Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

1302 resultado(s) encontrados.
  • Trend hits: Laise

    Definitivamente, a laise é a cara do verão, leve e ainda traz uma estética sofisticada – e com referências de handmade. O tecido tipicamente feito em algodão está entre os materiais que marcaram a década de 1960 em camisas, vestidos e batas na cor branca. Os seus motivos, muitas vezes florais, trazem contornos abertos com bordados. Para a temporada de Verão 2019, as grifes investiram em uma infinidade de modelos que trazem o material composto por desenhos diferentes. Há desde a versão ampliada da Zimmerman ao miúdo de Rebecca Taylor. Já na minha escolha para usar em uma tarde em Minas Gerais, o vestido longo deslumbrante Iorane ganha babados nas mangas e na barra, decote profundo e cintura levemente marcada. Entre o F*hits team, a tendência é uma das preferidas. Helena Lunardelli apostou em um jumpsuit all white com cinto largo para marcar a cintura. Lalá Noleto e Luiza Sobral escolheram vestidos com alça e modelagem ajustada ao corpo. Em solo inglês, Kate Middleton também é fã do material e, volta e meia, surge a bordo de peças superfemininas e elegantes. Pronta para entrar no verão com o seu modelito feito com laise? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Christmas time: Natal Shopping Cidade Jardim

    Definitivamente, se tem uma época do ano que voltamos a sentir aquele espírito de magia, sem dúvida, é no Natal. Com as decorações clássicas, algumas com detalhes lúdicos, os nossos olhos brilham de tanto encanto. Na semana passada, antes de embarcar para Londres, fui ao Shopping Cidade Jardim, o mall mais verde da cidade, para conferir o décor natalino.  Por lá, a celebração tem como tema Doce Natal, recheado de oficinas infantis, carrossel, xícaras giratórias, e, claro, o Papai Noel mais fofo ever! Tudo foi desenvolvido pela Cipolatti, maior empresa de decoração natalinas da América Latina e foi inspirado no mundo encantador dos doces, misturado ao universo das guloseimas com elementos e enfeites tradicionais. Vontade de voltar todo final de semana, só para mergulhar nesta atmosfera de sensações leves, divertidas e surpreendentes que só o Natal tem. E, por lá, é de se perder no tempo – e aproveitar do início ao fim! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Dior Ultra Rouge

    Há quem considere a existência de apenas um tipo de vermelho. Outras pessoas entendem que há uma infinidade de opções, que trás alaranjados, rosados, roxos e quase terrosos. Eu sou fã absoluta das diversas tonalidades e, finalmente, vejo que ele tem ganhado cada vez mais espaço nas produções de beleza do dia a dia. Quem também ama vermelhos é Peter Philips, o diretor de imagem e maquiagem da Dior Beauty, que segue os passos do fundador da maison francesa. Christian Dior era admirador de red lips. Voltando diretamente para as raízes clássicas da maquiagem, Peter desenvolveu sua nova e luxuosa coleção de batons: Rouge Dior Ultra Rouge. Além de ser uma homenagem a todas as versões da cartela carmim, o produto ganhou embalagem… vermelha.  Pense em cores altamente pigmentadas com acabamento semi-fosco, que não pesa, dura 12 horas e evitam ressecamento. Ao todo são 26 novas cores, entre vinho, pink, laranja e terrosos. “O Ultra Rouge acrescenta uma nova magia à experiência do batom e à expressão do vermelho”, conta Peter Philips. “Como a fórmula funciona como uma impressão sobreposta, como uma tinta tatuando os lábios e como um filme colorido extremamente leve, isso me permitiu desenvolver novos tons altamente saturados e luminosos. Como um pintor com uma nova paleta de cores”. Agora é só experimentar! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Véu

    A passarela conta com um novo protagonista! E, desta vez, não estamos falando de um novo shape de salto ou it-bag feita com material luxuoso. Trata-se do véu de renda ou tule que cobre o rosto, preso a chapéus ou outras headpieces. Nas semanas de moda internacionais, as peças nos levaram para outras épocas, como o período da aristocracia czarista na Rússia. Lembro muito do filme Anna Karenina, com a belíssima Keira Knightley e o ator Jude Law. Achei marcante o figurino do longa, inclusive, trazendo os dois modelos de chapéu com o véu. Diferente desta referência histórica, hoje, os diretores criativos vêm investindo no jogo de contrastes – o acessório que marcou o passado com proposta revisitada. Seja na composição dos looks ou na forma com que é confeccionada. Vi a versão apresentada por Marc Jacobs para o seu Verão 2019 e entendi imediatamente que é não há exceções. Todas as peças podem se adequar aos tempos modernos e ganhar espaço na moda. Na Giambattista Valli, conhecida pela sua sofisticação, o véu foi aplicado à tiara de tecido, com um laço no topo e tule com efeito poá. A ousadia no formato da criação ficou por conta da Thom Browne, que elaborou um mix de véu e aba de viseira transparente. Já na Erdem, o tecido cobriu completamente o chapéu e sobrepôs as laterais da peça, deixando o rosto livre. Do lado oposto, Hedi Slimane deu uma pitada de atitude rocker ao visual black and white com a opção de véu de rede preta. Delicado e elegante na mesma medida. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Washed denim

    Se estávamos pensando que não ia acontecer mais algum revival dos anos 90 na moda, acredite, parece que não acabou. Desta vez, o jeans, grande protagonista da década, vem com aparência bem clara, alguns tipos com tonalidade uniforme, outros manchados. O nome dado ao tecido com este tipo de tratamento é ”Washed denim”, ou seja, ”denim lavado”. Ele pode passar por um processo de clareamento ou ser alvejado, trazendo esse ar despojado e cool. A tendência foi tão forte na época, que foi usado muito até o início dos anos 2000. Voltando às passarelas de Verão 2019, é possível encontrar diversas formas e estilos de vestir washed denim da cabeça aos pés. Há desde os vestidos mídi, como as versões apresentadas pela Michael Kors e Proenza Schouler, que mostram a versatilidade da peça e a transforma em ”sem ocasião”. Isso porque é possível transformar completamente o visual all jeans com acessórios statement. E falando neles, algumas grifes fizeram bolsas e botas de cano alto com o material, um movimento que foi forte na moda entre 2001 e 2006. O modelo hobo da Michael Kors, com cantoneiras de couro e franjas, remete bem a a estética deste período. Além das coleções de verão recém apresentadas, há labels que já apostavam na ideia na temporada de Spring/Summer 2018. A R13 desfilou um vestido com shape de macacão e listras feitas com a própria lavagem clara. Enquanto a Tibi investiu no conjunto de cropped jacket e bermuda para um look moderno e fashionista. Já Stella McCartney optou pela produção alvejada, com aparência desgastada, para pôr nas próximas araras. A francesa Poiret criou uma composição elegante, com casaco de mangas soltinhas e calças amplas. Tantas referências e maneiras de levar o washed jeans para a vida. Uma infinidade de modelagens e peças-desejo. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Foundraiser Camila Coelho

    A moda é construída por diversas facetas. Fora das passarelas, streetstyle e toda aquela série de peças-desejo lançadas a cada estação, há um ponto muito importante que existe entre as fashionistas. É incrível ter uma coleção de bolsas, sapatos, inúmeros cabides com roupas deslumbrantes… mas e quando não usamos mais? O que fazer? Como dar sentido a um item tão importante? Na última terça-feira, a nossa F🌟hits star Camila Coelho compartilhou os principais detalhes do seu bazar beneficente, bem como a sua história, intuito e resultados. Não é a primeira vez que ela reúne maquiagens, roupas e acessórios para arrecadar fundos para ajudar asilos, hospitais e famílias da sua cidade e redondezas. Ver e compartilhar a sua trajetória é uma emoção daquelas fortíssimas e profundas. Um orgulho que ultrapassa limites profissionais, de amizade. A Cami e eu estamos juntas nessa grande parceria da vida há 6 anos. Aqui no vídeo, ela conta um pouco mais sobre como funciona, apresenta os destinos das doações e outros detalhes. Clique no play!     Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Check list: Movies and interview

    As últimas semanas estão cheias de bons lançamentos e novidades no cinema e nas livrarias também. Como boa admiradora deste universo, fico tão contente em acompanhar novas histórias, mesmo que elas sejam relançadas ou que destaquem aquele lado insider da vida de grandes ídolos. Gosto da surpresa! Entre um dos longas que me conquistou recentemente está ”A Star is born”. Contracenando com Bradley Cooper, Lady Gaga é a protagonista Ally, filme que marca a estreia do galã hollywoodiano como diretor. É a quarta versão do filme, tendo a primeira, em 1937, estrelada por Janet Gaynor. Em 1954, foi a vez de Judy Garland dar vida à protagonista. Barbra Streisand e Kris Kristofferson formaram o casal principal da versão de 1977. Mais do que uma história de amor, ele fala sobre a importância de estar atento às oportunidades e, principalmente, como traumas de infância podem nos acompanhar por toda a nossa vida. Na lista de filmes que preciso assistir, há um nome no topo. ”Bohemian Rhapsody” é o longa mais falado do momento e, pelo que estou lendo, é incrível e reconta a trajetória de uma das bandas mais importantes e transgressoras do rock – o Queen. Sou fã absoluta do quarteto inglês e, inclusive, quem leu meu livro ”Moda à Brasileira” viu selecionei uma foto do líder Freddie Mercury no moodboard de inspirações. Afinal, ele é uma das principais referências de estilo até hoje, com toda sua evolução estética desde o início da carreira, nos anos 1970, até 1991, ano do seu falecimento. Assim que voltar da praia, vai ser prioridade assistir ao longa. Fiquei sabendo que os personagens são tão ”reais”, que chega a ser assustador o quanto eles se parecem (principalmente o guitarrista Brian).  Há outro acontecimento que vale destaque. A nossa übermodel Gisele Bündchen veio ao país para apresentar o seu livro ”Aprendizados”, em que compartilha todas as suas experiências e conta como foi o seu amadurecimento desde que saiu de casa aos 14 anos. Daquele tempo até hoje, a modelo releva que passou por momentos que precisou encontrar força dentro de si, lidar com problemas de auto-estima e outros desafios. Já tive a oportunidade de encontrá-la e ela é exatamente esta luz e boa energia que ela quer passar adiante e ajudar pessoas que passam por diversas situações difíceis, mesmo que distantes. Para Gisele, a publicação funciona como uma espécie de carta aberta que fez para ajudar quem não conhece e que precisa destes conselhos. Uma prévia está na entrevista que Pedro Bial fez na casa da brasileira nos EUA. Por aqui, Helena Lunardelli teve a oportunidade de ir ao lançamento – e tem até exemplar autografado para o F*hits. Aqui estão alguns destaques do que há de especial para assistir e ler nas próximas semanas. Com alguns feriados à vista, vale a pena escolher o dia certo para dedicar a cada um deles.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Color: Mint Green

    A cartela da temporada mais quente parece ter um novo protagonista. O mint green domina as passarelas e traz todo o seu frescor para visuais urbanos e superfemininos. As passarelas provaram que não há limites para o tom pastel, que surge em diversos materiais, texturas e shapes. Repare em como ele transita muito bem entre vestidos acetinados, transparentes e chega à alfaiataria com tanto poder e elegância. Sies Marjan brincou com as nuances de verde e fez uma sobreposição de claro x escuro em uma produção de vestido plissado assimétrico e calça. Já Marine Serre optou pelo conjunto de tailoring composto por blazer e saia. Adorei o contraste das peças com a meia-calça estampada! É uma tendência que permanece fortíssima. Pierpaolo Piccioli também se rendeu ao menta e apresentou um modelo deslumbrante com camadas de tule bordado. Na mesma sintonia cromática, o meu look monocromático trouxe a mesma tonalidade, com mangas recortadas que dão um toque de sofisticação na medida.  Das opções suaves às fortes, o mint green trouxe produções ricas em detalhes. Michael Kors elegeu o jacquard como elemento-chave para transformar a sua alfaiataria, enquanto Diane von Furstenberg apostou nas franjas aplicadas em várias partes do vestido. Entre as fashionistas, a tendência ganhou outras interpretações modernas. Lalá escolheu a combinação de cropped verde e calça de cintura alta terrosa. Já Helena Lunardelli criou uma proposta chique com o seu jumpsuit tomara-que-caia, item ideal para alongar a silhueta e transitar entre diversas ocasiões. Com ar de verão em balneários italianos, Carol Bassi surgiu com um longo com decote off-shoulders, superleve e fresh. Um match perfeito para a estação mais quente! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Animal Print: Leopardo

    Não há dúvidas sobre a soberania do animal print na moda. É um verdadeiro clássico, que marcou a glamurosa década de 1950 por ser o preferido das divas do cinema, como Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor, e os anos 1980, com sua estética vibrante e brilhante. Hoje, vemos diversas reinterpretações da estampa em visuais sofisticados e urbanos, que acompanham a rotina da mulher moderna. Reparei que o padrão leopardo vem se destacando entre a família felina, com suas manchas na tradicional combinação terrosa e nas variações coloridas. Nas passarelas, uma série de versões para usar da cabeça aos pés. Na Tom Ford, o mood 80’s dominou completamente a alfaiataria que brinca com a estampa em vermelho. Já nas coleções de Carolina Herrera, Roberto Cavalli, Leonard e Max Mara a aposta foi na combinação neutra, com fundo claro e pintas pretas, para um ar mais mais minimalista. Há também a ala de marcas que apostaram na estética original e investiram pesado em produções impactantes – com toques de cor. Na norte-americana Michael Kors, o trench coat fez match perfeito com o scarpin estampado. Raf Simons criou um visual composto por casaco de lã e vestido com referência no uniforme dos bombeiros nova-iorquinos para o Inverno 2018 da Calvin Klein. Para a Burberry, Riccardo Tisci optou pela saia em contraste com a blusa texturizada nos tons mesmos tons terrosos. Com contraste de vermelho e laranja, a R13 acrescentou um toque de cor na blusa e sapato para quebrar o full tailoring. Nas ruas, as fashionistas estão investindo em propostas cool e elegantes para usar tanto no inverno quanto no verão. A estrela f*hits Carol Jannini criou um visual que brinca com a monocromia da alfaiataria branca com sobreposição de um maxicoat estampado. Já Silvia Braz escolheu uma composição que lembra os visuais usados durante o verão italiano, com blusa de recorte princesa e saia mídi com animal print. Para um look workwear elegi a alfaiataria com mix de tons pastel na padronagem, que traz feminilidade e delicadeza na medida. Pronta para escolher a estampa leopardo para chamar de sua? Há uma infinidade de inspirações para acrescentar no dia a dia e em ocasiões especiais também! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Leonard Paris

    É indiscutível que a França tem as casas de moda mais importantes e tradicionais do mundo. Afinal, é por lá que grandes criadores contemporâneos passaram, estudaram e tiveram suas experiências. Hoje, além das icônicas Dior, Chanel, Louis Vuitton, Saint Laurent e Givenchy, por exemplo, há nomes menos conhecidos por aqui, mas que têm muita história para contar e relevância para o mundo fashion. Entre elas está a Leonard Paris que, assim como a Poiret, está de volta à cena com muita força. A label se manteve desfilando nas passarelas francesas, mas, recentemente, tem valorizado cada vez mais sua trajetória. Na última Paris Fashion Week, fui ao desfile e foi tão especial. Inclusive, lembrei que a primeira peça estampada que comprei, de uma marca internacional, foi da Leonard. Isso porque a grife, criada por Daniel Tribouillard, é conhecida pela revolução no processo de desenvolvimento de padronagens florais no início da década de 1960. Em apenas alguns anos, encorajado pelo sucesso dos seus padrões floridos, Tribouillard expandiu a marca para o cenário mundial – em 1968 – Tribouillard apresentou sua primeira coleção de vestidos em jersey de seda com um slogan enfatizando a leveza do tecido. E, além de todo seu talento para a estamparia, o estilista foi contratado pelo governo japonês, em 1983, para atualizar o quimono, sendo conhecido como o primeiro ocidental a fazê-lo na história. Eu, que sou encantada pelos vários tipos de flower patten, fico tão contente em ver que a marca apresenta uma série de versões super desejáveis, femininas e modernas. Há desde as versões mais miúdas, como feita para a coleção de fall 2014, às opções maxi, algumas com aparência digital, outras aquareladas. Os contrastes de tonalidades são incríveis, assim como o styling, que propõe novas formas de usar o floral. Um universo de inspirações sem fim!     Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • As biqueiras dos sapatos-desejo da Aquazzura

    No mês passado, uma das marcas de sapatos mais desejadas pelas fashionistas desembarcou aqui no Brasil. Agora temos Aquazzura no Shopping Cidade Jardim – e a boutique tem um décor tropical e altamente fotogênico! Nas prateleiras, os hits criados pelo designer Edgardo Osorio com detalhes especiais. Entre as suas assinaturas estão as biqueiras, que são trabalhadas de diversas formas nos sapatos, e a estampa leopardo. Para o jantar de celebração da abertura da loja, apostei na flat chamada Mondaine com três nós e feita com couro em animal print e bico fino preto. Repare como a peça foi transformadora no visual de alfaiataria. É o ponto de destaque perfeito do look! Há outros itens marcantes e que podem ser o elemento-chave da produção. A mule Optic é composta pela biqueira com padronagem de leopardo feita em couro com partes em PVC – um material muito usado nas últimas temporadas. Adoro o contraste! O modelo fica moderno e elegante na medida. Outra criação que combina transparência é o pump com salto bloco e bico redondo preto. Já a versão com salto do Mondaine surge com mix de lurex e couro, com nós pink e bico preto. Incrível como algumas características podem transformar completamente os sapatos. E não é à toa que alguns designers alcançam tanto sucesso. O melhor é que a criatividade não tem limites e sempre teremos novos desejos e itens para suspirar. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • The 4 Beauty trends – Spring 19

    Assim como a moda, a beleza é cercada por referências estéticas que vêm de diferentes décadas e estilos. Um exemplo? O neon, que ganhou as passarelas e as ruas na temporada de Inverno 2018, foi além das roupas e acessórios. Na maquiagem, as tonalidades elétricas dominaram as paletas de sombras, esmaltes e batons. O glitter também segue firme e forte, com o seu ar oitentista, sem muita timidez para as produções. E por aí vai! Os backstages revelaram que a aposta deve ser em um ponto do rosto, deixando a face com aparência natural e iluminada. As grifes também provaram que há uma democracia nos visuais – das composições mais marcantes às discretas, selecionei as quatro principais tendências de Verão 2019 para ficar de olho – e experimentar. Miuccia Prada foi uma das estilistas que investiu pesado no neon para a sua coleção de Inverno 2018 na Prada. Vestidos, coletes, tules, sapatos e bolsas foram o ponto de luz de uma passarela escura, onde só brilhavam as modelos. Na estação seguinte, de Verão 2019, as cores migraram para a maquiagem de outras marcas, como a Alice + Olivia e Cividini, que destacaram as pálpebras com sombras e delineados azul e verde, respectivamente. Repare em como é moderno e perfeito para os dias mais quentes. Bom, se existia alguma dúvida sobre a permanência do sparkling na beleza para o verão, Kate Spade e Jeremy Scott mostraram que vale aplicar dourado nas pálpebras e nos lábios, como protagonista. O make destaca também a falta de uniformidade no uso do glitter. O queridinho contorno preto nos olhos sempre é uma boa aposta para quem não é muito adepta de cores e metalizados. Tibi e Prabal Gurung apresentaram o lápis como único elemento em evidência no rosto, deixando lábios, pele, pálpebras e cílios sem cor e volume.  Há outras maneiras de seguir o caminho das cores sem precisar investir no neon. Perfeita para o dia a dia, a cartela pastel pode ser uma escolha leve e fresca para dar ponto de vibração aos looks naturais. Pronta para experimentar todas elas? Escolha um dia que estiver em casa e teste sem medo. E vale mudar cores – se você é fã de laranja neon, por que não? A beleza também é um universo divertido! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O Boticário

    O universo da perfumaria é tão mágico. Fico encantada em ver como é possível criar aromas únicos e encantadores a partir de uma alquimia de notas vindas, especialmente, da natureza. Entre as flores, as rosas são uma espécie de unanimidade quando falamos de fragrâncias românticas, delicadas e superfemininas. Hoje, O Boticário apresenta o seu mais novo lançamento, o Love Lily, perfume que usa a flor em sua composição. Durante a última semana de moda de Paris, o F*hits team e eu fomos visitar o centro criativo da Ferminich, uma das maiores empresas mundiais de desenvolvimento de perfumes que tem parceira a marca neste projeto. Lá, tivemos a oportunidade de conhecer a importância das rosas, desvendar o segredo da Gran Rose e criar o seu próprio perfume. Foi muito especial! Fico orgulhosa em ver a perfumaria do O Boticário buscando sempre os melhores ingredientes e acessos para desenvolver produtos ainda mais exclusivos para nós brasileiras. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Beige

    É divertido ver como não há tantas limitações para cores como antigamente. Na moda, o costume era eleger uma tonalidade e usá-la até cansar. Hoje, estamos apaixonadas pela cartela solar, mas já de olho no no visual monocromático composto pelo bege. O neutro apareceu em coleções elegantíssimas nas passarelas de NY, Londres, Milão e Paris. A novidade é que as produções permitem ousadia de sobra em acessórios e texturas mais leves, principalmente no verão que chega em breve! Os destaques vão para a primeira coleção de Riccardo Tisci para a Burberry, com direito à aplicações de metais nas bordas dos trench coats; na Dior, o tom mais acinzentado dominou o visual, enquanto a Prada seguiu o nude tradicional, sem direcionamentos para outras cores; Para Fendi e Balmain, a versão que entra na família dos terrosos foi o grande destaque para looks de couro e camurça. Na ala das produções com peças leves, Max Mara trouxe uma sobreposição interessante de maxicoat (com detalhe franzido nas laterais das mangas) e uma saia superfluída por baixo. Já na Tom Ford, o vestido dá continuidade ao lenço delicado e refinado feito com seda. Para a Chloé, Natacha Ramsay-Levi explorou um decote V profundo no modelo composto por vários miniplissados. Dá um movimento tão chique!   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Biker Shorts

    Trend alert! Quem acompanhou as coleções apresentadas nos últimos meses de setembro e outubro viu que há uma peça que promete ser hit absoluto entre as fashionistas. As biker shorts (ou bermudas de ciclista), que surgiram nos anos 1990, parecem ter elevado o nível do athleisure. Naquela época, a Princesa Diana usava o look tanto para as caminhadas matinais quanto para exercer funções do dia a dia, geralmente, combinados com um moletom e um par de tênis brancos – clássicos noventistas. O que era apenas usado na academia, hoje, substitui calças e saias em produções com saltos, blazers, camisas e botas over-the-knee.  Nas passarelas, uma enxurrada de referências que levam a tendência a outros universos. Desde a estética retrô apresentada pela Prada, com seus visuais que combinam peças com corte evasé, como as blusas-batas, ao elegante utilitário da Fendi, com a composição elegante de modelagens. Na Mugler, a alfaiataria boyish leva as riscas de giz para o shorts de um jeito moderno e urbano. Já Paulinha Sampaio brincou com os tons terrosos no look monocromático e deu um toque chique à peça. A carioquíssima Maria Frering criou uma produção ideal para o dia a dia. Repare como o combo blazer + t-shirt + biker shorts + sandália de tiras pode ser usado em diversos momentos – e é o que podemos chamar de look  “sem ocasião definita”. Na Chanel e Roberto Cavalli, o mood segue a mesma linha. Você agora pode apostar naquele casaco ou camisa que ficaria perfeita com uma saia ou calça de alfaiataria e investir no shorts. Pronta para levar o shorts para fora das academias e além da bike? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend Beauty: Pink makeup

    Há tempos, a maquiagem cor de rosa era vista como algo infantil e intimidava algumas fashionistas de desfilarem por aí com suas sombras e batons nas diversas tonalidades. Graças às mentes frescas por trás da assinatura de belezas de marcas poderosas, a família pink ganhou espaço nos visuais elegantes, modernos e urbanos. E há das opções mais claras às vibrantes da cartela para o próximo Verão 2019. Nas passarelas, uma série de inspirações. Na Brandon Maxwell, o rosé foi a escolha para pálpebras e boca, enquanto a Badgley Mischka investiu no tom mais forte para têmporas e batidinhas de batom centralizadas nos lábios. Já na Giorgio Armani, que, volta e meia, traz as tonalidades para a sua beleza, optou pelo efeito glam na sombra, que surge leve, e em pequenos acentos nos lábios. Veja como a parte inferior tem um contorno mais marcante.  Elemento importante para os looks praianos, o rosa também traz a sensação ” sunkissed”. Na Jonathan Simkhaii, o mood solar veio acompanhado de batom nude-rosado e maçãs com boas pinceladas de blush. Já na Etro, o estilo étnico ganhou um ar mais leve e jovem, com destaque apenas para o olhar contornado com sombra. Fico tão contente em ver tendências e estilos surgindo renovados. É uma forma de torná-los mais fáceis e práticos para usar no dia a dia, com adaptações perfeitas para várias ocasiões. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: The Bigger the Bag the Better

    Tiveram temporadas que as bolsas grandes surpreenderam as fashionistas e causaram certo estranhamento. Até porque passamos por tendências compostas por minibags, pochetes e versões para guarda batom (lembra a versão feita pela Valentino?). De repente, as marcas começaram a fazer modelos enormes e, hoje, parece que ficaram maiores ainda. Stella McCartney, Proenza Schouler e Versace maximizaram seus shapes, mas de forma elegante e moderna.  Há propostas que reproduzem sacolas, sendo algumas de couro, tecido ou plástico. Para a sua shopping bag, a Hermès transformou o modelo em tiracolo e fez uma espécie de dobra na própria modelagem, que faz a vez de fechamento. As proporções seguem um estilo superinteressante. Algo que, inclusive, interfere na forma de carregar. Além da maneira tradicional, a Jil Sander apostou na opção para carregar embaixo do braço (algo que Victoria Beckham já propôs há algumas temporadas). Adorei! Na norte-americana Michael Kors, a bolsa vem com panos estampados aplicados, tanto na frente quanto atrás. Repare como dá um toque comfy ao shape. Pronta para usar uma it-bag para ir da academia à festa? É hora de investir em uma giant bag para chamar de sua! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: High Waisted Pants

    Símbolo absoluto de elegância, a cintura alta marcada em calças e saias é sucesso entre as fashionistas nas últimas temporadas. O shape foi sucesso nos anos 80 e foi desabando até chegar à cintura baixa, que foi hit entre as jovens do final da década de 90 e início dos anos 2000. Hoje, as high waisted pants surgem em diversos estilos e materiais – seja tecido de alfaiataria de lã ou de seda superleve. Nas passarelas de Verão 2019, uma série de marcas investiu na tendência de formas modernas, urbanas e sofisticadas. E isso quer dizer que você pode ir da feira ao baile com a peça, dependendo da composição total. Na Givenchy, Clare Waight Keller apostou em um mood poderoso com elementos marcantes de alfaiataria, como a camisa com mangas protagonistas e casacos de comprimento mídi. Repare nos cintos com costuras que lembram o efeito canelado. Fica incrível este contraste de texturas na região do cós.  Já na Saint Laurent, Anthony Vaccarello propôs uma modelagem que parece ter saído diretamente do guarda-roupa masculino para a passarela – algo que o próprio Yves Saint Laurent fez nos anos 70. Veja o fechamento com uma espécie de cinta de smoking. Na Alberta Ferretti, um encontro entre a camisa com manga volumosa e partes com pele à mostra contrastou com a calça de linho verde militar. Para o Verão da Balmain, Olivier Rousteing brincou com moletom estampado e a high pant em tom lavanda bem clarinho. Com ar romântico e superfeminino, a Philosophy di Lorenzo Serafini investiu no all white com camisa transparente e calça com shape solto e cinto em forma de trança. Proenza Schouler e Brunello Cucinelli também optaram pela peça nas cores claras. Na primeira, um jogo de detalhes urbanos, como a camisa jeans, rocker, graças ao colete de couro, e a calça pantalona. Já na italiana, a estética boyish ganhou proporção cool, com o branco e off white/nude lavado. Uma forma fresh de renovar o visual! Pronta para escolher a versão certa para chamar de sua? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: High Waisted Pants

    Símbolo absoluto de elegância, a cintura alta marcada em calças e saias é sucesso entre as fashionistas nas últimas temporadas. O shape foi sucesso nos anos 80 e foi desabando até chegar à cintura baixa, que foi hit entre as jovens do final da década de 90 e início dos anos 2000. Hoje, as high waisted pants surgem em diversos estilos e materiais – seja tecido de alfaiataria de lã ou de seda superleve. Nas passarelas de Verão 2019, uma série de marcas investiu na tendência de formas modernas, urbanas e sofisticadas. E isso quer dizer que você pode ir da feira ao baile com a peça, dependendo da composição total. Na Givenchy, Clare Waight Keller apostou em um mood poderoso com elementos marcantes de alfaiataria, como a camisa com mangas protagonistas e casacos de comprimento mídi. Repare nos cintos com costuras que lembram o efeito canelado. Fica incrível este contraste de texturas na região do cós.  Já na Saint Laurent, Anthony Vaccarello propôs uma modelagem que parece ter saído diretamente do guarda-roupa masculino para a passarela – algo que o próprio Yves Saint Laurent fez nos anos 70. Veja o fechamento com uma espécie de cinta de smoking. Na Alberta Ferretti, um encontro entre a camisa com manga volumosa e partes com pele à mostra contrastou com a calça de linho verde militar. Para o Verão da Balmain, Olivier Rousteing brincou com moletom estampado e a high pant em tom lavanda bem clarinho. Com ar romântico e superfeminino, a Philosophy di Lorenzo Serafini investiu no all white com camisa transparente e calça com shape solto e cinto em forma de trança. Proenza Schouler e Brunello Cucinelli também optaram pela peça nas cores claras. Na primeira, um jogo de detalhes urbanos, como a camisa jeans, rocker, graças ao colete de couro, e a calça pantalona. Já na italiana, a estética boyish ganhou proporção cool, com o branco e off white/nude lavado. Uma forma fresh de renovar o visual! Pronta para escolher a versão certa para chamar de sua? Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: The Bigger the Bag the Better

    Tiveram temporadas que as bolsas grandes surpreenderam as fashionistas e causaram certo estranhamento. Até porque passamos por tendências compostas por minibags, pochetes e versões para guarda batom (lembra a versão feita pela Valentino?). De repente, as marcas começaram a fazer modelos enormes e, hoje, parece que ficaram maiores ainda. Stella McCartney, Proenza Schouler e Versace maximizaram seus shapes, mas de forma elegante e moderna.  Há propostas que reproduzem sacolas, sendo algumas de couro, tecido ou plástico. Para a sua shopping bag, a Hermès transformou o modelo em tiracolo e fez uma espécie de dobra na própria modelagem, que faz a vez de fechamento. As proporções seguem um estilo superinteressante. Algo que, inclusive, interfere na forma de carregar. Além da maneira tradicional, a Jil Sander apostou na opção para carregar embaixo do braço (algo que Victoria Beckham já propôs há algumas temporadas). Adorei! Na norte-americana Michael Kors, a bolsa vem com panos estampados aplicados, tanto na frente quanto atrás. Repare como dá um toque comfy ao shape. Pronta para usar uma it-bag para ir da academia à festa? É hora de investir em uma giant bag para chamar de sua! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Tie Dye

    Conhecida como uma das técnicas mais marcante da juventude da década de 1970, a estampa tie dye volta com tudo para o Verão 2019 com ar de modernidade e, sim elegância. Isso porque marcas como Dior, Callina Strada e Peter Pilotto mostraram que há formas de transformar a estética manchada em visuais sofisticados. Nas passarelas da R13, Kaia Gerber surgiu com um look 70’s cheio de atitude, composto por t-shirt e blazer cobertos pela estampa, em contraste com shorts jeans e bota de couro com fivela. Já na John Elliott, o destaque foi para o vestido que mistura branco, amarelo e verde. Repare na serenidade da parte superior da produção com branco e apenas cores da cintura para baixo. Na Callina Strada, o vestido assimétrico de alcinha se une à blusa em tom alaranjado, criando uma unidade marcante e cool.  Preto e cinza também podem ser interessantes em tie dye. Na Peter Pilotto, os neutros se encontram no visual que entrelaça tiras e camadas em uma modelagem de aparência superconfortável.  Para o verão 2019 da Dior, Maria Grazia Chiuri explorou manchas em jaquetas e bermudas jeans, com pontos escuros e restante alvejado. Nos vestidos, saias e lenços, a estilista criou flores em forma caleidoscópica, de forma romântica e leve. Pronta para resgatar as peças em tie dye que estão no guarda-roupa? A ideia é criar propostas que misturem com alfaiataria e jeans – e usar em diversas ocasiões. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Tal mãe, tal filha: Cindy Crawford e Kaia Gerber

    A geração te topmodels dos anos 90 vem mostrando que seus herdeiros já estão prontos para os holofotes. A grande revelação das últimas temporadas é Kaia Gerber, filha de Cindy Crawford, que parece conquistou com seu jeito de menina na vida real e com todo seu poder nas passarelas e campanhas. Quem acompanhou o começo da jovem viu toda a transformação que ela passou e ganhou castings de grifes incríveis, inclusive, que sua mãe também passou. Uma das musas de Gianni Versace, Cindy marcou sua carreira na italiana Versace, à bordo de looks poderosos e, claro, com seu cabelo volumoso inesquecível. Em setembro do ano passado, ela foi convidada para um desfile especial da marca, ao lado de sua filha. É incrível como elas têm o mesmo olhar forte! Já na norte-americana Calvin Klein, 26 anos separam a participação das duas. Cindy foi integrante de um período que a marca já explorava a alfaiataria de um jeito moderno, em visuais que evidenciavam ainda mais a sua beleza. Já Kaia debutou na passarela de Raf Simons, representando a nova fase de label, que deu uma pitada de jovialidade na medida às produções elegantérrimas. Na Chanel, a aparição da dupla sempre foi o destaque das passarelas. Cindy marcou temporadas à bordo dos clássicos pretinhos básicos, enquanto sua filha já apresenta novos olhares de Lagerfeld, como as criações que combinam o icônico tweed e plástico. Acho tão especial esta conexão entre mãe e filha. E como Kaia herdou certos traços e o talento de Cindy. Sem dúvida, ela é um dos símbolos da sua geração! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Hedi Slimane para Celine

    Quem acompanhou de perto a temporada de moda viu que tivemos duas estreias super esperadas. Uma delas na Burberry, com Riccardo Tisci, que me encantou completamente. A outra era a Celine (que hoje não tem mais acento no “é”) assinada por Hedi Slimane, o ex-estilista da Saint Laurent. Confesso que, desde a saída de Phoebe Philo da marca francesa, fiquei curiosa para saber quem seria seu/sua sucessor/a. Poucos suspeitavam sobre Slimane ser a opção para dar continuidade às coleções elegantes, minimalista e com um ar que misturava um estilo maduro com jovialidade que só ela poderia fazer. E fazia muito bem. Eu sou fã absoluta da estética que a diretora criativa investia, mas confesso que Hedi também me encantava de uma certa foma. Ele tem bom gosto, noção do que é sofisticado e pode se tornar desejo. Para o Fall 2016 da Saint Laurent (o seu último para a grife), ele apresentou um casaco em formato de coração que me marcou muito – e uma série de fashionistas morreu de amores pela peça também. Por isso, senti uma expectativa enorme dele ir para a Celine. O dia chegou e não se falava sobre outro assunto. Todos sabiam que, quando uma marca elegia um estilista para comandar o processo criativo é porque ele tem algo do seu estilo para acrescentar – e até dar um ar diferente. No caso de Hedi, era como se ele tivesse transportado toda a sua história da Saint Laurent para a Celine. E as imagens comparativas mostram que há uma similaridade enorme entre peças de ambas as grifes comandadas por ele. Confesso que sinto falta da estética de Phoebe e que ela deixou uma série de orfãs das criações. E é exatamente o exemplo que aconteceu com a Gucci, assim que Alessandro Michele entrou. Tudo mudou. Nada da época de Frida Giannini se manteve – e nem a mesma mulher Gucci existia, mas ele captou desejos para todo o público – do mais jovem à consumidora mais fiel desde Tom Ford que poderia adquirir uma bolsa ou um acessório. Li que a intenção do grupo detentor da Celine era exatamente este, fazer uma mudança geral, porque a construção deste estilo foi muito dos gostos pessoais da ex-estilista. Acredito que ela poderia dar sequência ao seu trabalho em uma marca própria e a nova Celine seguir com suas ideias novas, porque ainda terá um tempo para todos os fashionistas digerirem essa mudança. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Beauty news: Diamond Make B., de O Boticário

    Foi durante a Semana de Moda de Nova York que tive uma experiência de beauté muito especial. Além da campanha especial#NaoPrecisoMasQuero que O Boticário fez no início do ano, com foco em valorizar a beleza natural de cada mulher, há uma novidade especialíssima. Ao lado do maquiador expert Rodrigo Costa, conheci em primeira mão a coleção Diamond Make B., de O Boticário, que traz o brilho da maquiagem, dentro da tendência Glow, para o verão que está chegando. Quem acompanhou o stories do F*hits sabe que os itens chegam hoje às lojas em todo país. O F*hits e eu experimentamos os produtos pelas mãos de Rodrigo, que já deu algumas dicas preciosas. A coleção traz efeito de ultra brilho e os itens são multifacetados. Por exemplo, a sombra Foil Ultra Brilho pode ser usada tanto nos olhos quanto nos lábios. Já o batom efeito Ultra Brilho Matte tem textura macia e úmida com fixação imediata e serve para os lábios e pálpebras. Enquanto isso, o pó Ultra Brilho tem textura ultra fina que adere melhor a pele para um efeito iluminado de longa duração. E os produtos são adaptáveis a diversos estilos e ocasiões. Vale brincar com as texturas, se inspirar em referências do mundo da moda e criar visuais elegantes, superfemininos e modernos. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Wet Hair

    Há algumas temporadas nos deparamos com a febre dos cabelos com efeito molhado. Como parte do resgate da estética noventista, que foi sensação entre a geração Millennial, os fios escorridos com camada de gel – ou até hidratante de amêndoas! – ganharam espaço na moda urbana e na conexão natural com o universo esportivo. Inclusive, as supermodels Gigi, Bella Hadid e Kendall Jenner são algumas das responsáveis por espalhar esta onda por aí e transformá-la em algo cool e moderno. E há provas de que é possível adaptar a tendência aos diversos estilos, além de poder usar em ocasiões diferentes. Kaia Gerber surgiu com cabelos volumosos, de um jeito descontraído e muito jovem na passarela da Proenza Schouler.  Nas apresentações de Spring 2019, a tendência se confirmou em outras marcas também. Há versões com a franja jogada para trás, como vista na Balenciaga, Mugler, Marni e Prabal Gurung, com fios bem alinhados. Já Balmain e Victoria Beckham investiram no formato colocado para o lado, deixando a raiz ainda mais evidente. Já na Maison Margiela, o cabelo foi dividido ao meio, mas com mechas soltas, de um jeito muito cool. Na vida real, o time F*hits prova que é possível usar o penteado com cabelos molhados em diversas ocasiões e estilos. Nicole Pinheiro deixou todos os fios certinhos para trás em um visual superfeminino com vestido branco. A Camila Coelho apostou no penteado para combinar com a blusa de tricô canelada com gola turtle neck. Adorei a brincadeira de tonalidades e aspecto “wet” da sombra – que traz uma referência forte do alaranjado da roupa. No look rocker de Paulinha Sampaio, o cabelo curto com o efeito wet deu um toque de rebeldia e modernidade na medida.  Uma infinidade de maneiras para usar a tendência. É um jeito de afirmar a sua força na moda, que busca o tempo todo por renovações de códigos e união de universos. Independente do seu estilo, experimente e invista na melhor verão para você. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Elisabete Gaspar – Coleção Atena

    Foi em uma manhã especial em Paris que tive um encontro com a querida e talentosa designer Elisabete Gaspar. É daqueles momentos que a gente se delicia com peças deslumbrantes e que elevam o luxo a um nível contemporâneo. A marca, fundada em 1995, é consagrada hoje como referência no mercado, não apenas com seu constante olhar nas novas tendências, design e acabamento, mas também por sua confiabilidade e atendimento exclusivo para pessoas que estão sempre em busca de qualidade. E, nos tempos de hoje, a nossa exigência é altíssima. Em primeira mão, ela nos apresentou a coleção Atena – deusa grega guerreira, que representa a sabedoria e as artes. As joias foram criadas para uma mulher contemporânea, que valoriza a sua rotina dinâmica, capaz de se organizar e estar em todos os seus compromissos, por isso o nome Atena. Uma homenagem às verdadeiras guerreiras multitarefas do mundo moderno. As novas peças são anatômicas, desenvolvidas manualmente, parte do DNA da designer, e com uma seleção minuciosa de pedras, entre elas as pérolas barrocas, brilhates, rubis, ametistas, citrinos, turmalinas, topázios, morganitas, rubilitas e tanzânitas. Ideais para usar com looks que transitam facilmente entre o dia e a noite. Veja aqui no meu visual de ar oitentista, composto por blusa turtle neck neon, bolero de alfaiataria e brinco de cruz fininha de topázios azuis. Um mix moderno e elegante. Já a Anna Carolina Bassi e Silvia Braz exploraram outras estéticas, que também são sofisticadas e mostram uma feminilidade poderosa. Há brincos e anéis com pedras coloridas e colares com estrutura de gargantilha dupla. Adorei a produção que elas criaram ao lado de peças sóbrias e de cartela terrosa-alaranjada. Um toque de cor e luz na medida!   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Os sapatos-desejo da Rene Caovilla

    Já comentei algumas vezes sobre a valorização do handmade e da peça one-of-a-kind. É um conceito que algumas marcas já investem há gerações. Entre elas está a Rene Caovilla, label italiana fundada em 1934, que já está no comando do neto do fundador, Edoardo Caovilla, e investe cada vez mais na exclusiva e luxuosa produção feita na região do Veneto, por artesãos que se dedicam horas e mais horas para elaborar sapatos que são verdadeiras joias. Durante a semana de moda de Milão, a grife apresentou a nova coleção de verão 2019, entre rasteiras, tênis e sandálias deslumbrantes! É uma combinação da tradição com um toque de modernidade, graças aos brilhos, materiais, cores e… o solado. A sua marca registrada é o sparkling sole. Tão cool! Não é à toa que na sua lista de fãs estão nomes como Rihanna, Gigi e Bella Hadid, entre outras celebridades. Por lá, Anna Carolima Bassi, Nicole Pinheiro e Silvia Braz puderam conferir os lançamentos de perto – e encontrar com Edoardo Caovilla! Elas ainda fizeram uma imersão na fábrica, conheceram o passo-a-passo e se encantaram por esse universo tão especial. Já em Paris, tivemos uma noite especial. Além de acompanhar o sucesso de uma label criada há tantas décadas, foi incrível estar na celebração da grife italiana de sapatos de luxo junto aos 10 anos Shopping Cidade Jardim em uma festa com a Vogue Brasil. Para a ocasião, apostei na snake sandal, enquanto Silvia Braz investiu no scarpin com laço no calcanhar e Luiza Sobral escolheu o modelo metalizado. Quando a moda nos faz suspirar… Fico encantada pelo sucesso e dedicação das marcas que acreditam no processo perfeito para o seu produto. Além dos calçados, a Rene Caovilla é uma inspiração por si só! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • How to: Neon

    Falei recentemente aqui no blog sobre a febre neon e como a moda transformou a cartela elétrica em algo tão moderno e elegante. Afinal, estamos vivendo em um momento que não há regras, mas, sim, uma busca por novos significados e estéticas. Tanto nas ruas quanto nos desfiles, uma infinidade de inspirações que provam o quanto  é importante dar espaço para a criatividade. Quem imaginou que usar um conjunto alfaiataria em amarelo-lima seria elegante? Durante a última temporada de semana de moda, vi o quanto as fashionistas se renderam à tendência, que promete não nos abandonar tão cedo. Paulinha Sampaio investiu em um macacão sofisticado, com franzidos e detalhe de laço na cintura. Para acompanhar, um maxicoat lavanda. Repare como é uma mistura de tons contrastantes e texturas interessantes e inesperadas. Adorei! Já no meu visual, a blusa turtle neck em verde cítrico foi o ponto de destaque do visual e mudou completamente a produção com blazer de alfaiataria. É quando unimos dois itens de universos diferentes e criamos uma sintonia fashion. A cor também se repetiu nos looks da Paulinha e da Camila Coelho. Brincar com tons neutros e clássicos (como o terroso) é um alvo certeiro. É nada óbvio e dá uma equilibrada! Veja o visual com ar sixties da Paula com a blusa canelada verde e calça marrom. Com a mesma mistura, a Cami optou pela sobreposição de turle neck ácida e o vestido e ficou muito cool. No combo alfaiataria + jeans, a intervenção do neon deu um toque fun e moderno. Tudo na medida certa! Veja que há formas incríveis para inserir as cores no seu dia a dia. Claro, para quem não é acostumado, vale começar aos poucos. Busque referências e se inspire para montar seus visuais. Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • O Spring 2019 da Dior

    Um desfile inspirador e cheio de energia. A música que tocava, com bailarinos dançando, dava uma vontade de levantar e fazer os mesmos movimentos que eles. A expressão adiantava o que poderíamos esperar da apresentação da nova coleção verão 2019, da Dior. Dando start a temporada de moda de Paris, Maria Grazia Chiuri, diretora criativa da grife francesa, traz como inspiração para seu verão 2019, uma série de artistas e coreógrafas que revolucionaram o padrão de beleza e do corpo em movimento, sobre uma nova relação entre espaço, tempo e natureza. Essas heroínas da dança contemporânea, Loie Fuller, Isadora Ducan, Ruth Saint Denis, Martha Grabam e Pina Bausch, revolucionaram sua disciplina para reconectá-la às origens do mundo, com a energia vital que alimenta a cultura. Hoje, pudemos conferir uma coleção emocionante tingida por uma cartela sóbria repleta de vestidos vaporosos, ternos com bermudas e blazers com saias. Alguns blocos trazem detalhes retorcidos, além de tecidos telados e bodies sobrepostos – todos como referência ao mundo do ballet. A dança como um ato libertador, uma ação do corpo, uma dimensão que usa ritmo, movimento e música para se conectar com a parte mais profunda do nosso ser. Vestidos vaporosos, silhueta godê, neutral tones, blazers com saias e bermudas. Uma coleção para ver, rever e se apaixonar. Um dia para recordar e suspirar. A moda, a arte e a dança como engrenagem do corpo. Bravo! Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais

  • Trend hits: Neon

    Forte hit dos anos 2000, a cartela neon voltou com tudo para as passarelas em estéticas que fazer qualquer minimalista-neutra querer usar. Imagine que, além das cores acesas, as marcas investiram em texturas, materiais, shapes e combinações com outras cores que dão certa modernidade aos visuais. No Inverno 2018, Miuccia Prada foi uma das responsáveis por levar vestidos, coletes amplos e jaquetas para a sua coleção, com algumas intervenções de transparências, franjas e brilhos. Foi um delírio para as fashionistas, que sentiram uma força real da tendência. Uma temporada antes, no Pre-fall, uma série de grifes trouxe os cítricos como destaque em diversas propostas, entre elas Versus, Sies Marjan e Delpozo. Para o verão 2019, as tonalidades mostraram que permanecem em alta de Nova York a Paris. Brandon Maxwell apostou no mix de pink com vermelho, enquanto a Versace optou pelo amarelo-lima no vestido que brinca com transparências nas laterais. Já a Tibi deu um ar elegante ao combo de blusa frente-única e saia na mesma sintonia de textura canelada. Fora das semanas de moda, Victoria Beckham, Sarah Paulson e Blake Lively desfilaram com seus visuais monocromáticos. E há desde alfaiataria, usada pela estilista britânica, com abotoamento transpassado, e pela atriz Blake no trio paletó, calça e tricô, aos longos franjado de Sarah Paulson.  E se for para destacar um tom entre os mais diversos da família fluorescente, sem dúvida, o amarelo é o queridinho. Veja como ele ilumina, traz sofisticação e, ao mesmo tempo, é tão versátil. Adorei o match de materiais da Milly e Prabal Gurung. Dá um toque fresh à produção do verão sem muito esforço. Na Cushnie, a leveza que todas queremos em um vestido vaporoso.   Compartilhe isso:Compartilhar no TumblrEmail Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS