Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

1354 resultado(s) encontrados.
  • Polimoda no QG F*hits

    Durante o nosso QG F🌟hits, no Shopping Cidade Jardim, tivemos uma série de encontros especiais. Entre eles, tivemos a alegria de receber Gabriele Moschin, Head of Education, Fashion Business & Art Direction da Polimoda, uma das escolas de moda mais importantes do mundo. Na minha primeira visita à universidade em Florença, no início deste ano, tive uma experiência deliciosa de conhecer seu atual diretor, Danilo Venturi, que conduz a Polimoda com fortes parcerias entre nomes importantes da indústria, o que torna o aprendizado ainda mais sério e profundo. Durante os dias na cidade, tive a minha aula especial falando sobre a influência e as transformações da mídia, do papel para o digital, do presente para o futuro. Foi um convite incrível! Tive a chance de ser a primeira brasileira a dar uma aula no programa “Randez-Vous” e compartilhar nosso conteúdo com alunos e pensadores vindos de mais de 70 países. Sem falar no seu histórico. Ela foi criada em 1986 a partir da parceria entre Emilio Pucci e o Fashion Institute of Technology (FIT) e, hoje, tem Ferrucio Ferragamo na presidência. Fortes relações e de peso! Recentemente, compartilhei uma novidade que me encheu de orgulho e felicidade. Fui convidada a assumir a mentoria da Pós-Graduação do curso de Fashion Marketing and Communications na Polimoda. Por outro lado, a alegria de poder receber Gabriele Moschin em nosso QG F*hits, o cantinho onde nos encontramos para celebrar a moda, foi único. Adorei compartilhar com ele o que temos de mais precioso por aqui: mentes criativas e cheias de amor pelo que fazem. O programa tem duração de 9 meses e começa em junho deste ano. Dentro da agenda há uma série de master classes, workshops e visitas à Pitti Uomo e semana de moda milanesa. Acredito muito nesta conexão entre a teoria e a realidade do trabalho. É um momento importante para os alunos refletirem sobre o convencional ou não convencional, o on e o offline, o aprendizado final de como usar imagens, números ou palavras para transmitir mensagens claras e eficazes para uma variedade de públicos. Neste link, mais detalhes e informações sobre as inscrições.   Poder compartilhar o meu conhecimento na área de mídias sociais digitais, com alunos e pensadores vindos do mundo todo é um grande presente. É poder devolver para o universo tudo de mais incrível que absorvi e aprendi todos esses anos no mercado. Gabrielle e Danilo, nos vemos em breve! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Power blonde: Helena Lunardelli na capa da L’Officiel Brasil

    É sempre uma alegria pura e profunda poder compartilhar o sucesso e o crescimento do nosso F*hits Team! Acredite: não há sensação melhor do que acompanhar a evolução de cada estrela. Entre elas está a minha power blonde Helena Lunardelli. Existe aqui uma história linda, que há 7 anos faz parte também da minha vida. Ela, além de musa e expert em maquiagem, é uma menina antenada, interessada em dar acesso às suas seguidoras, não só com informação de moda e beleza, mas se dedica a mostrar como trazer para a nossa realidade tropical o melhor do que há fora do Brasil. A boa nova é que agora a bela é capa da edição 66, que você pode encontrar nas bancas até o final de abril.  Desta vez, ela surge com styling super colorido e vibrante no editorial “Futuro Brilhante”, com peças modernas e elegantérrimas. Como destaque, Helena usa joias únicas assinadas pela querida e talentosa jewelry designer Elisabete Gaspar. Repare no brilho e nas tonalidades encantadoras de cada pedra. Quem me conhece sabe que sou fascinada por o universo da joalheria e confesso que dá vontade de ter todas!  Me envolvo nessa energia e vivo esse momento! Meu amor, minha amizade, lealdade a você, Helena! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Acessórios de cabelo

    É hora de tirar os acessórios de cabelo da gaveta. Tudo o que tem cara de “antiguinho” voltou com tudo em 2019. Os cabelos volumosos dos anos 80, os tic-tacs dos anos 1990 e os chapéus esportivos… Agora, atenta para o retorno das mini presilhas, headbands e tiaras. Algumas são fininhas, outras mais grossas, de couro, plástico ou tecido. Nas passarelas, marcas como Miu Miu e Prada sempre exploram peças adornadas com brilhos, sejam eles delicados ou marcantes. A primeira investiu na versão coberta por cristais. Já na grife primogênita de Miuccia Prada, o modelo é maxi e volumoso, com contraste da cor branca com as aplicações de tachas para a sua jovem rebelde da coleção de Verão 2019. Para Simone Rocha, não só elementos brilhantes foram parte da tiara, mas plumas e pérolas também decoraram o acessório. Com referência vinda da dança, em específico das bailarinas, a diretora criativa da Dior, Maria Grazia Chiuri, apresentou uma headband com duas tiras que lembram os elásticos para prender o cabelo das dançarinas – ainda mais na cor rosada. Na Tom Ford, uma atitude oitentista tomou conta da coleção e ainda trouxe uma opção de faixa feita de couro e presa tal e qual era a forma usada na época. A F*hits Natasha Pinheiro investiu em uma tiara geométrica para um look casual fashionista, enquanto Luiza Sobral não economizou nas texturas e materiais para criar sua produção jacquard + jeans… e faixa de tecido! Seja como vimos nas passarela da Dolce & Gabbana ou apresentada na coleção de Simone Rocha, a tendência ganha espaço para variações na forma de usar presilhas nas laterais – em dupla ou sozinha. Aqui, uma série de inspirações de Helena Lunardelli e Aletania. Como sempre, vale experimentar e encontrar a sua maneira de interpretar um movimento. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • K.Pro no QG F*hits

    Durante os dias do QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, a nossa agenda foi intensa. Talks, desfiles, eventos com master class, encontros com pessoas incríveis e por aí vai. Antes de começar, mesmo com essa série de compromissos, alguns dos pontos mais importantes é escolher os looks certos e apostar nos aliados de beleza perfeitos. Para os cabelos, a aposta foi na Caviar Color, a linha premium da K.Pro. Idealizada e desenvolvida pela engenheira química Camila Cerdeira, que possui um amplo conhecimento sobre as matérias primas, a K.Pro possui produtos com tecnologia de ponta, com as quantidades reais necessárias dos ativos para resultados superiores ao padrão de mercado de cosméticos para cabelos. Hoje em dia é essencial que cada item que você use respeite as necessidades do seu tipo de fio. Ou seja, entendendo o problema ou necessidade dos cabelos e não baseado apenas em modismos do mercado. Além de conhecer a filosofia da empresa, foi interessante entender cada detalhe dos produtos. Seja o “cheirinho bom” do produto ou sobre seus ingredientes. Na composição dos produtos, como shampoo, condicionador, máscara, leave-in, há extrato de caviar, óleo de semente de girassol, queratina hidrolisada, entre outros. Cada elemento é responsável por trazer benefícios e fazer parte de uma fórmula que desempenha um papel importante para a saúde do fio. Inclusive, a K-Pro trabalha com tecnologia sulfate free, que limpa delicadamente, melhora a fixação e durabilidade da coloração. Moramos em um país com uma enorme variedade de tipos de cabelos e é importante que as empresas de cosméticos olhem as necessidades de restauração e proteção, além de investir em uma novos formatos para acompanhar o nosso estilo de vida agitado. Nós mulheres precisamos ter aliados fortíssimos de beauté e fico muito orgulhosa de acompanhar de perto os lançamentos de marcas tão especiais. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O Inverno 2019 de Carol Bassi

    Sinto muita alegria em poder acompanhar a evolução de cada profissional que está por perto de mim. Um dos nomes que é fenômeno nas mídias sociais e fico muito feliz de estar por perto, como amiga e parte do F*hits team, é designer e influencer Anna Carolina Bassi. A cada estação ela é responsável por criar hits que se tornam desejo absoluto em tempo real. Com apresentação comemorativa de 5 anos de aniversário, durante o nosso QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, ela convida a todos para uma viagem no tempo, com parada estratégica nos anos 90.  Aqui, mangas estruturadas, muitas vezes amplas, cinturas altas e o look total jeans foram algumas das referências reinterpretadas para os dias de hoje, de encontro à rapidez e inovação que o mundo 4G pede. Símbolo da coleção, a cor prata aparece em tecidos como o tweed, fios especiais, blusas impecáveis de tricô e peças em sarja com aplicação de foil metalizado. O resultado? Peças com visual futurista, ultramoderno, mas com o DNA sofisticado da marca. A cartela de cores é pontuada pelo vermelho e diferentes tons de azuis que brincam livremente entre o cinza, branco e preto. O toque final parte da bota-meia em lurex prata, da colaboração assinada por Anna Carolina Bassi para Paula Torres. Uma apresentação de sucesso e que representa o trabalho de uma pessoa super determinada, criativa e cheia de amor pelo que faz. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • #MakeBChallenge no QG F*hits

    No ano passado, a Make B. de O Boticário lançou uma campanha chamada “Não Preciso, Mas Quero”, com a übermodel Gisele Bündchen como personagem para definir este novo poder de escolha. Um projeto que mostra o quanto é importante ser quem você é e respeitar cada beleza. Hoje, as mulheres cosmopolitas e sofisticadas buscam a maquiagem como ferramenta para dar aquele update, ou seja, destacar os nossos traços com elegância. Durante o QG do F*hits, conferimos de perto algumas novidades da marca, entre elas a nova máscara Make B. Explosion Effect, que deixa os cílios 13x mais alongados, 12x mais volumosos e 8x mais curvados. Testamos e o resultado foi aquela aparência de cílios marcados e impecáveis como acompanhamos nas últimas passarelas internacionais. Todo esse efeito é possível graças ao seu shape cilíndrico e fórmula enriquecida com partículas especiais que aderem facilmente sem acumular e permitindo que você construa o seu efeito preferido. Além disso, ele não borra e evita aquele olhar ‘panda’. Para mostrar este contraste, o F*hits team participou do #MakeBChallenge, um desafio que consiste em postar uma foto com um olho usando a máscara e um olho sem.  Quando a beleza oferece ferramentas para realçar o que temos de belo. Seja no universo da maquiagem ou perfumaria, é possível encontrar elementos que combinam com o nosso estilo e ocasião para dar aquele arremate no look. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O outono 2019 da Twenty Four Seven

    O QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, chegou ao fim e dá uma saudade daqueles dias deliciosos e ricos em inspirações. Afinal, é em uma atmosfera que reúne marcas e pessoas criativas e dispostas a compartilhar suas experiências e ideias para tornar a moda cada vez mais interessante. E, baseada nisso, lembrei de um exemplo especial. A marca Twenty Four Seven, fundada por Raphael Sahyoun, apresentou a sua coleção de Outono 2019 com uma história incrível. Tudo começou com a vontade de estender o prazer que foi assistir a série da Netflix “Tempo Entre Costuras” (adaptação do livro escrito por María Dueñas) e trazer a estética para o seu guarda-roupa prático, descomplicado e com charme para as mulheres de ritmo urbano. Pense em shapes perfeitos em tecidos naturais como linho, viscose e seda e a influência do utilitário com amarrações e fendas super femininas e aspectos rústicos desconstruídos, que remetem aos ares marroquinos.  As estampas e cartela de cores trazem opções naturais, blushes & tan, azuis e tons solares, que se juntam e criam possibilidades múltiplas dentro da coleção. Gosto das composições monocromáticas, que exploram detalhes, sejam viés pontuais ou até o uso de um acessório contrastante, como o cinto no look terroso. Uma série de peças perfeitas para a mulher moderna, forte e que busca informação de moda – e muita elegância. É exatamente para este tipo de consumidora, que não tem idade, mas tem atitude sofisticada e simplicidade nas suas ações. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Comfy Style: o aerolook perfeito

    Viajar confortável é o segredo para começar qualquer aventura – seja ela uma fashion week ou não. Diferente do passado, quando a aparência estava acima de qualquer bem estar (sim, a moda já foi essa), entrar um avião com peças de modelagens ideais para ficar horas sentada, com estrutura e tecidos maleáveis e ainda assim estar elegante. Entre as marcas que estão fazendo sucesso com seus comfy looks está a brasileiríssima Viviane Furrier. A designer aposta em criar produtos em knitwear, malha e tecido plano que combinem informação de moda e dêem aquela leveza aos visuais urbanos. Durante a última temporada de desfiles na Europa, investi em um total look cinza mescla por baixo do maxi coat preto com detalhes em amarelo. Repare em como é possível brincar com elementos de diversos universos em uma mesma proposta e ainda dar aquele toque de sofisticação na medida. Na lista de outras misturas que ficam bem para o aerolook contemporâneo, há blusas com shape soltinho, calças de pernas amplas, cardigãs e regatas, que podem ser neutras ou terem aquela pitada de cor para acender o look. Definitivamente, se teve algo que mudou nos últimos tempos, foi o conceito de ”roupa para viajar”. Não há nada mais fashionista que estar bem com a escolha das roupas certas para cada ocasião – e estar confortável não é só dentro do avião, mas em vários momentos do dia a dia. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Must know: Studio Casas para Studio Objeto

    Como sempre digo, tenho um verdadeiro fascínio por acessórios repletos de sentidos. Independente da estética, é importante entender o que cada peça representa – sua origem, combinação e o que ela pode representar para você. Isso, muitas vezes, tem algumas relações com experiências e gostos que não estão diretamente ligados aos produtos em si. Durante a semana de moda milanesa, aconteceu uma das minhas novas descobertas: os brincos, anel e pulseira assinados pelo arquiteto Studio Casas para Studio Objeto.  O criador da marca é o arquiteto Arthur Casas, que vem demostrando sua capacidade de criar diversidade e surpresa em seus projetos, ainda mais quando reúne influências cosmopolitas desde suas primeiras obras nos anos 80. Mas, fora das construções arquitetônicas, ele vem levando sua expertise em combinar elegância e inteligência em joias para o Studio Objeto, marca coordenada por sua esposa, a também arquiteta Ligia Costa. A dupla está trazendo linhas incríveis. Uma delas se chama Amorfa, composta por ouro, prata, ônix, cristal, diamantes e madrepérola em anéis e brincos com ar moderno e que valem como ponto de destaque fashionista do visual. Até porque há uma pitada artsy em cada item feito manualmente. Fico encantada por ver a capacidade única do artista em dominar diferentes escalas de expressão (da arquitetura ao design de joias). O Arthur tem um olhar de construir e reconstruir. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Lurex Paula Torres

    Definitivamente, temos boas heranças da era glam. Além das combinações e modelagens marcantes, algumas tonalidades, efeitos, texturas e materiais parecem ser os novos protagonistas dos looks urbanos. Entre eles, o tão querido lurex. Já há algumas temporadas, ele vem aparecendo nas passarelas e ruas, mas, felizmente, não é apenas “amor de uma estação”. Ele está durando! Isso porque, os fios metálicos e sua família “brilhante” também não passa despercebida. Na temporada de Inverno 2017, Anthony Vaccarello levou botas de cano alto cobertas por strass. Sucesso absoluto! Para o próximo inverno, a shoemaker Paula Torres trouxe sua interpretação da tendência para botas com estrutura sock boots, que mistura elegância, modernidade e conforto (acima de tudo!). Dentro da cartela de metalizados, ela explorou o prata, como surgiu na passarela de Fall 2019 de Alberta Ferretti. Para as apaixonadas por preto, a versão criada por Paula traz um brilho discreto e muito cool. Entre as marcas que investiram forte no neutro queridinho das it-girls está a Balmain para o Inverno 2019 e a label Christian Louboutin. O tom marinho, que traz automaticamente um ar navy, vem com fios discretos, mas que trazem um contraste de texturas tão especial e sofisticado. Do outro lado, um jeito de inovar os calçados terrosos. Que tal acrescentar lurex cobre? A Azzaro fez esse mix em sua mais recente apresentação, mas com fundo preto. Nas botas, um jeito de transformar o visual monocromático em propostas fashionistas. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Três shapes de bolsas para usar já!

    A cada fim de fashion week, nos deparamos com uma infinidade de desejos. Independente do segmento (seja roupas, calçados ou acessórios em geral), a moda traz um supermercado de tendências. Isso porque, diferente do que acontecia nas décadas passadas, com suas estéticas tão bem definidas, a globalização favoreceu no desenvolvimento de uma democracia para usar diversos temas ao mesmo tempo. Por isso que, ao mesmo tempo que nos deparamos com bolsas micro, há maxibags em formato tote, hobo, com várias alças, vários tipos de texturas, cores e materiais. E, na última temporada, detectei a presença de shapes que acredito que vão balançar o coração das fashionistas. Aqui, três apostas para o próximo Inverno 2019! The Large Caryall é o nome dado para a it-bag que você pode carregar o máximo de objetos possíveis com apenas duas alças de mão de cada lado da estrutura. Fendi, Proenza Schouler, Giambattista Valli e Jil Sander investiram forte na tendência e lançaram versões de couro liso ou com pelos. A evolução do que conhecemos como pochete. Pense no formato tradicional da bolsa, mas aplicado a um cinto. Dolce&Gabbana e Prada apostaram na onda em coleções passadas, mas, agora, Emilio Pucci, Roberto Cavalli e Fendi trouxeram alguns modelos que remetem às peças já existentes. Na Fendi, a Baguette vira it-bag para prender na cintura e a bucket, da Pucci, surge em tamanho mini e em dupla. Ah, as bolsas fofas, com pêlos ou plumas. Uma tendência que apareceu com força há dois anos e, agora, está cada vez mais forte. Mistura de materiais, texturas, cores e shapes parecem ser o toque perfeito para decorar as bolsas. De Tod’s (com seu mix de animal print e pelúcia) à Prada, há combinações muito especiais para levar para o estilo urbano. Pronta para escolher a sua? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Rosana Bernardes: Shells

    Acho incrível como a natureza dá as graças em diversas criações na moda. E, quando falamos de elementos que vêm do mar, as conchas são as primeiras a ganhar a nossa memória. Afinal, a experiência clássica de quem frequenta as praias brasileiras é ver colares, brincos e pulseiras adornadas com conchas.  Mas, nas últimas passarelas, os acessórios têm se mostrado um tanto quanto modernos. Durante meus dias al mare, apostei em peças marcantes e cheias de contrastes da Rosana Bernardes. As combinações de cores e texturas são incríveis, com modernidade e elegância na medida. Veja como vermelho e dourado formam um match perfeito. Mas a proposta que traz branco e tons de bordô também reinventam os looks beachwear.  Já Claudia Bartelle apostou no brinco com estrela do mar metálica + pingente de concha no tom coral – até a cartela de cores segue o mood verão. Na passarela de Resort 2019 da Gucci, os brincos ganham diferentes proporções – e este é longo e, praticamente, o protagonista do visual. Sem dúvida, as conchas que encontramos na beira da praia tem uma relação com o estilo leve e livre da mulher brasileira. É tão gostoso levar esse mood do balneário para a vida urbana – e sentir um pouco desta atmosfera do litoral próxima de nós, até naqueles dias corridos. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Fall 19: Animal Print Boots

    Independente do estilo é preciso admitir que o animal print é considerado um clássico ou uma espécie de ”neutro”. Isso porque, antigamente, as padronagens desta família eram vistas como estética para ser usada em ocasiões muito específicas. Hoje, com a invasão do street style e sua série de fashionistas ousadas, não há mais regras. As peças de oncinha, zebra ou python estão por todos os lados, principalmente, no dia a dia. Durante a temporada de Inverno 2019, vi uma infinidade de looks compostos por botas estampadas. Para a semana de moda milanesa, apostei no visual que combina tons terrosos + amarelo e as animal print boots assinadas pela Aquazzura. Repare no contraste cool e elegante que o par dá na produção. Já nas passarelas, a ideia se repetiu nas coleções da Zimmerman e Ulla Johnson, cada uma com um comprimento de cano das botas. Quem anima em botas cobertas por python? Aqui, a nossa F*hits star Camila Coelho trouxe um mix especial de jaqueta jeans, cropped top com gola turtle neck, saia assimétrica e, claro, as botas. Mais uma vez o contraste da textura foi o ponto de destaque especialíssimo. O calçado também apareceu nas apresentações da Maryam Nassir Zadeh e Staud. Para o inverno da Longchamp, o mood foi provar que vale, sim, criar construções de looks com diversas estampas ao mesmo tempo + as python boots. Resultado? Puro sucesso! Paulinha Sampaio e Luiza Sobral, estrelas do F*hits, também investiram na estampa de cobra. Enquanto Paulinha optou por uma proposta que combina alfaiataria + camisaria em tons terrosos e off-white com as ankle boots python, a carioquíssima Luiza trouxe um toque urbano com a calça jeans com barra desfiada e assimétrica. Modernidade e sofisticação nas duas produções e ideias frescas para embarcar na tendência. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Fall 19: Bags

    A temporada de coleções de Inverno 2019 ainda não chegou ao fim, mas já estamos de olho nos shapes das it-bags que vão ganhar a atenção (e o coração) das fashionistas. Desde a New York Fashion Week, tenho visto que uma série de marcas está apostando em criações marcantes e modernas para ter espaço entre os itens de desejo do momento. Ah, as microbags! Quem lembra do modelo lançado pela Valentino há alguns anos, que servia para carregar apenas um batom? Então saiba que é hora de entrar de vez na onda e escolher uma bolsinha para chamar de sua. Nas passarelas da Jacquemus, Carolina Herrera e Brandon Maxwell, elas fizeram a diferença no styling dos visuais cool e sofisticados. E repare em como há formas tão criativas para dar vida ao acessório. Pelas ruas, Luiza Sobral já desfilava por aí com sua bolsa em formato redondo! Não é só matelassê não! Desta vez, os acolchoados surgem em formatos capitonê (com botões aplicados entre cada losango), lisos ou franzidos. Na passarela de Molly Goddard, a bolsa lembra um travesseiro; já na Simone Rocha, é um mix de volumes e costuras sem fim; nos looks de street wear, Paulinha Sampaio apostou na maxibag com capitonê. Chique e urbano na medida! Bolsas com alça de mão podem ser clássicas ou não! Roksanda e Staud investiram em estruturas tradicionais, como as modelagens hobo e retangular com alcinha, respectivamente. Do lado oposto, as grifes optaram por renovar alguns shapes e trazer argolas, materiais que lembram elástico ou criar a alça de forma orgânica, recortando dentro do formato da bolsa, como apresentado por Rejina Pyo.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Four Season New York Downtown

    Acompanhar o calendário de semana de moda internacional é delicioso. Vivemos experiências únicas com as marcas, assistimos a desfiles incríveis e conhecemos pessoas interessantíssimas. Compromissos incontáveis que fazem, no final do dia, a gente querer apenas um lugar tranquilo e aconchegante para descansar. Durante esse tempo de fashion weeks, escolher um hotel que te faça sentir ”home away from home” é essencial. Em Nova York, o F*hits team, composto por Paulinha Sampaio, Camila Coelho e Luiza Sobral, passou dias especiais no Four season Downtown, que, além dos serviços serem excepcionais, tem uma estética que vale uma foto em cada espaço. Assinado pelo escritório Robert A.M. Stern Architects, os ambientes têm detalhes elegantes e modernos. No clique, um festival de linhas que se veem no hall do elevador. Em outro ponto que vale um registro artsy, a escultura “Gold Book Tower” (ou Torre de Livros Dourados), do artista canadense Bruno Billio. Ao lado, a nossa F*hits star Camila Coelho a bordo de seu look golden + yellow para levar luz aos dias friozinhos na Big Apple.Para os últimos dias intensos de fashion week, o foco é desconectar e recarregar as energias no Spa do hotel. O contraste entre a atmosfera tranquila, elegante e toda a efervescência de Manhattan. A piscina, os tratamentos e todo o ambiente fecham com chave de ouro dias de muita moda. Come and feel this peace! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Dior Autumn/Winter 2019 Show

      Voltamos para Paris para acompanhar de perto os desfiles mais concorridos e deslumbrantes. Entre eles está a label francesa que mais vem se destacando nos últimos tempos, por ser desejável, acompanhar as mudanças comportamentais da sociedade e, claro, manter o seu DNA cada vez mais forte. Acompanhe ao vivo o desfile da marca Dior que acontece às 10:30h horário de Brasília.       Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fall 2019 in London: Roland Mouret, Pringle of Scotland e Ports 1961

    Londres é uma das capitais da moda que reúne marcas que me encantam. A atmosfera irreverente da cidade parece acrescentar pitadas tão únicas às criações, graças à herança das tribos jovens. Por isso, é provável encontrar experimentações e misturas super inusitadas. Algo que é possível ver em Milão e Paris, claro, mas na Inglaterra vem com muita força. Entre as marcas que mais apresentaram propostas que adorei está a Roland Mouret. Um dos estilistas favoritos da Duquesa de Sussex tem sido verdadeiramente franco ao desenvolver um estilo moderno à todas as mulheres, com todas suas pluralidades: de formas, estilos e vontades. É nítido o desejo do designer francês em ver pessoas confortáveis em suas roupas e, principalmente, em suas próprias peles. Sua coleção de inverno vai além e propõe desconstruir alguns padrões de gêneros e beleza. Hoje, vimos uma profusão de peças de alfaiataria para serem usadas a qualquer instante, mix de texturas que permeiam looks femininos e masculinos, tecidos fluídos, maxi coats (os teddy bears surgem ainda mais volumosos) e uma cartela riquíssima que brinca entre cores neutras e vibrantes. Um show para ouvir ao som de “Don’t Let Me Be Misunderstood”, para lembrar que somos todos iguais. Já na Pringle of Scotland, tradicionalíssima britânica que faz tricô há mais de 200 anos, pensou em focar nas qualidades naturais da lã, em vez de tentar ser muito complicado ou inovador. A paleta neutra era pontuada apenas por uma série de xadrezes brilhantes e tartans em grandes casacos, kilts e feitos com patchwork em blusas que acentuou a herança da marca. Adorei o pullover com a padronagem argyle em vermelho, preto, amarelo e nude.  Na Ports 1961, a diretora de criação Natasa Cagalj brincou com o que chamou de ”imperfeições”, que eram quase imperceptíveis à primeira vista, embora eles estivessem presentes na coleção desde o início, na lapela estendida de um blazer xadrez ou com uma parte da gola da camisa por cima de um dos casacos. Um dos mais chiques foi um casaco azul fofo, com uma espécie de gola poncho, que dá vontade de ficar enrolada dentro dele o inverno todo. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Beauty Trends for Fall 2019

    Assim como a série de peças superdesejáveis que a temporada nos traz, a beleza é outra questão que desperta o espírito desbravador nas fashionistas. Isso porque, mesmo que alguns visuais sejam carregados de cor ou efeitos, as combinações são tão encantadoras e dá aquela vontade de usar na hora. Para o Fall 2019, selecionei três tendências que surgiram nas apresentações com força e prometem não ficar apenas na passarela. A estética punk ainda serve de inspiração para várias marcas. Não só a rainha da moda punk Vivienne Westwood bebe da fonte da tribo inglesa para criar seus looks incríveis. No desfile da C, a sombra na cor laranja aparece bold e com toque fresco no visual fresco e clean. Nada de batom, nem máscara para cílios. Aqui, a pálpebra tem ponto de vibração impactante! Já Jeremy Scott apostou no esfumado preto nos olhos, como eyeshadow que contorna o canto interno inferior também. Bem dramático e cool. Para a Anna Sui, uma versão metalizada do verde fica acima da pálpebra móvel e completa a produção com peruca da mesma tonalidade. Os cabelos surgem presos com um detalhe bem feminino e delicado. Cada versão aparece com um nó diferente – alguns mais apertados e formando um coque, como na proposta chique de Brandon Maxwell, composta por vários entrelaçamentos no cabelo. Já na Jonathan Simkhai, a opção ganha ar cool no penteado ”preso, mas solto”, com nó largo.  Os olhos pretos são indispensáveis. Sombras nada simétricas e esfumados são o ponto alto da tendência. E vale tanto ”pincelar” em volta da pálpebra móvel, como na passarela da Proenza Schouler quanto na opção leve e solta de Tom Ford, com uma estética bem discreta. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Oversized

    “Go big or go home”, dita por Victoria Beckham, foi, sem dúvida, uma das frases que mais me marcou nas últimas temporadas. É incrível como algumas estéticas são impactantes e, mesmo com aquele primeiro ar de estranhamento, acabamos nos rendendo e entendendo exatamente o quanto são elegantes e modernas na mesma medida. As peças amplas, que são clássicas de algumas marcas, como Comme des Garçons, foi importante para a década de 1980 – em meio a tantas ombreiras e roupas glam. Nas passarelas de Inverno 2019, Carolina Herrera e Marc Jacobs apostaram fortíssimo em parkas e casacos oversized, respectivamente, em tonalidades contrastantes. Já a influencer Paulinha Sampaio apostou no visual bicolor com uma doudoune ampla.   Na The Row, um mix de suéter com gola turtleneck estruturadíssimo e um maxi coat minimalista, do jeito que as designers Ashley e Mary Kate Olsen adoram – e desfilam por aí. Para a Oscar de la Renta, o casaco parece ser, realmente, XXXXL. Repare nas mangas que não mostram as pontas dos dedos.   O estilista Tom Ford não deixou a tendência de fora do seu Inverno. Desta vez, ele apostou em uma peça com mood glacial e ampla de um jeito cool e sofisticado. Para a Monse, uma versão bicolor, com uma leve pitada esportiva na gola/capuz. Pronta para seguir o lema de Victoria Beckham? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Teddy

    Teddy bear, em inglês, significa ursinho de pelúcia ou, no mundo da moda, o casaco mais desejado do momento! Lançado pela Max Mara já há algumas temporadas, o Teddy Bear Coat foi um hit instantâneo e agora retorna para o street style com força absoluta – e versões desejo! Além de ser quentinho, o item é responsável por transformar o look sem muito esforço. Aqui, um match fashion: a minha escolha e das estrelas F🌟hits Camila Coelho e Luiza Sobral na cartela rosa que desponta como outra tendência da estação. Além do pink, as it-girls estão apostando em opções nas tonalidades terrosas, alaranjadas, bordô e, claro, as neutras. E há diferentes formas para ele ser usado. Desde visuais monocromáticos aos que trazem a peça como ponto de contraste. E vamos combinar? A vontade de se transformar em um “casulo” dentro de seu volume extravagante é irresistível Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: cetim de seda

    Se há um material que está presente, absolutamente, em todas as temporadas é o cetim de seda. Conhecido por embalar peças sofisticadas, principalmente evening dresses, o material tem ganhado cada vez mais espaço na moda urbana, graças à febre boudoir, que levou o underwear para os looks do dia. Nas ruas, há quem destaque as roupas acetinadas em visuais que trazem contrastes com outros itens mais casuais, como o jeans, ou que siga com os superfemininos sleepdresses por aí. Para a temporada de Fall 2019, uma série de marcas já mostrou sua preferência pelo tecido e apresentou propostas que seguem o “Sem Ocasião”, termo utilizado ultimamente para definir roupas que transitam entre diversos estilos e momentos. Na Priscavera, trouxe tonalidades refrescantes para a passarela, entre elas o verde menta e o coral, que surgiram em opções de alcinha ou mais fechados – com fenda! Para a Brandon Maxwell, o modelo frente única, clássico dos anos 1990, surgiu com match poderoso e brilhante, com direito a maxibrincos nada discretos. Já para Tom Ford e Dion Lee, nada de cores abertas ou com pitada fresh. O tom militar deu um toque de elegância de nível altíssimo, ainda mais em peças de shapes modernos. Na Kate Spade, a produção com ar girlie aparece com ainda mais destaque no modelo fúcsia acinturado, com contraste de gola amarela e o combo meias + sandálias em tom avermelhado. Para a vanguardista Vetements, o longo prata faz um revival da década glam de 1980 e mostra que o brilho do acetinado é cool sim! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Alert: Tons Terrosos

    Se há um estilo que consegue trazer os anos 70 com alta dose de modernidade, sem dúvida, é a combinação de terrosos em diversas texturas. Lembra da mistura de veludo cotelê e malha acetinada? Eis que a estética parece não ter parado no tempo e evoluiu em uma linguagem coerente com as ruas. Nossa estrela F🌟hits Camila Coelho sabia que a tendência viria e apostou ontem no look full brown Tibi para assistir ao desfile da grife. Repare no contraste cool entre a blusa turtleneck e o vestido com decote V de cetim. Ponto forte para renovar a produção para o dia. Já nas passarelas, três marcas elegeram a cor como protagonista – de Tory Burch com seu maxi coat cobrindo brilhos e estampas à Ulla Johnson com sua série de terracottas explorados de várias formas, inclusive em vestidos superfemininos de couro. Já na Dion Lee, o clássico dress coat em tonalidade clara é ideal para quem é fã dos tons neutros. Na Ami, o ton sur ton foi explorado nas peças de alfaiataria e na pólo, que trazem um ar boyish e elegante na medida certa. Com direito a pitadas de animal print terroso na camisa e nas botas, a Zimmermann desfilou uma proposta poderosa, composta por casaco e calça em uma tonalidade peanut. A sempre sofisticada Proenza Schouler investiu no cáqui para o visual monocromático. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fall 19: Tom Ford, Alexander Wang e Rodarte

    E foi dada a largada à temporada de Fall 2019 no hemisfério norte. Acabamos de sair da Semana de Alta Costura e já estamos mergulhadas em uma série de criações de fazer suspirar. Entre os principais nomes que já trouxeram boas novas para nós estão Tom Ford, Alexander Wang e Rodarte. Aos destaques! Desfilando fora de Nova York, a Rodarte foi a Los Angeles apresentar sua coleção riquíssima em detalhes, como sempre. Maxi babados, franzidos, volumes, assimetrias e transparências foram os pontos explorados pela marca, que sempre aborda uma estética superfeminina com alta dose de modernidade. Repare nos laços espalhados por todas as partes, tanto em aplicações quanto nas estampas – algumas em tamanho mini, outras em versão maxi. Se você estava esperando por muitas peças inspiradas nos belos anos 1980, acredite, Tom Ford deu uma aliviada no quesito brilho e shapes impactantes. Desta vez, o seu glamour esteve baseado em tecidos com certa fluidez, mas nem todos tão leves como parece óbvio. Há opções encorpadas, como na calça acetinada usada por Gigi Hadid que surge combinada ao blazer de veludo, transformando completamente as propostas monocromáticas. Além disso, o estilista investiu em um romantismo, com vestidos deslizantes e compostos por detalhes de correntes pesadas nos decotes. Um encontro cool entre o evening dress e elementos rocker/urban. E, falando em cena urbana, ninguém melhor que Alexander Wang para explorar caminhos ousados para a sua moda. Desta vez, não só as peças em tons dark fizeram parte do show, mas padronagens animais, como a pele de python serviu de ponto vibrante para os visuais, sendo a estampa com fundo colorido. Claro, cada peça de animal print teve encontro com itens clássicos do casualwear, entre camisas jeans, calça de couro e maxi camisas polo com modelagem assimétrica. Outro ponto especial foram as artes ”inacabadas” feitas nos casacos, que ganharam um toque fun, quando usados com calças de veludo. E esse foi apenas o primeiro dia de uma longa season. Preparados para o que vem por aí? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Acessórios de cabeça

    É hora de tirar os acessórios de cabelo da gaveta. Tudo o que tem cara de “antiguinho” voltou com tudo em 2019. Os cabelos volumosos dos anos 80, os tic-tacs dos anos 1990 e os chapéus esportivos… Agora, atenta para o retorno das mini presilhas, headbands e tiaras. Algumas são fininhas, outras mais grossas, de couro, plástico ou tecido. Nas passarelas, marcas como Miu Miu e Prada sempre exploram peças adornadas com brilhos, sejam eles delicados ou marcantes. A primeira investiu na versão coberta por cristais. Já na grife primogênita de Miuccia Prada, o modelo é maxi e volumoso, com contraste da cor branca com as aplicações de tachas para a sua jovem rebelde da coleção de Verão 2019. Para Simone Rocha, não só elementos brilhantes foram parte da tiara, mas plumas e pérolas também decoraram o acessório. Com referência vinda da dança, em específico das bailarinas, a diretora criativa da Dior, Maria Grazia Chiuri, apresentou uma headband com duas tiras que lembram os elásticos para prender o cabelo das dançarinas – ainda mais na cor rosada. Na Tom Ford, uma atitude oitentista tomou conta da coleção e ainda trouxe uma opção de faixa feita de couro e presa tal e qual era a forma usada na época. A F*hits Natasha Pinheiro investiu em uma tiara geométrica para um look casual fashionista, enquanto Luiza Sobral não economizou nas texturas e materiais para criar sua produção jacquard + jeans… e faixa de tecido! Durante a última viagem para a semana de moda de Alta Costura, elegi uma pince da marca francesa Alexandre de Paris, que vem com pontos de brilho que podem, inclusive, serem usados a noite ✨ Aquele detalhe prático e muito charmoso! . Acho que prender o cabelo, seja com um coque mais bagunçadinho ou aquele penteado elaborado, dá um toque de elegância ao visual – é uma marca registrada minha. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Hot duo: Vermelho e Laranja

    Quando cores quentes se encontram é uma injeção de energia sem erro! Atualmente, tenho visto tantos visuais que combinam diversos tons de vermelho e laranja de formas tão elegantes e modernas. E há quem diga que a dupla não funcionava muito bem junta, mas o jogo mudou. As it-girls abraçaram o truque de styling que traz a ideia de apostar nas tonalidades do mesmo grupo cromático e ”that’s it!”. No caso desse mix, é garantia de um resultado com vibe oitentista. Mesmo durante os dias de frio, que fogem da equação clássica do verão com sua cartela solar, as peças ricas em textura ganham seu ar fashionista. Para a noite de celebração em Paris, o casaco de pele fake bicolor Lafort é protagonista do look composto por pantalona vermelha, na minha modelagem preferida. Repare como os recortes em chevron trazem um ar cool e poderoso. Nas passarelas, a francesa Hermès investiu no full orange e deixou o red point para a bolsa. Já na Dion Lee, o encontro do duo acontece ao longo do vestido, que brinca com sobreposições e recortes, e o vermelho surge no acessório monocromático.Composições com contraste mais acentuado também são uma boa pedida. Vale trazer desde tons quase vinho ao lado de laranja vibrante ou criar produções que apresentam mais de uma opção das cores. Repare nas propostas da Prabal Gurung, com seu mix and match de cenoura, burgundy e vermelho mais aberto. No caso da Sacai, o trench coat surge com metades orange-red e bolsa da cor carmim. Para a Oscar de La Renta, o encontro entre o pullover turtleneck e maxi coat mostra uma sobreposição chique de vermelhos. A calça laranja é o xeque-mate para um outfit altamente fashionista! Pronta para usar o combo da vez? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Inside the Christian Dior: Designer of Dreams exhibition

    Se há uma sensação que a moda nos traz, com certeza, é de estar sonhando acordada. Imagine estar em um lugar, rodeada por peças icônicas que marcaram história, de uma das grifes mais importantes da história. A exibição “Christian Dior, Designer of Dreams”, no museu londrino Victoria & Albert, é, sem dúvida, este momento. Confesso que assistir a um desfile é sempre incrível, mas passear entre roupas, acessórios, perfumes e um material inédito da label é sem palavras. É emocionante ver uma construção de uma casa de moda tão cheia de amor e com um legado único. No dia que foi anunciada a exposição, lembro de já anotar na minha agenda que seria um dos meus ”to do’s” do início de 2019. E cá estou eu! A minha visita aconteceu durante a abertura para convidados e foi muito especial. Com abertura marcada para amanhã (sábado, dia 2 de fevereiro), ela já passou pelo Musée des Arts Décoratifs, em Paris, e agora ganha versão na capital inglesa. Há 60% de conteúdo inédito, reunindo mais de 500 objetos – entre eles fotografias, filmes, perfumes, ilustrações, revistas e itens de uso pessoal do fundador. Entre os destaques estão o vestido do 21° aniversário da princesa Margaret, a sala coberta por flores e, claro, as criações de alta-costura desenhadas por Monsieur Dior e seus sucessores. Uma verdadeira imersão na história da marca de luxo fundada em 1946, que continua a inspirar e manter a chama viva da liberdade, fantasia e criatividade. Além de toda a história da label, a mostra relata o fascínio do couturier pela cultura britânica, que inclui as irreverentes casas de campo, que, muitas vezes, serviram de palco para os desfiles da marca. Há alguns anos, a maison apresentou sua coleção de Cruise 2017 no Palácio de Blenheim, em Oxfordshire. Para quem estiver com viagem marcada para Londres, vale salvar no roteiro já! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Cartela Pastel

    Mesmo com a invasão das cores vibrantes nas ruas e passarelas, é incrível como a paleta pastel permanece em destaque. O segredo para incorporá-la sem exagerar na doçura é fugir de looks femininos e românticos e apostar na alfaiataria ou combinações mais modernas. Quanto mais oversized, melhor – vale, por exemplo, usar mais de uma peça ampla. Brinque sem medo com tons azuis, rosinhas, amarelos e lilases e no match improvável entre eles. Para o meu look aqui em Londres, apostei no maxi coat Joseph e na jogger pants Alexander Wang na mesma tonalidade de azul com a blusa rosa de gola alta de cashmere. Veja como a combinação é delicada, mas marcante ao mesmo tempo. O contraste entre tons suaves e modelagens over é a equação ideal para um look urbano e fashionista na medida. Nas coleções internacionais, do mint green ao amarelinho, passando pelos tie dye mais leves, uma série de inspirações para vários estilos. Na Tibi, o full blue surgiu no macacão soltinho e sem muitas intervenções de detalhes – exceto a amarração no cós, que forma um franzido discreto. Já no desfile de Marc Jacobs, o rosa foi protagonista do vestido que mistura características românticas – como as mangas bufantes longas, a flor na cintura, os babados na gola e o movimento sutil do modelo. Com um ar esportivo e moderno, Stella McCartney trouxe tons pastel com aparência lavada no tie dye. O verde menta apareceu em um look que traz transparência e shape mais justo. Enquanto isso na Escada, o amarelo pastel deu nova vida ao trench coat e à calça de alfaiataria. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Azul noite

    Blue, blue, blue. A mais recente temporada de Alta Costura trouxe uma infinidade de criações deslumbrantes com uma das minhas cores preferidas. O azul noite, que varia entre um tom royal e o escuro, deu o ar das graças em coleções estreladas. Na maioria dos casos, as tonalidades surgiram em visuais monocromáticos, com mistura de texturas e sobreposições inesperadas – e muito elegantes. Começando pelo combo cool da Givenchy, trazendo o paletó cropped ao lado do vestido de renda todo bordado. Aqui, a estilista Clare Waight Keller brincou com a alfaiataria adaptada e a leveza dos longos esvoaçantes. Já Jean Paul Gaultier apresentou um conjunto de tailoring com detalhes modernos. Há um trabalho de seda com tiras, que formam plissados e franjas tanto no blazer quanto na calça. No mood, apostei no vestido Barbara Bela, composto por veludo, bold flowers e transparências, para um cocktail especial. Com seu olhar luxuoso e poderoso, Elie Saab desfilou uma proposta que, com certeza, vai marcar os red carpets. O match decote princesa + fenda é infalível para as produções noturnas – e já dá para imaginar algumas atrizes vestindo a peça. A Zuhair Murad investiu nas assimetrias, com direito a bordados ricos, manga de um lado e pernas à vista! Já o sotaque italiano de Giorgio Armani ecoou nos looks da Armani Privé, trazendo um casaco com aplicação de franjas superfininhas. Detalhe: o estilista é fã absoluto das combinações de azul escuro – que está sempre presente nas suas coleções. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Spring 19 Couture: Valentino, Giambattista Valli e Jean Paul Gaultier

    Ah, a temporada de Alta Costura. Sempre um encanto sem fim. Cada apresentação é um verdadeiro sonho, com suas peças preciosas e shows que seguem à risca toda a proposta luxuosa e elegante da coleção. Diferente dos desfiles de Prêt-à-Porter, a Haute Couture é limitada e apenas algumas poderosas grifes podem participar. Um dos requisitos? O desenvolvimento das roupas são 100% manual, com direito a bordados, aplicações e cortes impecáveis. E na lista não poderia faltar Pierpaolo Piccioli – e suas criações surpreendentes. O estilista italiano é conhecido pela sensibilidade e forma de impactar com suas peças-desejo. Não só as roupas, mas os acessórios no geral também são destaque nas suas passarelas. Desta vez, ele deu foco além das roupas. Com um casting diverso, Piccioli trouxe diferentes gerações de modelos negras (entre Naomi Campbell e Ugbad Abdi) para vestir uma série de looks repletos de flores. Sejam eles em sobreposições, texturas, tonalidades, babados, volumes, camadas de saias, bordados, nos acessórios ou até na maquiagem (com cílios hipnotizantes), a versão da delicadeza e romantismo veio com uma leveza e elegância única. Já Giambattista Valli seguiu apresentando o seu savoir faire, com suas silhuetas alongadas, sofisticadas, luxuosas e modernas. Na passarela, uma divisão de momentos opostos. A primeira parte destacava vestidos curtos e justos com detalhes volumosos nas mangas ou bordados que cobriam jaqueta e minissaia. Por outro lado, o estilista também investiu nos longos, alguns com modelagens soltas e retas, outros ricos em bordados, plumas na barra ou em camadas generosas de tule. O clima náutico sempre fez rodeou Jean Paul Gaultier. O estilista-marinheiro mostrou listras e a cartela navy (com foco no marinho) de um jeito icônico e adaptando muito deste universo casual-chic para o luxo. E há referências das stripes tanto nas texturas das blusas peplum feitas com franzidos quanto nos vestidos assimétricos estampados, com linhas bold em black and white, e ombros/mangas com dose extra de volume. Já o azul cobriu o macacão metálico, também com cintura em evidência, em uma composição full blue – incluindo meias, sandálias e colar. Um jeito diferente de explorar o clima marítimo.     Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Pink and Yellow

    Pink ou amarelo? Na dúvida, os dois! A temporada de Couture trouxe bons exemplos para provar que a dupla pode ser uma combinação poderosa. Se antes era comum escolher uma delas para cobrir acessórios em looks mais sóbrios, hoje a moda vem mostrando uma série de referências para entrar completamente no mix and match das cores vibrantes. De um lado, o rosa, com toda sua estética romântica e cheia de feminilidade. Do outro, o tom solar, que dá uma injeção de energia ao visual sem muito esforço. Das opções mais claras às saturadas, vale acompanhar o mood de algumas das grifes que levaram suas propostas para as passarelas. Enquanto Ronald van Der Kemp elegeu o rosé como protagonista da cena e o amarelo vibrante para a camisa, Schiaparelli inverteu e deixou o sweet pink para as mangas bufantes amplas. Na ala dos contrastes impactantes, Alexis Mabille investiu em um modelo com ar oitentista, com direito à cintura marcada e maxi babado no decote. Por um caminho mais cool, Piepaolo Piccioli misturou as tonalidades mostarda e rosa em uma composição cool e superelegante para a coleção da Valentino. Já entre as produções monocromáticas, as cores ganharam opções de fazer as fashionistas suspirarem. O rosa, por sua vez, surgiu como quase saído de um conto de fadas. Elie Saab brincou com transparências e bordados luxuosos para seu vestido dos sonhos. A italiana Alberta Ferretti apostou na combinação da cartela rosada na sobreposição de diferentes materiais – sendo um deles estruturado e outro super leve e delicado. Na apresentação do mago dos vestidos-desejo Giambattista Valli, o rosa aparece em camadas de tule sem interferência de outros materiais. Para a família amarela, a Maison Rabih Kayrouz optou pela combinação de peças minimalistas e modernas, com cortes bem acabados e sofisticação na medida. Entre as marcas que desfilaram seus looks dentro do conceito de mescla de materiais texturizados está a Givenchy de Clare Waight Keller, que desfilou um modelo em linha A impecável, com um trabalho minucioso de composição de relevos e transparências, e Alexis Mabille, que reuniu detalhes, como aplicações de rendas, cinto e laços fininhos próximos à gola.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS