc Jacobs, o rosa foi protagonista do vestido que mistura características românticas – como as mangas bufantes longas, a flor na cintura, os babados na gola e o movimento sutil do modelo. Com um ar esportivo e moderno, Stella McCartney trouxe tons pastel com aparência lavada no tie dye. O verde menta apareceu em um look que traz transparência e shape mais justo. Enquanto isso na Escada, o amarelo pastel deu nova vida ao trench coat e à calça de alfaiataria. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Azul noite

    Blue, blue, blue. A mais recente temporada de Alta Costura trouxe uma infinidade de criações deslumbrantes com uma das minhas cores preferidas. O azul noite, que varia entre um tom royal e o escuro, deu o ar das graças em coleções estreladas. Na maioria dos casos, as tonalidades surgiram em visuais monocromáticos, com mistura de texturas e sobreposições inesperadas – e muito elegantes. Começando pelo combo cool da Givenchy, trazendo o paletó cropped ao lado do vestido de renda todo bordado. Aqui, a estilista Clare Waight Keller brincou com a alfaiataria adaptada e a leveza dos longos esvoaçantes. Já Jean Paul Gaultier apresentou um conjunto de tailoring com detalhes modernos. Há um trabalho de seda com tiras, que formam plissados e franjas tanto no blazer quanto na calça. No mood, apostei no vestido Barbara Bela, composto por veludo, bold flowers e transparências, para um cocktail especial. Com seu olhar luxuoso e poderoso, Elie Saab desfilou uma proposta que, com certeza, vai marcar os red carpets. O match decote princesa + fenda é infalível para as produções noturnas – e já dá para imaginar algumas atrizes vestindo a peça. A Zuhair Murad investiu nas assimetrias, com direito a bordados ricos, manga de um lado e pernas à vista! Já o sotaque italiano de Giorgio Armani ecoou nos looks da Armani Privé, trazendo um casaco com aplicação de franjas superfininhas. Detalhe: o estilista é fã absoluto das combinações de azul escuro – que está sempre presente nas suas coleções. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Spring 19 Couture: Valentino, Giambattista Valli e Jean Paul Gaultier

    Ah, a temporada de Alta Costura. Sempre um encanto sem fim. Cada apresentação é um verdadeiro sonho, com suas peças preciosas e shows que seguem à risca toda a proposta luxuosa e elegante da coleção. Diferente dos desfiles de Prêt-à-Porter, a Haute Couture é limitada e apenas algumas poderosas grifes podem participar. Um dos requisitos? O desenvolvimento das roupas são 100% manual, com direito a bordados, aplicações e cortes impecáveis. E na lista não poderia faltar Pierpaolo Piccioli – e suas criações surpreendentes. O estilista italiano é conhecido pela sensibilidade e forma de impactar com suas peças-desejo. Não só as roupas, mas os acessórios no geral também são destaque nas suas passarelas. Desta vez, ele deu foco além das roupas. Com um casting diverso, Piccioli trouxe diferentes gerações de modelos negras (entre Naomi Campbell e Ugbad Abdi) para vestir uma série de looks repletos de flores. Sejam eles em sobreposições, texturas, tonalidades, babados, volumes, camadas de saias, bordados, nos acessórios ou até na maquiagem (com cílios hipnotizantes), a versão da delicadeza e romantismo veio com uma leveza e elegância única. Já Giambattista Valli seguiu apresentando o seu savoir faire, com suas silhuetas alongadas, sofisticadas, luxuosas e modernas. Na passarela, uma divisão de momentos opostos. A primeira parte destacava vestidos curtos e justos com detalhes volumosos nas mangas ou bordados que cobriam jaqueta e minissaia. Por outro lado, o estilista também investiu nos longos, alguns com modelagens soltas e retas, outros ricos em bordados, plumas na barra ou em camadas generosas de tule. O clima náutico sempre fez rodeou Jean Paul Gaultier. O estilista-marinheiro mostrou listras e a cartela navy (com foco no marinho) de um jeito icônico e adaptando muito deste universo casual-chic para o luxo. E há referências das stripes tanto nas texturas das blusas peplum feitas com franzidos quanto nos vestidos assimétricos estampados, com linhas bold em black and white, e ombros/mangas com dose extra de volume. Já o azul cobriu o macacão metálico, também com cintura em evidência, em uma composição full blue – incluindo meias, sandálias e colar. Um jeito diferente de explorar o clima marítimo.     Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Pink and Yellow

    Pink ou amarelo? Na dúvida, os dois! A temporada de Couture trouxe bons exemplos para provar que a dupla pode ser uma combinação poderosa. Se antes era comum escolher uma delas para cobrir acessórios em looks mais sóbrios, hoje a moda vem mostrando uma série de referências para entrar completamente no mix and match das cores vibrantes. De um lado, o rosa, com toda sua estética romântica e cheia de feminilidade. Do outro, o tom solar, que dá uma injeção de energia ao visual sem muito esforço. Das opções mais claras às saturadas, vale acompanhar o mood de algumas das grifes que levaram suas propostas para as passarelas. Enquanto Ronald van Der Kemp elegeu o rosé como protagonista da cena e o amarelo vibrante para a camisa, Schiaparelli inverteu e deixou o sweet pink para as mangas bufantes amplas. Na ala dos contrastes impactantes, Alexis Mabille investiu em um modelo com ar oitentista, com direito à cintura marcada e maxi babado no decote. Por um caminho mais cool, Piepaolo Piccioli misturou as tonalidades mostarda e rosa em uma composição cool e superelegante para a coleção da Valentino. Já entre as produções monocromáticas, as cores ganharam opções de fazer as fashionistas suspirarem. O rosa, por sua vez, surgiu como quase saído de um conto de fadas. Elie Saab brincou com transparências e bordados luxuosos para seu vestido dos sonhos. A italiana Alberta Ferretti apostou na combinação da cartela rosada na sobreposição de diferentes materiais – sendo um deles estruturado e outro super leve e delicado. Na apresentação do mago dos vestidos-desejo Giambattista Valli, o rosa aparece em camadas de tule sem interferência de outros materiais. Para a família amarela, a Maison Rabih Kayrouz optou pela combinação de peças minimalistas e modernas, com cortes bem acabados e sofisticação na medida. Entre as marcas que desfilaram seus looks dentro do conceito de mescla de materiais texturizados está a Givenchy de Clare Waight Keller, que desfilou um modelo em linha A impecável, com um trabalho minucioso de composição de relevos e transparências, e Alexis Mabille, que reuniu detalhes, como aplicações de rendas, cinto e laços fininhos próximos à gola.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Haute Couture: Dior Spring 19

    Quando falamos de Semana de Alta Costura, automaticamente, falamos de um mundo dos sonhos. Um universo que permite uma série de fantasias e que nos surpreende. Incrivelmente, toda temporada segue esse script. Cada vez mais encantadora e cheia de motivos para nos fazer suspirar. Basta ver até onde os diretores criativos levam os seus shows, que mostram a roupa, como foco principal, em cenários de precisar de algum belisco. Desta vez, a responsável pela magia, quase literal, foi Maria Grazia Chiuri na apresentação da Dior. Ela, desde sua primeira estação na maison francesa, investiu em temas fortes, que trouxessem a mulher como protagonista não só da passarela, mas da cena em si. Ao chegar no Musée Rodin, já era esperado um espetáculo sensível. A entrada do desfile já entregava um picadeiro elegante, com lâmpadas penduradas em fios e um ambiente super aconchegante. Tanto a atmosfera quanto a coleção partiam da inspiração principal de Maria Grazia – a foto ”Dovima e os elefantes” clicada em um circo por Richard Avedon para Christian Dior em 1955. Antes mesmo das roupas ganharem os holofotes, um time de acrobatas de circo de Londres fez uma abertura com mulheres nos ombros de outras, trazendo o simbolismo de força e união feminina – ”que estamos juntas e tudo vai dar certo”. Já no que diz respeito às peças, um encanto sem fim. O tom mágico da vestimenta do circo mostrou seu espaço em roupas que lembravam as fantasias dos palhaços, mas feitas em organza, com destaque para transparência em pontos estratégicos, aplicações, franzidos e volumes. Saias bordadas ou incrustradas de paetês opacos são encurtadas como tutus que remetem aos códigos das acrobatas, domadoras e amazonas. Além dos pontos justos e curtos, há calças amplas e muito leves, estreitando no calcanhar, que também podem se tornar macacões suntuosos. Os shorts surgem com camisas brancas decoradas com babados ou fitas, que trazem a sensação de terem sido gastas com o tempo. Corsets em couro, listras de marinheiro e jaquetas pretas inspiradas na do domador de leões também surgem com sofisticação e uma pitada de modernidade. Entre os desejos absolutos (e que deixaram as fashionistas vidradas) estão os vestidos longos cobertos por plissados. Repare na leveza e nos ”desfiados” propositais com visual de franjas nos decotes. Fiquei maravilhada com os acabamentos tão bem feitos e que mostram um caminho tão fresco para a Alta Costura. As tonalidades também transmitem um romantismo e uma delicadeza que vai em encontro com toda simbologia que Maria Grazia buscou no seu espetáculo. E nos marcou completamente!   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Pré-Fall 19: Dior, Chloé, Schiaparelli e Stella McCartney

    A temporada de Pre-Fall 2019 segue firme e cheia de gás. É incrível como as coleções ”entre estações” estão cada vez mais fortes e ganhando atenção das grifes e fashionistas. No post anterior, mostrei quatro marcas que trouxeram propostas que, de certa forma, acredito que vão impactar (positivamente!) no guarda-roupa dos próximos seis meses. Mas não são somente aquelas apresentações que chamaram a minha atenção. Quem me conhece, sabe que faltaram algumas das minhas grifes preferidas na seleção. Dior? Stella McCartney? Estão aqui, com seus visuais deslumbrantes e que reinventam os códigos de feminilidade. Para começar, Maria Grazia Chiuri sempre surpreende. Desta vez, a diretora criativa da Dior apresentou uma série de peças inspirada no trabalho da artista ucraniana Sonia Delaunay. Na ficha histórica pintora há uma colaboração especial para a maison. Durante o período de Marc Bohan na casa, ela desenvolveu um vestido com detalhes artesanais para a cantora francesa Françoise Hardy. Para a o Pre-Fall, as criações trazem detalhes baseados nesta atmosfera e mostram um contraste moderno e urbano para a mulher de 2019. Os casacos surgem monocromáticos ou com padronagens em visuais com calça de alfaiataria ou jeans. As bomber jackets em verde militar encontram saias de renda de seda transparente. Na minha lista de produções-desejo estão os tricôs e saias mídi de lã com desenhos geométricos ou tingimento com efeito degradê. Outro ponto cool é a marcação da silhueta, com cintos finos que sobrepõem saias e jaquetas. Ao primeiro olhar, Natasha Ramsay-Levi passeou livremente pelos anos 70 e 80, trazendo uma pitada de glam herdada deste período. Sobreposições, combinações de tricôs texturizados, fendas estratégicas e modelagens soltas e despretenciosas guiaram as peças marcantes e transformadoras. Há um quê do período eduardiano em camisas turtle neck com gola foulard. Repare também nos prints florais, com aparência British vintage. Se é cor que você precisa, a Schiaparelli investiu forte no color blocking. E uma das minhas combinações preferidas ganha espaço e proporções especiais. Vermelho e rosa fazem match perfeito em itens altamente sofisticados e contemporâneos, como o macacão com franzidos, e no vestido com estampa de várias estátuas em um mix de efeitos e assimetrias. O pink também dá o ar das graças na t-shirt bicolor em look com calça de alfaiataria verde.  Stella, Stella, Stella! Obviamente não poderia faltar ela e sua maestria de nos fazer suspirar. Imagine que o seu Pre-Fall teve uma parcela grande de uma ocasião familiar especial. A designer foi com seu pai, Paul McCartney, assistir à versão para relançamento do longa Yellow Submarine. A partir desta experiência, com olhos atentos, Stella fez uma interpretação do figurino do filme, com doses do arquivo pessoal dos pais, trazendo uma mistura de modernidade, romantismo e, claro, o utilitarismo dos uniformes britânicos – usados por Paul. Há desde vestidos leves, assimétricos, com trabalho plissado, aos conjuntos de alfaiataria em pink ultra-vibrante, passando pelas capas de lã xadrez com recortes para os braços, que deixam detalhes em evidência, como as mangas fofas. E a moda não para de nos encantar! Após tantas coleções maravilhosas é hora de nos encantar com apresentações dos sonhos. Next stop?  Alta costura! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Pré-Fall 19: Burberry, Tibi, Max Mara e Victoria Beckham

    Foi dada a largada para a temporada de Pré-Fall 2019! As coleções vêm cheias de peças marcantes e tonalidades clássicas dos dias frios, com detalhes mais discretos, mas de forma repaginada. O trabalho surpreendente ficou por conta da combinação de texturas, materiais e na escolha das estampas certas. Desta vez, o destaque vai para as calças, que surgem em diversos shapes – entre alfaiataria mais sequinha, pantalona ou com ar esportivo. Na sua segunda criação estação para a Burberry, Riccardo Tisci confirmou o que estávamos esperando. A modernidade que o designer apresentou no Verão 2019, felizmente, permanece intacto – e super desejável. Os códigos tradicionais ganharam nova cara. Entre o mais famoso está o padrão TB, que remete às iniciais do fundador da grife Thomas Burberry e, nos últimos meses, estampa fachadas de lojas mundo afora. Para o Pre-Fall, o motivo aparece em combinação bicolor em ponchos acolchoados como ponto de cor em visuais monocromáticos. Outro ponto importante é o trench coat. Tisci parece se divertir quando dá novas propostas de materiais, cores e maneiras de criar looks com a peça. Adorei a versão em couro preto com a alfaiataria nude/terrosa. E, falando em tailoring, os conjuntos também ganham espaço com composições claras e detalhes elegantes. Repare na aplicação das tiras em couro tanto no blazer quanto na calça. A monocromia foi a palavra de ordem para a temporada da Tibi e Max Mara. Mas, mesmo com suas produções no mesmo tom da cabeça aos pés, há um toque de cor contrastante em alguns looks, como o combo amarelo + bordô e o clássico necessário black and white. No geral, a coleção tem uma leveza generosa, seja na modelagem dos tradicionais maxicoats da label italiana com manga curta ou na assimetria dos casacos da marca norte-americana.  Ela sempre surpreende! Victoria Beckham não deixa passar uma estação sem deixar as fashionistas com desejo. A estilista elegeu uma cartela que brinca com contrastes inteligentes e sofisticados. Há peças neon-cítricas e padronagens vibrantes, mas a conexão entre a coleção está nos neutros acinzentados, terrosos/nude e, claro, na dupla p&b. Diferente das outras labels, Victoria optou apenas por sapatos de salto alto nos pés. Há desde open boots a scarpins coloridos. E  vem mais novidades por aí!   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Must Read: três livros inspiradores

    O período de final-início de ano é perfeito para ficar um pouco offline e escolher um livro bom para ler.Dentro do ritmo frenético que vivemos é necessário dar aquela pausa para recarregar as energias e acalmar a mente. Afinal, recebemos uma enxurrada de informação e é preciso dar um reset. Nas minhas últimas viagens, aproveitei para pesquisar e ler algumas publicações. Aqui, selecionei três publicações que mais gostei de ler nos últimos tempos. E que são as minhas dicas para quem está nesta busca por boas leituras. O primeiro da lista é uma obra indispensável para a atualidade. Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre foi um casal que impactou muito o pensamento moderno e, sem dúvida, ambos eram brilhantes, corajosos e a frente do seu tempo. Escrito pela biógrafa Hazel Rowley, ”Tête-à-Tête” mostra a relação intensa e turbulenta os dois, além da coragem e força que tinham na época, com seu estilo de vida e ideias inovadoras. Em outras palavras, deu para entender muito bem como eles eram ”gente como a gente”. Em uma das minhas viagens para Londres, encontrei o “12 Regras para a vida”, escrito pelo psicólogo canadense Jordan Peterson. Como o título já entrega, o best seller traz os doze princípios profundos e práticos de como viver de forma leve e conectada com si mesmo. Inclusive, ele propõe uma busca por significados e dá algumas dicas que vale pensar a respeito. Uma delas? “Organize a sua casa antes de criticar o mundo”. ”Consciência Quântica” é uma publicação para ler com atenção e calma. É interessantíssimo e, por isso, a dedicação é redobrada. Confesso que tive um pouco de dificuldade, mas li em duas partes e foi ótimo. A história é sobre um físico indiano Amit Goswami, um dos principais líderes espirituais da atualidade, que se dedicou, há pouco mais de duas décadas, para difundir uma nova visão de mundo. Na realidade, é como se a física quântica fosse uma chave para a compreensão de nossa existência. O livro apresenta os princípios baseados nesta ciência para explicar pensamentos, sentimentos e intuições. Tudo aquilo que nos acompanha a vida toda. É um título maravilhoso! Formas deliciosas de alimentar a mente de boas energias e palavras sábias. Os quatro livros são daqueles que a gente começa e, sem ver o tempo passar, já acaba. E você, já leu algum deles? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Degrade

    É fato: o degradê é um dos efeitos preferidos entre as fashionistas. Clássico e presente na moda há gerações, ele é elemento democrático e funciona em diversas situações. Independente do estilo ou da tendência, é provável que você encontre versões encantadoras em visuais que combinam materiais de estruturas diferentes, entre tule, veludo, seda e cetim. Nas passarelas internacionais, o Verão 2019 foi repleto de opções poderosas, que provam a possibilidade de criar, inclusive, truques de styling modernos – e surpreendentes. Na Michael Kors, a saia azul de paetês encontra a camisa de modelagem ampla com amarração na cintura. Repare nesse encontro de estéticas – uma casual, outra com aquele ar de festa. Já a Off-White deu ao vestido um tom urbano, graças às mangas com cavas caídas (que remetem o shape japonês), em contraste com os babados na saia. Adorei a brincadeira monocromática com o azul das botas de couro. Cool! Das marcas que mais apostam no degradê, a Elie Saab se reinventa a cada temporada. Repare como a grife investe forte na versatilidade e, claro, os modelos transitam entre ocasiões, com bordados requintadíssimos, aplicações bordadas ou até mesmo franzidos. É possível levar alguns deles dos jantares sofisticados diretamente para as ruas, com algumas alterações nos acessórios, mas mantendo o ar chique e descontraído ao mesmo tempo – vide vestido laranja e amarelo, com a estética solar, e o pink. Além dos coloridos com brilho, como da passarela de Verão 2019 da Dundas, algumas labels apostam nos neutros e tons mais fechados. Na Dior, o branco encontra o verde acinzentado. Enquanto isso na norte-americana Marchesa, o vestido de festa traz a dupla p&b com uma elegância única e deslumbrante. E falta pouco para a próxima temporada de moda. Já tem suas apostas para o que vem de degradê por aí? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits:Acessórios com flores

    Entre os clássicos que vejo se reinventando na moda, sem dúvida, os acessórios com flores está entre os mais fortes das últimas temporadas.Quem me acompanha sabe que eu sou apaixonada por flores! Elas, por si só, trazem consigo uma leveza e uma delicadeza única. Inspiram beleza e um toque natural de sofisticação. Além de românticas e superfemininas, os designers estão trazendo uma pitada de modernidade e poder às peças de um jeito surpreendente. Brincos, colares e tiaras surgem repletos de pétalas e comprovam que as flores vão muito além da primavera, para serem usadas ao longo do ano, transformando visuais e, claro, o dia a dia. Há desde versões feitas em metal esmaltado, como o colar apresentado no Verão 2019 da Fendi às headbands de tecido da Dolce&Gabbana e Rodarte. O grande ponto da vez é o tamanho dos acessórios. Se antes eram pequenos e discretos, hoje eles são maiores e ganharam o posto de item impactante do visual – seja o look monocromático, neutro ou maximalista. E as fashionistas estão dando bons exemplos de como criar propostas inspiradoras. Nicole Pinheiro investiu no all white, com destaque para os brincos com pétalas brancas, miolo dourado e pingente verde. Já Luiza Sobral apostou no mix de tonalidades sóbrias para a produção, que trouxe vermelho mais fechado, preto e nude, e flower earrings metalizados. Uma série de criações que transitam entre diversos estilos e gostos. A versatilidade das peças florais também é incrível. Você pode usar em vários momentos, sejam eles casuais ou que pedem mais sofisticação. Essa democracia é o que deixa a moda ainda mais encantadora, especial e, claro, florida! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fhits around the world

    Seja na neve, no litoral ou no deserto. Inevitavelmente, as celebrações de final e início de ano dão aquela vontade de estar em algum paraíso. O meu dream team do F*hits optou por destinos especiais e que permitem recarregar as energias pertinho da natureza. A power blonde Helena Lunardelli escolheu Aspen, no Colorado, EUA, para esquiar, beber chocolate quente e aproveitar um pouco do frio clássico da região. No quesito estilo, ela apostou em peças elegantes e confortáveis, como as jaquetas acinturadas com capuz de pelo e calças de corte reto. Já Bruno Santos foi para Cancún aproveitar os dias ensolarados e mergulhar nas águas cristalinas mexicanas. No cenário dos sonhos, ele praticou alguns esportes aquáticos e conheceu cavernas incríveis.  Diretamente do Chile, a nossa F*hits mineira Constanza Fernandez, do blog Futilish, compartilhou cliques deslumbrantes. Há desde o Salar de Uyuni, passando pelo deserto do Atacama, ao Templo Bahá’í de Sudamérica, espaço sereno para contemplação espiritual, aberto a todas as crenças e religiões. Dica incrível para quem está pensando em conhecer um lugar inusitado e repleto de significados. Com um fuso mais adiantado, Carol Jannini foi a Austrália para admirar a beleza de cidades como Sydney e praias encantadoras do país, entre Coogee e Bronte Beach. Agora, a bela já seguiu viagem para a Nova Zelândia em busca de mais cenários apaixonantes. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Match: Makeup + Dress

    Se alguns anos atrás, combinar as cores de maquiagem e vestido era considerado, relativamente, duvidoso, acredite, o jogo mudou! Hoje, além de toda liberdade que temos para criar as composições com diversos tipos de texturas e cores, é possível investir em visuais monocromáticos – incluindo a beleza! As fashionistas já estavam de olho na tendência e, recentemente, no Golden Globe, as celebridades também mostraram suas formas de fazer match entre sombra + roupa. Mesmo com uma série de tonalidades clássicas (como terrosos, metalizados e neutros) para aplicar nas pálpebras, ainda existem opções que estão ganhando, aos poucos, as produções. A estrela Lili Reinhart apostou no nada convencional vermelho, que, aos poucos, vem ocupando o posto de cor ideal para deixar qualquer look moderno. Quem apostou no red fever foi Lalá Noleto para uma proposta elegante e poderosa. Já na ala dos rosados/pink, Helena Lunardelli e Camila Coelho optaram pela sombra mais forte e impactante. Entre azulados e esverdeados, as duas atrizes investiram em proporções diferentes para seguir o look monocromático. Lupita Nyong’o elegeu o azul para contornar olhos e cílios para seguir a mesma sintonia do vestido. Enquanto isso, Camilla Belle expandiu o verde pelas pálpebras e abaixo da linha d’água.  Para quem é fã absoluta dos metálicos, Paulinha Sampaio mostrou que quanto mais brilho, melhor! Sombra, brincos e vestindo seguem a mesma ideia do dourado, em texturas e materiais distintos, mas com aquele toque fashion e sofisticado que a gente sempre gosta de ver, se inspirar e experimentar. Afinal, os mundos da moda e beleza sempre se conectando e trazendo cada vez mais motivos para sonhar! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Acessórios com pedras

    No universo da joalheria e da bijuterias de luxo, as pedras estão entre os materiais que mais se destacam – sejam elas naturais ou artificiais. Há gemas preciosas, como esmeraldas, rubis, ametistas, turmalinas e água-marinhas, entre outras, que estão ganhando o papel de protagonistas em anéis, colares, brincos e pulseiras. Tenho visto que aquela cultura de evitar peças marcantes por ser sinônimo de ostentação já é completamente passado. Hoje, as fashionistas estão brincando com a combinação inesperada de acessórios e joias com pedras coloridas em visuais que trazem ares esportivos e casuais. Cool e sofisticado ao mesmo tempo! Nas passarelas, as grifes estão apostando em trazê-las de maneira moderna e com composições um tanto maximalistas. Na Giambattista Valli, dois braceletes com pedras brutas se encontram em alturas diferentes, com destaque para as gemas. Em outro look, o colar de corrente tem pingentes que misturam pedras de formas e tonalidades diferentes. Para a coleção de Spring 2019, Giorgio Armani apresentou o colar que combina plástico, metal e diversas versões com estética facetada. Já Dries Van Noten explorou o uso de vários anéis com pedras enormes e opções menores. Em solo brasileiro, Elisabete Gaspar é uma das designers que tem grande expertise em mesclar tonalidades de um jeito tão especial. Há coleções supercoloridas que exalam alegria, boas energias e, além de tudo, são o elemento certo para dar um toque de cor às produções neutras. Por outro lado, as pedras neutras, sejam elas nude ou sem cor, também sinalizam um movimento refinado. Nas coleções da Miu Miu, há sempre algum detalhe nas roupas ou acessórios, criando um contraste brilhante para dar aquela pitada perfeita de feminilidade. Outra forma interessante é usá-las em looks monocromáticos, especialmente, em opções impactantes. Helena Lunardelli apostou no visual all purple com texturas + brincos dourados com gota cristalina. Muito chique e contemporâneo! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS