Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

1375 resultado(s) encontrados.
  • Trend hits: Hats

    Se há uma peça que deixou de seguir tantas regras no guarda-roupa feminino, sem dúvida, o chapéu é um deles. Antigamente, ele era reservado para algumas ocasiões. Hoje, a moda vem aproximando as diversas opções do acessório no dia a dia – seja em visuais com propostas mais elegantes ou no casual/urbano de um jeito mais cool. E não há limitações quanto aos modelos. Há desde versões com abas longas ou curtas, com copas altas ou baixas. Aqui, o segredo é surpreender! Nas passarelas, as inspirações vêm com diversos shapes e combinações. Para a Maison Margiela, o chapéu tem copa alta e arredondada, com abas mais finas e menores, que contrasta com o look de alfaiataria irreverente – repare nos detalhes desenhados com giz, que simulam uma peça inacabada, ainda em construção. Com o mesmo tecido do vestido, a Chanel propôs uma criação que repete o padrão em black and white, dando uma pitada de sofisticação ao look. Já a Ralph & Russo procurou manter a vibração verde da produção no chapéu também, que traz uma assimetria na barra da aba. Enquanto isso, Alberta Ferretti investe no gray hat, com modelagem estruturada e uma fina fita passando pela aba. Entre as cores queridinhas estão o vermelho, que surge como ponto de cor para visuais monocromáticos neutros – a exemplo da proposta all black da Saint Laurent – ou do look colorido pastel. É uma pitada de modernidade na medida certa! O branco também entra forte na cena, com ar mais leve e versátil para os visuais diurnos. Nas composições, há desde o mix de peças de alfaiataria + white hat, como usado por Emma Watson e no Inverno 2019 da Alberta Ferretti, ao match de camisa + jeans. A moda vem provando que não há limites para usar determinados acessórios fora daquele contexto tradicional. E que vale, sim, brincar com propostas inesperadas e inspirar.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Collab Paula Torres e Helena Lunardelli: ELOS

    No início do mês passado, duas grandes parceiras e amigas se uniram para uma collab muito especial. Helena Lunardelli e a querida shoe maker Paula Torres criaram uma edição limitada (e desejo!) de sapatos handmade batizada “Elos”. Desse encontro, mules, scarpins e slippers, nos tons black, off-white e vermelho surgiram para serem usados do dia à noite, sem escala de interpretações. O grande destaque da coleção parte da aplicação de correntes, que simbolizam a união e a sincronicidade entre as pessoas, e trazem ainda mais contemporaneidade, estilo e personalidade aos novos modelos. O detalhe aparece nas opções prata e black.  Aqui, alguns looks para inspirar produções elegantes e urbanas. Na contramão das cores neutras, o color blocking voltou com tudo (e repaginado) em combinações de cores intensas, como o pink e vermelho. A dobradinha que apareceu nas coleções internacionais nos últimos anos se mantém como forte tendência da temporada. E o truque de styling vai além das peças de roupas. Acessórios e sapatos também compõem o truque de styling da vez. Repare como as mules no mesmo tom red mantém um contraste cool e chique no visual bicolor. Há também formas de criar produções elegantes com peças de alfaiataria ou jeans. A Helena mostra duas versões que são uma boa ideia para quem gosta de visualizar esta transição entre estilos e ocasiões. Além da mule com a corrente na parte do cabedal, ela mostra como usar o par com os elos no tornozelo. Looks neutros são perfeitos para brincar com o brilho das correntes. A Sophia Alckmin trouxe a opção vermelha para a produção all black. Já na minha escolha, combinei a saia mídi + jaqueta de verniz com as mules brancas, enquanto a Lalá Noleto elegeu malha branca e calça terrosa para usar com o modelo preto – inclusive, nos elos. Já pode querer uma de cada cor? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Fenty & Rihanna

    Conhecida como um dos nomes da música pop mais fortes da última década, Rihanna é considerada uma espécie de símbolo de força e empoderamento feminino. Há algum tempo, ela deu start a um projeto denominado Fenty x Puma que trazia suas ideias para criações modernas e urbanas, ao estilo tão desejado da cantora. Tempos mais tarde, ela lançou uma série de maquiagens que viraram febre na Fenty Beauty. Na semana passada, a estrela deu mais um passo muito importante na sua carreira fashion. A Fenty agora se tornou uma verdadeira marca de moda e entrou para a LVMH, um dos conglomerados de luxo mais importantes do mundo. O orgulho está também Rihanna ser a primeira mulher a começar uma grife do zero com tanta força no mercado dentro do grupo. Entre os itens que já entraram para a lista de desejo das fashionistas estão as peças de alfaiataria com modelagem maximizada, como o vestido-blazer, jaquetas-parka e camisas jeans com mangas volumosas. Já no segmento de acessórios, há sapatos de couro, óculos de sol com design super moderno e bijuterias com punhos de cristal e argolas gigantes de laca branca. Os produtos já estão disponíveis para venda online no sistema ”see now, buy now”. IMG_3719 Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: One Shoulder

    A assimetria é uma das grandes heranças fashion da década de 1980. Para a nossa sorte, a moda recicla e renova estéticas e, de bandeja, traz propostas cada vez mais desejáveis. Entre elas está a manga ou alça de um ombro só — também chamada de “One Shoulder”, que é a cara da brasileira. Afinal, a modelagem é ideal para usar em dias de calor ou com uma sobreposição em temperaturas mais frias. Em algumas passarelas, como na Saint Laurent, a tendência veio forte, com direito a brincadeiras de volumes e franzidos. Quem apostou no mood 80’s foi Isabel Marant. Na sua coleção de Spring 2019, a proposta one shoulder surgiu com manga bufante curta, com brilhos. Além das criações em tons neutros, com muita força do preto, há uma série de peças que ganha vida na cartela colorida. Entre as apostas estão amarelos, verdes, vermelhos, azuis e terrosos. Cada um deles com um combo de detalhes cheios de personalidade e elegância. As apostas de Camila Coelho, Lala Noleto, Raissa Santana e Natasha Pinheiro apontam novos ares para inspirar looks urbanos, sejam eles compostos por blusas, vestidos ou jumpsuits. Em visuais monocromáticos, a estrutura one shoulder mostra ser aliada em visuais que alongam a silhueta e dão toque marcante de feminilidade. Uma tendência moderna e sofisticada na medida! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Turquesa

    Tom clássico da cartela de verão, o turquesa surgiu em peso nas passarelas da última temporada de prêt-à-porter com propostas ideais para o inverno. Isso mesmo! A cor, baseada na tonalidade das gemas que combina azul e verde, ganhou interpretações elegantes e jovens em estéticas conceituais, com transparências e com uma brincadeira de sobreposições audaciosa. Alfaiataria + tricô + botas de couro? Sim! A italiana Max Mara apresentou sua versão monocromática, com direito a muitas texturas. Já a Fendi explorou materiais transparentes para um vestido que combina camisa e saia com plissado. Na Balenciaga, a estrutura maxi e fofa deu um toque de ousadia cool na medida certa no casaco, que se tornou o item protagonista do look. Entre os midi dress com franzidos fluidos, a Tibi trouxe o turquoise pastel, enquanto a Balenciaga manteve a vibração.  Para os acessórios, o destaque ficou para as bolsas cobertas pela cor. Na Salvatore Ferragamo, o couro texturizado foi o eleito para ser o elemento de contraste no visual. Enquanto isso na Chanel, o modelo Timeless Classic surgiu com textura fofa – e em sintonia com o tweed do vestido + tamanco. Match perfeito para usar de verão a verão. A Armani Privé desfilou itens statement durante a Semana de Alta Costura. A bolsa de tecido traz um contraste sofisticado com a roupa no mesmo tom. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • White Dress Refresh

    Ele pode ser moderno, elegante e romântico ao mesmo tempo. Há opções de comprimentos mini, midi e maxi. O vestido branco vai muito além das cerimônias religiosas ou das celebrações de fim de ano. Por ser um tom neutro, assim como o preto, ele combina com todas as cores e permite uma infinidade de acessórios. Além de instantaneamente iluminar a imagem de quem o usa, destacando o visual e transmitindo frescor e leveza. É aquela peça que você não vai querer deixar guardada no closet por muitos meses. Recentemente, tenho visto tantas versões que dão um tom repaginado e até ousado à peça que marcou algumas das grandes passarelas da estação – incluindo a maison francesa Dior e a norte-americana Carolina Herrera. Uma coincidência é que as duas marcas apostaram em trabalhos handmade, com transparência discreta graças aos materiais com pequenos vazados. Repare como ambas as criações são a cara das brasileiras. Com esse mesmo mood, investi no modelo com recortes e renda da Barbara Bela para o Dia das Mães. Aqui, Marcela Cartaxo, Luiza Sobral e Renata Rangel também criaram suas produções trazendo vestidos brancos com detalhes de vazados e bordados. Veja como cada uma fez uma interpretação cool! Marcela brincou com o contraste de sapatos mais pesados, enquanto Luiza elegeu sandália nude e Renata combinou o midi dress com rasteira metalizada. Para as propostas do dia a dia há também shirt-dress, Natasha Pinheiro elegeu uma shirt-dress com detalhe de punhos nas mangas bufantes. Já Nicole Pinheiro escolheu no longo com mix de padrões dourados na saia e mangas esvoaçantes, que deram um movimento tão fresh e sofisticado ao visual. Com shape lady like, Paula Feijó optou pelo vestido de comprimento mídi, que brinca com sobreposições de bolinhas. Entre as peças poderosas para a noite, há desde as clássicas modelagens com decotes mais discretos, como nas opções da Tom Ford, Valentino e usada pela Camila Coelho. Na escolha da Raissa Santana, a gola alta contracenou com o V neck do modelo assimétrico todo plissado. Chique! Constanza Fernandez apostou no vestido de alcinhas, enquanto Helena Lunardelli surgiu com um white dress composto por decote e fenda na medida certa! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Elle Fanning – Cannes 2019

    Quem está de olho no Festival de Cannes já deve estar com uma seleção de produções favoritas. Para esta edição, as celebridades que atravessaram o red carpet nos surpreenderam no quesito produção. E, acredite, se há um nome que está cada vez mais maduro quando o assunto é moda, sem dúvida, é Elle Fanning. A jovem de 21 anos, que foi convidada a ser jurada do evento, surgiu vestindo visuais extremamente poderosos. Entre eles, um longo floral com mangas protagonistas assinada por Pierpaolo Piccioli para a coleção de Verão 2019 de Alta Costura da Valentino. Adorei a beleza que ela escolheu – coque com trança e maquiagem superleve e corada.  Em outro momento, Elle trouxe um verdadeiro ícone da moda para os flashes. Entre os mais comentados do festival está o look que nada mais é uma releitura do tailleur Bar, criado por Christian Dior em 1947. A camisa com gola foulard–laço e mangas bufantes encontraram a saia volumosa. Exatamente o shape que Monsieur Dior é conhecido por ter marcado a década de 1950. Para arrematar, o chapéu com vazados. Chique em proporções altíssimas! A atriz também elegeu longos como o pink de Vivienne Westwood, que tem modelagem e decote que remetem às versões usadas por Maria Antonieta; o vestido fluido de seda com bordado de flor na cintura e mangas-capa da Gucci; além do modelito tomara-que-caia nude com aplicação de flores assinado pela Prada. Para arrematar os visuais, Elle investiu em pontos de luz com joias Chopard. É tão bom ver como a nova geração vem transformando completamente a moda. Ela, que tem uma forte relação com marcas e está presente nos principais front rows, mostra que o movimento fashion está cada vez mais vivo. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • QG Fhits no DFB

    Estar próxima ao mar é sempre renovador. Mas, na última semana, Fortaleza foi uma das casas do nosso QG F*hits durante a DFB, maior evento de moda autoral da América Latina. Em 2019, o evento celebra 20 anos de história! É incrível conhecer e acompanhar talentos que estão ganhando destaque no cenário fashion e que nos deixam ainda mais orgulhosas do nosso país. Foram dias intensos com desfiles e bons encontros, claro, sempre ao lado do meu dream team. Para nos recepcionar, tivemos as melhores anfitriãs de todas. As F*hits cearenses Paulinha Sampaio, Nicole e Natasha Pinheiro nos apresentaram mais sobre a cidade, além de terem nos feito sentir o mais em casa possível. Durante os dias ensolarados, tivemos uma série de novidades. Após o lançamento da coleção de rasteiras Flowers, a boa nova é que tivemos uma pop-up exclusiva da Paula Torres durante o nosso QG. Foi muito especial ter as peças-desejo da shoemaker no nosso espaço. Quem também brilhou nas passarelas foi Paulinha Sampaio que abriu o primeiro desfile da temporada: Almerinda Maria, regionalista forte, com tradição em trabalhar tecidos típicos do Ceará, como a renda Renascença e Richelieu. A coleção “Tropical Chic” de Almerinda Maria traz uma homenagem a Carmen Miranda, artista responsável por divulgar o samba no mundo. Entre as lembranças deliciosas das tardes do nosso QG estão os biscoitos Briejer. As delícias handmade de Fortaleza, com e-commerce que entrega por todo Brasil. Os favoritos das nossas estrelas F*hits e Friends F*hits: castanhas caramelizadas, alfajores, casadinhos e charutinhos de chocolate. Uma experiência sempre renovadora. Respirar a moda brasileira é presenciar vários eventos ao longo do nosso país e conhecer cada criador – seja ele estilista ou artesão, que dá vida aos materiais e cria verdadeiros sonhos. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Good Girl Dot Club: Carolina Herrera

    Quem acompanhou as redes sociais do F*hits esta semana viu que tivemos um encontro especialíssimo. A estilista Carolina Herrera e sua filha Carolina Herrera de Baez estiveram em São Paulo para uma ocasião incrível, o lançamento da edição limitada do do eau de parfum Good Girl Dot Drama, em meio a uma fabulosa exposição de vestidos de poá, símbolo da grife há mais de 30 anos. As bolinhas já foram usadas de mil maneiras: brancas sobre fundo preto ou coloridas em tons extravagantes; hiperbólicas ou sutis; impressas ou bordadas. As combinações foram e são infinitas, mas sempre estiveram no auge e a serviço dos seus valores: elegância, alegria de viver, carisma e mistério. Indiscutivelmente, Carolina Herrera é um dos grandes nomes da moda mundial e ícone de estilo. Um motivo muito especial me alegra ainda mais diante esse encontro. Ela começou sua carreira como estilista aos 40 anos, o que faz dela uma fonte de inspiração, para mim e tantas outras mulheres. Me aventurei na moda aos 25 anos, mas aos 40 fundei o F*hits, o que transformou completamente a minha vida. Compartilho, ainda, uma de suas frases e, talvez, a minha favorita: “Meu propósito na moda é trazer segurança e beleza ao vestir mulheres”. A primeira fragrância da família Good Girl foi lançada em 2016 e ele vai além do aroma: seu sucesso não se deve apenas à sua fórmula. Milhões de mulheres se identificaram com seu lema, It’s good to be bad uma filosofia que incentiva a adoção da dualidade: em nossa luz e escuridão e em nossa bondade e malícia, reside nossa força. A responsável pelo desenvolvimento dos perfumes é Carolina Herrera de Baez, filha da Sra. Herrera. Após a apresentação da versão polka dots da fragrância durante o dia, com presença em peso do F*hits, fomos a um jantar deslumbrante em uma casa no Morumbi, em São Paulo. Cada influencer estava com seu visual composto por peças assinadas pela estilista – há desde os clássicos vestidos lady like às modelagens assimétricas com pitadas de modernidade. IMG_3497 Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Resort 2020: Chanel, Louis Vuitton e Prada

    Diferente das semanas de moda tradicionais de prêt-à-porter, que acontecem em fevereiro-março e setembro-outubro, as apresentações de Resort (ou também chamadas de Cruise) acontecem em cidades distantes das suas sedes. Exceto Chanel que, com a decisão de Karl Lagerfeld, optou por permanecer em Paris e fomentar a movimentação da capital francesa que, segundo a prefeita da cidade (e amiga do diretor criativo da marca) Anne Hidalgo, precisava de uma mãozinha forte da moda. Após a morte do kaiser, aguardamos as próximas direções de Virginie Viard, sua sucessora, que manteve seu primeiro show nos domínios do Grand Palais. E, falando em Chanel, vamos ao grande e esperado desfile. Os olhos estavam atentos e ansiosos para saber quais seriam os caminhos que Virginie seguiria na maison francesa. Em um cenário de estação de trem, ela pontuou cidades que têm relação com a história da grife, entre Venise e Saint-Tropez, e fez seu debut entre plataformas que captavam raios da luz do sol. Na coleção com ar oitentista, cores e modelagens foram os pontos-chaves para retomar alguns clássicos da casa. A jaqueta de tweed surgiu em tons vibrantes e ao lado de leggings com letras formando “Chanel”. Os sapatos também seguiam uma cartela forte e fashionista – entre pinks e avermelhados. Virginie trouxe looks que remetiam aos uniformes das mulheres trabalhadoras, de décadas de 40 e 50, mas de forma renovada e com shapes mais interessantes e menos austeros. Outro hit que chamou muito a atenção foi o púrpura, seguido do lavanda, que apareceram visuais monocromáticos ou apenas em uma peça ou outra na produção. No mais, só provas de que há uma nova geração, com um novo olhar, para as criações icônicas de Coco Chanel e da era Lagerfeldiana. Apaixonado por arquitetura e todos cenários que envolvem curvas, Nicolas Ghèsquiere levou o Resort da Louis Vuitton para Nova York. Mais especificamente no próprioAeroporto Internacional John F. Kennedy, onde se encontra o TWA Flight Center, um terminal de passageiros que está fechado desde 2001. Com um visual que nos leva direto à década de 1980, a coleção nos entregou ombros marcados, mangas bufantes, calças de cintura alta e toques de cores intensas como o azul bic e fúcsia, que deixavam todas as produções ainda mais vibrantes. Há, claro, uma brincadeira de sobreposições de materiais na mesma peça, uma das características preferidas do designer.  Em uma segunda parte do desfile, Ghèsquiere acrescentou looks com grande dose de referência 80’s, com shapes curtos e volumosos, com destaque para a saia balonê, em versões listradas e monocromáticas – no caso, um rosa vibrante. A beleza, assinada por Pat McGrath, dá ainda mais força ao mood da década e traz uma atitude rocker, com lábios vermelhos, olhos contornados com preto e blush marcante. Enquanto isso, na semana anterior, a italiana Prada também desembarcou na Big Apple para mostrar suas criações de Resort. Desta vez, Miuccia Prada estava com ideias de trabalhar com o simples. No caso, o material eleito foi o algodão, que compôs uma coleção rica em detalhes – mas não deixou de dividir espaço com o nylon nas jaquetas. Havia desde blazers pretos e marinho, maxicasacos rosa pastel aos listrados tradicionais das camisas masculinas e xadrezes, que, eventualmente, encontravam florais pequenos e coloridos. Sempre com sobreposições que dão à silhueta uma forma ”Prada”, reta e sem revelar tanto a cintura. Havia também tops de camponeses com bordados à mão, botões listrados, jaquetas de estampa de chita e calças combinando, e ternos utilitários. Além de Dior, que já apresentou seu espetáculo em Marrakesh (e falei neste post), estas marcas mostraram ainda mais a importância de investir em coleções de Resort, algo que, antes, não era tão encarado com muita força. No calendário, ainda temos dois grandes desfiles: de Gucci, em Roma, e Giorgio Armani em Shangai. Claro, outras labels preferem lançar suas novidades em lookbooks com cenários e peças espetaculares. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Dior desire: 30 MONTAIGNE

    É incrível como a moda tem o poder de nos surpreender! Quando pensamos que encontramos a nossa peça preferida, que será insubstituível, aparece um novo desejo. Claro, não é questão de anular um queridinho ou outro, mas é acrescentar mais um item à wishlist. Na lista de it-bags, uma boa nova! E desenvolvida por quem entende muito bem deste universo dos acessórios e que, a cada temporada, apresenta uma bolsa que faz as fashionistas suspirarem. Maria Grazia Chiuri, a diretora criativa da Dior, acaba de mostrar a sua mais recente criação: a 30 Montaigne. Quem acompanha a maison francesa sabe que, por trás de cada nome/estética, tem uma história.  Como forma de homenagem ao lendário endereço de Alta Costura da Dior, fundada em 1946 por Monsieur Dior, o modelo é o que podemos chamar de timeless desire. Ele é retangular, clássico e versátil, ganhando inúmeras cores, estampas, ferragens douradas, as icônicas inicias “CD” e alças para serem levadas na mão, no ombro ou cruzadas ao corpo. A partir de agora, podemos esperar uma série de interpretações a cada estação – sempre adequadas dentro dos temas apresentados por Maria Grazia na passarela. Durante o lançamento, o F*hits team mostrou formas de usar a 30 Montaigne. É possível transitar entre visuais urbanos e elegantes, tanto para o dia quanto noturnos. Uma companheira versátil para minhas aventuras de moda pelo mundo. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Inspirações do Salão do Móvel Milão 2019

    A moda e a decoração têm um elo muito forte. A estética em si é interligada por formas, cores, estampas, texturas e materiais e, consequentemente, quem tem uma atração forte pelo mundo das passarelas também não resiste às criações para casa. Afinal, estamos sempre com aquela vontade de mudar a nossa casa de tempos em tempos. Com tanto envolvimento e inspiração, a gente acaba imaginando alguns detalhes nas nossas salas, por exemplo. Durante o último QG F*hits em Belo Horizonte, tivemos uma colaboração de uma marca de papéis de parede. Resultado? Tenho ideias para fazer algumas reformas nas minhas paredes. Assim como nós temos as fashion weeks, o universo do design/décor também tem sua semana de apresentações. O Salone del Mobile, que acontece em Milão, reúne grandes nomes do mercado, inclusive, as labels de luxo de moda. Louis Vuitton, Gucci e Fendi mostram seus lançamentos-desejo que faz qualquer fashionista morrer de amores – justamente por trazer essa conexão de códigos tradicionais de cada marca em móveis deslumbrantes. Desde 2012, a Louis Vuitton apresenta suas criações para a linha Objets Nomades. Entre as principais novidades estão as peças desenvolvidas em parceria (de longa data) com os irmãos Campana. Desta vez, eles criaram uma nova poltrona-casulo, chamada Bulbo, que parece com uma flor tropical construída a partir de uma sobreposição de pétalas em couro macio. Na série de itens que fizeram parte da exibição estão as Flower Field Cushions, do Atelier Oï; as poltronas Ribbon Dance, de Andre Fu; a cadeira Concretina, da Raw Edges; e o cenário composto por Lounge chair, Diamond screen e Lune chair de Marcel Wander. Elegância sem fim! Entre as marcas que apostam no maximalismo, Etro e Gucci dividem as atenções com suas peças um lado lúdico, divertido e colorido para a casa. Ambas trazem bordados e estampas de animais e outros motivos que costumam seguir a estética de suas coleções de moda. Repare nas almofadas supervibrantes – elas são perfeitas para transformar qualquer ambiente! Nas conterrâneas italianas, Versace e Fendi, caminhos opostos, mas cheios de alegria e personalidade. Na primeira, o paraíso Versace é composto por padronagens e uma cartela deliciosamente feminina. Já na label de Silvia Fendi, o nível de sofisticação atinge um nível altíssimo e garante uma combinação cool e chique, em um mix de cores neutras que dá uma certa atemporalidade ao ambiente.  E inspirações não faltam! Qual é a sua preferida? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Met Gala 2019

    Fashionista que é fashionista já começa o ano com contagem regressiva para o Met Gala. Os looks das celebridades são sempre os mais aguardados e, claro, é comum todos trazerem suas opiniões para as redes, principalmente, falando da relação com o tema de exposição do ano que acontece no Metropolitan Museum, em Nova York. Desta vez, o título da mostra é “Camp: Notes of Fashion”, que abriu ao público na última quinta-feira (9). “Notes on Camp” é a expressão americana usada pela autora e crítica de arte Susan Sontag para tentar definir o amor por tudo aquilo que é extravagante, exagerado, não-natural. O mistério de como seria interpretado esteticamente por cada estrela foi desvendado no red carpet. A começar pela chegada (quase performática) de Lady Gaga. A cantora e atriz não elegeu apenas um look, mas quatro! Todos eles foram assinados pelo estilista Brandon Maxwell – e a loira investiu em monocromáticos pink e preto. Sem dúvida, Gaga is back! Para mim, o momento mais aguardado da noite foi, definitivamente, a chegada da nossa F*hits star Camila Coelho. Ela foi a primeira digital influencer brasileira a ser convidada para o evento. O visual escolhido? Um longo desenvolvido especialmente por Diane von Furstenberg. Achei a estampa linda! Alegria, emoção e muito orgulho! Na ala dos pinks, Naomi, a anfitriã da noite Anna Wintour, Rosie Huntington Whiteley e Gisele desfilaram com propostas incríveis – repare nas texturas. Enquanto o primeiro trio investiu em materiais como plumas, a nossa para sempre übermodel surgiu com um longo plissado sustentável Dior. Chique! Tanto Dakota Johnson quanto Saoirse Ronans optaram por criações de Alessandro Michele para a Gucci. Claro, com direito a muito bordado e brilho. Sara Sampaio elegeu um ultravolumoso August Getty Atelier, enquanto Bella Hadid apostou no vestido-joia da Moschino – com recortes estratégicos poderosos. Quem surpreendeu na escolha foi Janelle Monáe, que apareceu com uma proposta surrealista para lá de fashionista. O modelo assinado por Christian Siriano ganhou os holofotes e conquistou uma série de fãs. Afinal, cada convidada não perdeu a chance de dar sua pitada de ousadia nos visuais.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Platform

    Ícone da geração glam da década de 1970, as plataformas já são consideradas um item atemporal. Diferente do revival que elas tiveram nos anos 1990, com um movimento que durou alguns poucos anos, hoje há uma série de indícios de que elas são admiradas e desejadas pelas fashionistas. Nas passarelas, Saint Laurent, Miu Miu e Dolce & Gabbana estão entre as marcas que trazem versões que se tornam hits absolutos a cada temporada. Entre os modelos preferidos estão as sandálias metalizadas. Para um visual moderno e superelegante, a F*hits influencer e designer Anna Carolina Bassi apostou no combo all black + gold heels da label italiana Aquazzura. Repare em como o calcado foi perfeito para dar um toque de luz à produção. A textura do couro com linhas traz um toque especial. Nas coleções, a Saint Laurent brincou com o shape de bico fino para a sandália preta de verniz. Já na Miu Miu, a maxi flor foi o centro das atenções no modelo de cetim terrosa. Para a Dolce&Gabbana, a proposta reuniu um mix de dourado e material espelhado da plataforma e salto, com certo glamour, evidenciando os códigos de requinte da grife. Além das platform sandals, scarpins e boots também receberam a estrutura altíssima. Para a Givenchy, Clare Waight Keller investiu no couro texturizado, com efeito croco, para o sapato de cabedal um pouco mais fechado. Com destaque para a tonalidade vibrante e os desenhos python, a Michael Kors trabalhou com uma opção de bota que remete às criações da década de 1980. Stella McCartney diminuiu um pouco a altura do salto, mas não dispensou a plataforma. Adorei o contraste de materiais do modelo monocromático terroso. O que me encanta na moda é ver como os designers estão buscando repaginar itens tão marcantes. A plataforma, sem dúvida, é uma delas. Um estilo estético que merece atenção – e que a gente use muito por aí! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Platform

    Ícone da geração glam da década de 1970, as plataformas já são consideradas um item atemporal. Diferente do revival que elas tiveram nos anos 1990, com um movimento que durou alguns poucos anos, hoje há uma série de indícios de que elas são admiradas e desejadas pelas fashionistas. Nas passarelas, Saint Laurent, Miu Miu e Dolce & Gabbana estão entre as marcas que trazem versões que se tornam hits absolutos a cada temporada. Entre os modelos preferidos estão as sandálias metalizadas. Para um visual moderno e superelegante, a F*hits influencer e designer Anna Carolina Bassi apostou no combo all black + gold heels da label italiana Aquazzura. Repare em como o calcado foi perfeito para dar um toque de luz à produção. A textura do couro com linhas traz um toque especial. Nas coleções, a Saint Laurent brincou com o shape de bico fino para a sandália preta de verniz. Já na Miu Miu, a maxi flor foi o centro das atenções no modelo de cetim terrosa. Para a Dolce&Gabbana, a proposta reuniu um mix de dourado e material espelhado da plataforma e salto, com certo glamour, evidenciando os códigos de requinte da grife. Além das platform sandals, scarpins e boots também receberam a estrutura altíssima. Para a Givenchy, Clare Waight Keller investiu no couro texturizado, com efeito croco, para o sapato de cabedal um pouco mais fechado. Com destaque para a tonalidade vibrante e os desenhos python, a Michael Kors trabalhou com uma opção de bota que remete às criações da década de 1980. Stella McCartney diminuiu um pouco a altura do salto, mas não dispensou a plataforma. Adorei o contraste de materiais do modelo monocromático terroso. O que me encanta na moda é ver como os designers estão buscando repaginar itens tão marcantes. A plataforma, sem dúvida, é uma delas. Um estilo estético que merece atenção – e que a gente use muito por aí! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Dior – Resort 2020

    E foi dada a largada à temporada internacional de Resort 2020. Mas já 2020? Sim, cá estamos nós, desvendando os mistérios do que é essa moda do futuro, rica em cultura, diversidade e tradição – uma combinação que funciona muito bem. Na Dior, Maria Grazia Chiuri bebe da sua fonte inesgotável de referências e, acredite, o que não falta é história para contar nesta marca. Uma das questões é: Por que a maison francesa escolheu Marrakesh para apresentar sua nova coleção? A resposta tem relação com outro nome que já passou pela grife e que criou um laço fortíssimo com a cidade marroquina. Yves Saint Laurent foi um dos diretores criativos que trouxe esse tempero para as criações nos anos 1960 – sem falar que o estilista era apaixonado por esta região. Desta vez, Maria Grazia foi além da inspiração. Os tecidos predominantes eram toile du jouy, mas em uma versão totalmente produzida como uma estampa de cera na cidade de Abidjan, na Costa do Marfim, por um ateliê chamado Uniwax. Na passarela, os toile du jouy surgiram em peças de alfaiataria, vestidos, casacos e blusas. Maria Grazia também desejou colaborar com várias artistas, incluindo Grace Wales Bonner e Mickalene Thomas, que, cada uma à sua maneira criativa, revisitou a icônica silhueta New Look. Além desta participação, outro encontro muito especial foi com Outro encontro cultural fortuito, com Sumano – tanto para a cenografia do espetáculo quanto para um dos casacos da coleção – mostrando o trabalho da associação em preservar o savoir-faire ancestral das tecelãs e fabricantes de cerâmica de Marrocos. As almofadas eram cobertas com tecidos artesanais pintados em henna e uma decoração com cerâmica pontuaram a arquitetura excepcional do Palácio El-Badi, que foi construído em 1578. Todos estes trabalhos manuais e tradicionais encontraram estéticas modernas e um tanto urbanas. Vestidos e jaquetas surgiram cobertas por bordados que formavam camuflados no clássico verde militar ou nas variações de azul, em uma brincadeira cool de sobreposições com saias com ilustrações coloridas ou p&b. Já nos tão esperados acessórios da estação, o destaque ficou pelo tramado de couro, tanto na icônica Lady Dior quanto nas shopping bags. Repare nas alças e texturas! Ambas criaram uma conexão fortíssima com a temática, mesmo um dos modelos tendo a estrutura all white. E, claro, a feminilidade permanece com a força de sempre! Cada look tem um elemento que lembra este poder das mulheres. Algo que Maria Grazia faz questão de destacar. Hoje, as peças da coleção se reconectam e a ideia de feminilidade transcende o gênero, como uma reinterpretação da história Dior. Bravo! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • SPFW: Gloria Coelho

    http://www.blogdaaliceferraz.com.br/wp-content/uploads/2019/04/Gloria-Coelho2.mp4 Agora foi a vez da temporada brasileira de moda apresentar suas apostas para a próxima estação. Fico encantada em ver que nós temos o nosso próprio movimento acontecendo por aqui, com um entendimento das marcas em relação ao consumidor brasileiro. Entre os nomes que mais admiro e, sem dúvida, representa muita história do universo fashion por aqui, está Gloria Coelho. Ela é conhecida por criar coleções que combinam um minimalismo elegante com detalhes e shapes arquitetônicos. Para o seu Verão 2020, a estilista mergulha em uma mistura de décadas e referências para, assim, criar o novo! E essa viagem da início nos anos 1950, década que as mulheres assumiram suas curvas e explorarem as primeiras possibilidades de moda praia. Da mesma época, o tule ganha movimentos refinados e acabamento de Alta Costura. Dos anos 1970, a liberdade dos surfistas vibra nas areias das praias e vai de encontro à naturalidade do movimento hippie: cabelos molhados, peles queimadas de Sol e pé no chão são alguns dos códigos da época interpretados por ela. Os anos 1980 ganham força em peças ultracoloridas e uma estética arrojada, com inspiração na estética Memphis. Entre os destaques está a parceria inédita: Gloria se une à nova estilista pernambucana Andreza Chagas e sua marca especializada em jeans sustentável, para criar uma linha cápsula com foco na universalidade das peças, provando que compartilhar conhecimento é a chave para as próximas gerações da moda Além das novidades, Gloria Coelho levou à passarela seus clássicos: as criações monocromáticas e combinações neutras. A dupla black and white ganha destaque em vestidos, casacos e bodies com recortes estratégicos, deixando pele em evidência, e sobreposições de detalhes e mistura de materiais, como no maxicoat preto com mix de lã e couro. Elegância e modernidade em um nível altíssimo! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend alert: Blazer

    Seja ele alongado, cropped ou na modelagem padrão, o blazer é um dos protagonistas da moda nos últimos tempos. Isto porque, com a invasão do street style, a peça ganhou novas interpretações e se desprendeu daquela estética sisuda dos anos 80 de escritório ou apenas usado em ocasiões formais. Hoje, o casaco de alfaiataria já divide espaço com camisetas, calças jeans, vestidos leves e elementos esportivos. Tudo para deixá-lo ainda mais apropriado para o universo urbano. Mas há quem o desafie para manter o full look alfaiataria e, ainda assim, ficar muito cool. Na passarela da norte-americana Tibi, o blazer surge ampliado, com decote profundo e shape mais solto, assim como a calça. Para os meus eleitos na composição do outfit, elegi a camisa com estampa de animal print em tons de cinza, black pants e a jaqueta de couro cinza. Enquanto isso, o ar boyish reina no visual apresentado pela Margareth Howell, com direito a um encontro clássico com a risca de giz e a camisa branda de algodão com gola larga. Já na proposta chique da Burberry, o diretor criativo Riccardo Tisci investiu na produção monocromática, brincou com o match de vestido leve, belt bag com cinto de correntes e, claro, o blazer. Com a mesma ideia de composição de cores, Stella McCartney trouxe o bege da cabeça aos pés, com sobreposições de jumpsuit + o casaco.  Trazer novas versões de como usar e desconstruir as simbologias de uma peças são dois desafios importantes para a fashionista atualmente. Claro, no caso do blazer, ele continuará sendo elegante, versátil e moderno, mas sempre há formas de inovar – e surpreender. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Silver

    Temporada vai, temporada vem e, independente da estação, o prateado está sempre entre as apostas das principais grifes. Isso é uma confirmação de que o metalizado, clássico da década de 1960 com seu ar futurista, se tornou um item indispensável do guarda-roupa das fashionistas. O principal sinal? Deixou de protagonizar apenas acessórios e agora domina full looks – sejam eles compostos por vestidos, macacões ou conjuntos. Independente do mood escolhido pelo diretor criativo, acredite, a modernidade é uma das características que, impreterivelmente, estão marcadas nos visuais. De Gareth Pugh, com seu casaco de gola chaminé estruturada, ao conjunto de Roberto Cavalli, é possível sentir esta sintonia entre propostas de labels tão distintas (Gareth costuma ter um olhar ultravanguardista dark, enquanto Cavalli segue uma estética superfeminina e sedutora). Em solo brasileiro, o prata também ganhou espaço em coleções especialíssimas. Na apresentação comemorativa de 5 anos de aniversário, durante o nosso QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, Carol Bassi convidou a todos para uma viagem no tempo, com parada estratégica nos anos 90. Aqui, mangas estruturadas, muitas vezes amplas, cinturas altas e o look total jeans foram algumas das referências reinterpretadas para os dias de hoje, de encontro à rapidez e inovação que o mundo 4G pede. Símbolo da coleção, a cor prata aparece em tecidos como o tweed, fios especiais, blusas impecáveis de tricô e peças em sarja com aplicação de foil metalizado. O resultado? Peças com visual futurista, ultramoderno, mas com o DNA sofisticado da marca. A cartela de cores é pontuada pelo vermelho e diferentes tons de azuis que brincam livremente entre o cinza, branco e preto. O toque final parte da bota-meia em lurex prata, da colaboração assinada por Anna Carolina Bassi para Paula Torres.  O metalizado silver, sem dúvida, merece certa atenção e é a opção perfeita para entrar em combinações urbanas. Vale brincar com peças básicas e esportivas sem medo. Mais um aliado da moda para ousar sem limites! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • QG F*hits – Minas Trend

    Se tem algo que me inspira e dá aquela alegria de participar é dos eventos que reúnem nomes da moda brasileira. Fico tão orgulhosa em ver a movimentação do mercado nacional em relação às criações e, claro, à valorização do nosso handmade, se destacando também internacionalmente. E, quando fazemos os nossos QGs durante as semanas de moda, conseguimos ter este contato cada vez mais próximo. Na última edição do Minas Trend, que aconteceu entre 9 e 12 de abril em Belo Horizonte, fizemos o nosso primeiro QG F🌟hits + Uni BH. Em sua 24ª edição, o maior salão de negócios de moda da América Latina traz para o Verão 2020 o tema “Em Dias de Sol” e uma programação ainda mais inclusiva e democrática. Além de desfiles coletivos abertos ao público, os participantes puderam assistir às palestras e fashion talks, aproveitar o espaço gastronômico e outras paradas culturais. Como sempre, os ambientes têm projetos que trazem estéticas fashionistas. Desta vez, a JVN ArtPapier Papéis De Parede trouxe novidades especiais para nós, como tie dye, técnica de tingimento artístico de tecidos com pegada 70’s. Ficou tão moderno! A maior importadora de papéis de parede do Brasil conta uma curadoria de itens modernos e de luxo que estão alinhados às tendências internacionais de moda. Já na seleção de móveis, a curadoria foi feita pela Quality Decorações e FOM com os puffs mais fofos e confortáveis ever. Aqui acima, um registro especial de uma tarde deliciosa que tive durante o evento. Fiz uma palestra sobre “Moda Contemporânea e Inovação: O papel das mídias sociais digitais”. Foi uma oportunidade tão linda para dividir minha expertise e compartilhar a história e objetivos do F*hits, primeira digital midia company brasileira, que reflete em sua essência meu propósito de vida e preenche de energia para trabalhar com amor todos os dias. E ver a platéia cheia? Pura felicidade! Como sempre, estou muito bem acompanhada durante os QGs. Paulinha Sampaio, Nicole Pinheiro, Helena Lunardelli e Constanza Fernandez estiveram por lá, junto a uma turma incrível de F*hits Friends vinda de todo país. Os looks? Especialíssimos! Cada integrante do F*hits team com produções fashionistas de acordo com seu estilo. Cada evento de moda é um momento para dividir e somar conhecimento e encontrar inspirações. O Brasil é rico em técnicas de confecção, matérias-primas e nomes criativos. Precisamos estar próximos e apoiar o crescimento do que é nosso. Sempre com amor! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Polimoda no QG F*hits

    Durante o nosso QG F🌟hits, no Shopping Cidade Jardim, tivemos uma série de encontros especiais. Entre eles, tivemos a alegria de receber Gabriele Moschin, Head of Education, Fashion Business & Art Direction da Polimoda, uma das escolas de moda mais importantes do mundo. Na minha primeira visita à universidade em Florença, no início deste ano, tive uma experiência deliciosa de conhecer seu atual diretor, Danilo Venturi, que conduz a Polimoda com fortes parcerias entre nomes importantes da indústria, o que torna o aprendizado ainda mais sério e profundo. Durante os dias na cidade, tive a minha aula especial falando sobre a influência e as transformações da mídia, do papel para o digital, do presente para o futuro. Foi um convite incrível! Tive a chance de ser a primeira brasileira a dar uma aula no programa “Randez-Vous” e compartilhar nosso conteúdo com alunos e pensadores vindos de mais de 70 países. Sem falar no seu histórico. Ela foi criada em 1986 a partir da parceria entre Emilio Pucci e o Fashion Institute of Technology (FIT) e, hoje, tem Ferrucio Ferragamo na presidência. Fortes relações e de peso! Recentemente, compartilhei uma novidade que me encheu de orgulho e felicidade. Fui convidada a assumir a mentoria da Pós-Graduação do curso de Fashion Marketing and Communications na Polimoda. Por outro lado, a alegria de poder receber Gabriele Moschin em nosso QG F*hits, o cantinho onde nos encontramos para celebrar a moda, foi único. Adorei compartilhar com ele o que temos de mais precioso por aqui: mentes criativas e cheias de amor pelo que fazem. O programa tem duração de 9 meses e começa em junho deste ano. Dentro da agenda há uma série de master classes, workshops e visitas à Pitti Uomo e semana de moda milanesa. Acredito muito nesta conexão entre a teoria e a realidade do trabalho. É um momento importante para os alunos refletirem sobre o convencional ou não convencional, o on e o offline, o aprendizado final de como usar imagens, números ou palavras para transmitir mensagens claras e eficazes para uma variedade de públicos. Neste link, mais detalhes e informações sobre as inscrições.   Poder compartilhar o meu conhecimento na área de mídias sociais digitais, com alunos e pensadores vindos do mundo todo é um grande presente. É poder devolver para o universo tudo de mais incrível que absorvi e aprendi todos esses anos no mercado. Gabrielle e Danilo, nos vemos em breve! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Power blonde: Helena Lunardelli na capa da L’Officiel Brasil

    É sempre uma alegria pura e profunda poder compartilhar o sucesso e o crescimento do nosso F*hits Team! Acredite: não há sensação melhor do que acompanhar a evolução de cada estrela. Entre elas está a minha power blonde Helena Lunardelli. Existe aqui uma história linda, que há 7 anos faz parte também da minha vida. Ela, além de musa e expert em maquiagem, é uma menina antenada, interessada em dar acesso às suas seguidoras, não só com informação de moda e beleza, mas se dedica a mostrar como trazer para a nossa realidade tropical o melhor do que há fora do Brasil. A boa nova é que agora a bela é capa da edição 66, que você pode encontrar nas bancas até o final de abril.  Desta vez, ela surge com styling super colorido e vibrante no editorial “Futuro Brilhante”, com peças modernas e elegantérrimas. Como destaque, Helena usa joias únicas assinadas pela querida e talentosa jewelry designer Elisabete Gaspar. Repare no brilho e nas tonalidades encantadoras de cada pedra. Quem me conhece sabe que sou fascinada por o universo da joalheria e confesso que dá vontade de ter todas!  Me envolvo nessa energia e vivo esse momento! Meu amor, minha amizade, lealdade a você, Helena! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Acessórios de cabelo

    É hora de tirar os acessórios de cabelo da gaveta. Tudo o que tem cara de “antiguinho” voltou com tudo em 2019. Os cabelos volumosos dos anos 80, os tic-tacs dos anos 1990 e os chapéus esportivos… Agora, atenta para o retorno das mini presilhas, headbands e tiaras. Algumas são fininhas, outras mais grossas, de couro, plástico ou tecido. Nas passarelas, marcas como Miu Miu e Prada sempre exploram peças adornadas com brilhos, sejam eles delicados ou marcantes. A primeira investiu na versão coberta por cristais. Já na grife primogênita de Miuccia Prada, o modelo é maxi e volumoso, com contraste da cor branca com as aplicações de tachas para a sua jovem rebelde da coleção de Verão 2019. Para Simone Rocha, não só elementos brilhantes foram parte da tiara, mas plumas e pérolas também decoraram o acessório. Com referência vinda da dança, em específico das bailarinas, a diretora criativa da Dior, Maria Grazia Chiuri, apresentou uma headband com duas tiras que lembram os elásticos para prender o cabelo das dançarinas – ainda mais na cor rosada. Na Tom Ford, uma atitude oitentista tomou conta da coleção e ainda trouxe uma opção de faixa feita de couro e presa tal e qual era a forma usada na época. A F*hits Natasha Pinheiro investiu em uma tiara geométrica para um look casual fashionista, enquanto Luiza Sobral não economizou nas texturas e materiais para criar sua produção jacquard + jeans… e faixa de tecido! Seja como vimos nas passarela da Dolce & Gabbana ou apresentada na coleção de Simone Rocha, a tendência ganha espaço para variações na forma de usar presilhas nas laterais – em dupla ou sozinha. Aqui, uma série de inspirações de Helena Lunardelli e Aletania. Como sempre, vale experimentar e encontrar a sua maneira de interpretar um movimento. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • K.Pro no QG F*hits

    Durante os dias do QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, a nossa agenda foi intensa. Talks, desfiles, eventos com master class, encontros com pessoas incríveis e por aí vai. Antes de começar, mesmo com essa série de compromissos, alguns dos pontos mais importantes é escolher os looks certos e apostar nos aliados de beleza perfeitos. Para os cabelos, a aposta foi na Caviar Color, a linha premium da K.Pro. Idealizada e desenvolvida pela engenheira química Camila Cerdeira, que possui um amplo conhecimento sobre as matérias primas, a K.Pro possui produtos com tecnologia de ponta, com as quantidades reais necessárias dos ativos para resultados superiores ao padrão de mercado de cosméticos para cabelos. Hoje em dia é essencial que cada item que você use respeite as necessidades do seu tipo de fio. Ou seja, entendendo o problema ou necessidade dos cabelos e não baseado apenas em modismos do mercado. Além de conhecer a filosofia da empresa, foi interessante entender cada detalhe dos produtos. Seja o “cheirinho bom” do produto ou sobre seus ingredientes. Na composição dos produtos, como shampoo, condicionador, máscara, leave-in, há extrato de caviar, óleo de semente de girassol, queratina hidrolisada, entre outros. Cada elemento é responsável por trazer benefícios e fazer parte de uma fórmula que desempenha um papel importante para a saúde do fio. Inclusive, a K-Pro trabalha com tecnologia sulfate free, que limpa delicadamente, melhora a fixação e durabilidade da coloração. Moramos em um país com uma enorme variedade de tipos de cabelos e é importante que as empresas de cosméticos olhem as necessidades de restauração e proteção, além de investir em uma novos formatos para acompanhar o nosso estilo de vida agitado. Nós mulheres precisamos ter aliados fortíssimos de beauté e fico muito orgulhosa de acompanhar de perto os lançamentos de marcas tão especiais. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O Inverno 2019 de Carol Bassi

    Sinto muita alegria em poder acompanhar a evolução de cada profissional que está por perto de mim. Um dos nomes que é fenômeno nas mídias sociais e fico muito feliz de estar por perto, como amiga e parte do F*hits team, é designer e influencer Anna Carolina Bassi. A cada estação ela é responsável por criar hits que se tornam desejo absoluto em tempo real. Com apresentação comemorativa de 5 anos de aniversário, durante o nosso QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, ela convida a todos para uma viagem no tempo, com parada estratégica nos anos 90.  Aqui, mangas estruturadas, muitas vezes amplas, cinturas altas e o look total jeans foram algumas das referências reinterpretadas para os dias de hoje, de encontro à rapidez e inovação que o mundo 4G pede. Símbolo da coleção, a cor prata aparece em tecidos como o tweed, fios especiais, blusas impecáveis de tricô e peças em sarja com aplicação de foil metalizado. O resultado? Peças com visual futurista, ultramoderno, mas com o DNA sofisticado da marca. A cartela de cores é pontuada pelo vermelho e diferentes tons de azuis que brincam livremente entre o cinza, branco e preto. O toque final parte da bota-meia em lurex prata, da colaboração assinada por Anna Carolina Bassi para Paula Torres. Uma apresentação de sucesso e que representa o trabalho de uma pessoa super determinada, criativa e cheia de amor pelo que faz. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • #MakeBChallenge no QG F*hits

    No ano passado, a Make B. de O Boticário lançou uma campanha chamada “Não Preciso, Mas Quero”, com a übermodel Gisele Bündchen como personagem para definir este novo poder de escolha. Um projeto que mostra o quanto é importante ser quem você é e respeitar cada beleza. Hoje, as mulheres cosmopolitas e sofisticadas buscam a maquiagem como ferramenta para dar aquele update, ou seja, destacar os nossos traços com elegância. Durante o QG do F*hits, conferimos de perto algumas novidades da marca, entre elas a nova máscara Make B. Explosion Effect, que deixa os cílios 13x mais alongados, 12x mais volumosos e 8x mais curvados. Testamos e o resultado foi aquela aparência de cílios marcados e impecáveis como acompanhamos nas últimas passarelas internacionais. Todo esse efeito é possível graças ao seu shape cilíndrico e fórmula enriquecida com partículas especiais que aderem facilmente sem acumular e permitindo que você construa o seu efeito preferido. Além disso, ele não borra e evita aquele olhar ‘panda’. Para mostrar este contraste, o F*hits team participou do #MakeBChallenge, um desafio que consiste em postar uma foto com um olho usando a máscara e um olho sem.  Quando a beleza oferece ferramentas para realçar o que temos de belo. Seja no universo da maquiagem ou perfumaria, é possível encontrar elementos que combinam com o nosso estilo e ocasião para dar aquele arremate no look. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O outono 2019 da Twenty Four Seven

    O QG F*hits, no Shopping Cidade Jardim, chegou ao fim e dá uma saudade daqueles dias deliciosos e ricos em inspirações. Afinal, é em uma atmosfera que reúne marcas e pessoas criativas e dispostas a compartilhar suas experiências e ideias para tornar a moda cada vez mais interessante. E, baseada nisso, lembrei de um exemplo especial. A marca Twenty Four Seven, fundada por Raphael Sahyoun, apresentou a sua coleção de Outono 2019 com uma história incrível. Tudo começou com a vontade de estender o prazer que foi assistir a série da Netflix “Tempo Entre Costuras” (adaptação do livro escrito por María Dueñas) e trazer a estética para o seu guarda-roupa prático, descomplicado e com charme para as mulheres de ritmo urbano. Pense em shapes perfeitos em tecidos naturais como linho, viscose e seda e a influência do utilitário com amarrações e fendas super femininas e aspectos rústicos desconstruídos, que remetem aos ares marroquinos.  As estampas e cartela de cores trazem opções naturais, blushes & tan, azuis e tons solares, que se juntam e criam possibilidades múltiplas dentro da coleção. Gosto das composições monocromáticas, que exploram detalhes, sejam viés pontuais ou até o uso de um acessório contrastante, como o cinto no look terroso. Uma série de peças perfeitas para a mulher moderna, forte e que busca informação de moda – e muita elegância. É exatamente para este tipo de consumidora, que não tem idade, mas tem atitude sofisticada e simplicidade nas suas ações. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Comfy Style: o aerolook perfeito

    Viajar confortável é o segredo para começar qualquer aventura – seja ela uma fashion week ou não. Diferente do passado, quando a aparência estava acima de qualquer bem estar (sim, a moda já foi essa), entrar um avião com peças de modelagens ideais para ficar horas sentada, com estrutura e tecidos maleáveis e ainda assim estar elegante. Entre as marcas que estão fazendo sucesso com seus comfy looks está a brasileiríssima Viviane Furrier. A designer aposta em criar produtos em knitwear, malha e tecido plano que combinem informação de moda e dêem aquela leveza aos visuais urbanos. Durante a última temporada de desfiles na Europa, investi em um total look cinza mescla por baixo do maxi coat preto com detalhes em amarelo. Repare em como é possível brincar com elementos de diversos universos em uma mesma proposta e ainda dar aquele toque de sofisticação na medida. Na lista de outras misturas que ficam bem para o aerolook contemporâneo, há blusas com shape soltinho, calças de pernas amplas, cardigãs e regatas, que podem ser neutras ou terem aquela pitada de cor para acender o look. Definitivamente, se teve algo que mudou nos últimos tempos, foi o conceito de ”roupa para viajar”. Não há nada mais fashionista que estar bem com a escolha das roupas certas para cada ocasião – e estar confortável não é só dentro do avião, mas em vários momentos do dia a dia. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Must know: Studio Casas para Studio Objeto

    Como sempre digo, tenho um verdadeiro fascínio por acessórios repletos de sentidos. Independente da estética, é importante entender o que cada peça representa – sua origem, combinação e o que ela pode representar para você. Isso, muitas vezes, tem algumas relações com experiências e gostos que não estão diretamente ligados aos produtos em si. Durante a semana de moda milanesa, aconteceu uma das minhas novas descobertas: os brincos, anel e pulseira assinados pelo arquiteto Studio Casas para Studio Objeto.  O criador da marca é o arquiteto Arthur Casas, que vem demostrando sua capacidade de criar diversidade e surpresa em seus projetos, ainda mais quando reúne influências cosmopolitas desde suas primeiras obras nos anos 80. Mas, fora das construções arquitetônicas, ele vem levando sua expertise em combinar elegância e inteligência em joias para o Studio Objeto, marca coordenada por sua esposa, a também arquiteta Ligia Costa. A dupla está trazendo linhas incríveis. Uma delas se chama Amorfa, composta por ouro, prata, ônix, cristal, diamantes e madrepérola em anéis e brincos com ar moderno e que valem como ponto de destaque fashionista do visual. Até porque há uma pitada artsy em cada item feito manualmente. Fico encantada por ver a capacidade única do artista em dominar diferentes escalas de expressão (da arquitetura ao design de joias). O Arthur tem um olhar de construir e reconstruir. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Lurex Paula Torres

    Definitivamente, temos boas heranças da era glam. Além das combinações e modelagens marcantes, algumas tonalidades, efeitos, texturas e materiais parecem ser os novos protagonistas dos looks urbanos. Entre eles, o tão querido lurex. Já há algumas temporadas, ele vem aparecendo nas passarelas e ruas, mas, felizmente, não é apenas “amor de uma estação”. Ele está durando! Isso porque, os fios metálicos e sua família “brilhante” também não passa despercebida. Na temporada de Inverno 2017, Anthony Vaccarello levou botas de cano alto cobertas por strass. Sucesso absoluto! Para o próximo inverno, a shoemaker Paula Torres trouxe sua interpretação da tendência para botas com estrutura sock boots, que mistura elegância, modernidade e conforto (acima de tudo!). Dentro da cartela de metalizados, ela explorou o prata, como surgiu na passarela de Fall 2019 de Alberta Ferretti. Para as apaixonadas por preto, a versão criada por Paula traz um brilho discreto e muito cool. Entre as marcas que investiram forte no neutro queridinho das it-girls está a Balmain para o Inverno 2019 e a label Christian Louboutin. O tom marinho, que traz automaticamente um ar navy, vem com fios discretos, mas que trazem um contraste de texturas tão especial e sofisticado. Do outro lado, um jeito de inovar os calçados terrosos. Que tal acrescentar lurex cobre? A Azzaro fez esse mix em sua mais recente apresentação, mas com fundo preto. Nas botas, um jeito de transformar o visual monocromático em propostas fashionistas. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS