Resultado de busca para : 




A primeira plataforma de Influenciadores Digitais de moda e lifestyle do mundo

TODOS OS POSTS

3085 resultado(s) encontrados.
  • Desejando fortemente: Prada Cahier

    Nas minhas resoluções fashionísticas do ano sempre tem uma bolsa, afinal, vocês sabem que uma bela bolsa é meu xodó número 1 e sempre rende posts aqui no Fashionismo. Umas a gente até consegue colocar em prática, mas tantas outras ficam naquele sonho guardado na pasta do Pinterest rs. Essa é a de 2018: Prazer, Prada Cahier! O modelo não é lançamento, existe desde 2016, mas eu tô apaixonada! Ela tem essa pegada box fofa, tem um tamanho enxuto (tipo cabe um celular, um porta-cartões, batom, blush e bateria extra), alçona (fundamental) e gosto dessa ferragem meio lúdica, antiga. E o modelo é sensação pelo Pinterest e afins! Já que sua concorrente Gucci estava comandando a nova geração de it bags (com sua Dionysus, Marmont e similares), a Prada apostou todas suas fichas nesse modelo e deixando um pouco aquela clássica Saffiano grandona de lado (eu tenho e mal uso justamente por ser muito grande). Com isso, existem dúzias de versões e todas igualmente lindas! Entre minhas favoritas, a rosa e preto, claro, mas também adoro a com aplicações astrológicas, com estrelas e luas. Pra quem gosta do Universo Prada e de uma bolsa de tamanho médio (a Cahier vem em diversos tamanhos), acho que é um modelo de bolsa que certamente já entrou pro hall das incônicas e não mais aquela modinha que você pode se arrepender com a chegada da próxima temporada, sabe?! Aqui no Brasil, além das lojas físicas da Prada, agora a marca é vendida na Farfetch, ou seja, o dedo pode coçar online! Por lá, os preços começam à partir de R$9.100 (oouch!) e tem vários modelos. Já na gringa elas estão na faixa de U$2.500, ou seja.. Vocês já tinham visto essa Cahier pelos streetstyles da vida? Gostam do modelo?!

    Leia Mais

  • Creme de Limpeza Dercos Sensi Care da Vichy

    Lembra quando a gente era adolescente e via no banheiro um shampoo 2 em 1 e achava o máximo, uau que moderno! Bom, essa sensação de inovação durava até o primeiro banho, já que o tal produto não era lá muito benéfico ou transformador. Pois bem, outro dia recebi um presskit da Vichy com uma novidade que logo fiquei curiosa, porém, receosa… Se você já leu esse post aqui, sabe que o Dercos Sem Sulfato é um dos meus shampoos favoritos da vida, com isso fiquei curiosa com a novidade da marca, o Sensi Care. Lembro que assim que recebi, logo levei pro banho e foi só ler a embalagem e percebi que se tratava de algo diferente, basicamente um shampoo 3 em 1, daí hesitei um pouco e deixei de lado. Mas aí foi chegando fim de ano e novas pautas que resolvi deixar o trauma do 2 em 1 de lado e experimentar essa novidade, mas do que se trata o Sensi Care? É um creme de limpeza, ele 1 – Lava, 2 – Condiciona, 3 – Acalma, tudo em 1 única aplicação, você não precisa de mais nada nesse banho (bom, vai precisar de sabonete pro corpo rs). De acordo com a Vichy, “Inovação para cabelos sensibilizados e quimicamente danificados:  0% de sulfatos, 0% corantes e 0% parabenos. Agressões diárias como escovação, secador e químicas podem sensibilizar o couro cabeludo e a fibra capilar. O Sensi Care tem dupla eficácia, é hidratante e calmante, ele substitui o shampoo e o condicionador,  limpando sem ressecar, condicionando e hidratando os fios em um único gesto. Sua  combinação única de ativos, acalma o couro cabeludo sensibilizado, reduzindo a coceira e o desconforto desde a 1ª aplicação e por 48h”.  Poderoso, hein?! E o resultado disso: cabelos mais resistentes, macios e hidratados; Brilho e cor preservados por mais tempo; Couro cabeludo protegido e reforçado. Já fiz post aqui falando de como esquecemos e deixamos de comprar produtos para o couro cabelo e ele é um ponto fundamental pra saúde dos nossos fios! O que eu achei do produto? De início fiquei receosa, já que meu cabelo é muito fino, de não conseguir desembaraça-lo, mas logo me enganei. O produto tem a textura de um creme normal, mas visualmente ele tem aquele aspecto de shampoo com uma camada um pouco brilhosa, sabe? A embalagem é de pump e com 7 pumpzadas consegui aplicar no couro cabeludo e pontas, a ideia é se jogar e não pensar que tá passando creme na raiz, esquece esse mito, pelo menos por hoje. O produto diz que não faz espuma, mas achei até que ele faz um pouco, bem na medida. Sugere-se deixar no cabelo durante 3 minutos e da primeira vez que eu passei eu fiquei massageando meu couro, fazendo carinho em mim mesma rs, dizem que isso ativa a circulação local e faz até o cabelo crescer. Da primeira vez que usei deixei secar naturalmente e posso transmitir uma sensação: puro! O cabelo fica com cara de virgem, de cabelo que nunca viu nenhuma química, tipo quando a gente era adolescente. Outra sensação boa é que parece que o cabelo degruda da raiz, sabe?! Fica mais maleável e, de fato, limpo! Como eu gosto de experimentar algumas vezes pra depois resenhar, a prova cabal foi lavar em casa e secar no salão. Achei que minha cabeleireira (ela é sincerona) ia reclamar ou notar alguma diferença, mas nada, de quebra a escova ainda ficou bem solta e com um volume mais natural. Resumindo, em duas ocasiões diferentes, resultados positivos. O produto não tem cheiro de nada (gostaria até que tivesse um cheirinho) e na embalagem recomenda-se usar 3 vezes por semana, mas eu confesso que tenho passado 1 vez por semana e pra mim está bom. Pra quem gosta de produtos inovadores, cuidar do couro cabeludo e, de quebra, praticidade, é uma excelente sugestão. E se você sofre com couro cabeludo ou simplesmente cabelos mais sensibilizados e sofridos, achei um ótimo produto pra fugir dos tratamentos triviais. Ele tem à venda nas farmácias e online achei aqui na Época por R$84 e por ser um potão de 400ml, achei o preço razoável! E vocês, conheciam o Sensi Care?!

    Leia Mais

  • Apartamento feminino e compacto em São Francisco

    Pequenos espaços, grandes decorações, assim podemos dizer desse apê de 50m2 localizado em São Francisco. Um espaço compacto, mas com decoração poderosa, não só pelos móveis, mas por cada objeto. Dá pra ver que tem o dedo da dona e não só um espaço bonito pra revista ver, olha só!    

    Leia Mais

  • Como o Mindfulness tem mudado minha perspectiva sobre a vida

    “Nós só temos um momento pra viver, e é o agora, mas tendemos a nos apegar mais ao passado ou projetar o futuro. É raro notarmos o que está acontecendo no presente” Sempre quando viajo, costumo falar em voz alta e de repente, “estou no lugar tal”, “estou fazendo coisa tal”. Seja num ponto turístico ou restaurante que sonhava conhecer, eu falo pra quem está do meu lado (que muitas vezes não entende rs) que eu estou naquela hora e naquele lugar fazendo algo que sempre quis fazer, é como se eu tivesse registrando aquilo na minha mente. Eu não sabia, mas isso é Mindfulness puro (em português, Atenção Plena)! Conheci essa técnica no início do ano passado e posso dizer que minha vida simplesmente mudou. E foco aí na palavra simples. Coisas simples mudaram, mas que fizeram toda a diferença, entende? Explico. Meu primeiro contato com o Mindfulness foi na fila do mercado, onde ficam aquelas revistinhas. Era uma publicação de saúde e tinha uma foto de um mulher estressada na capa e a chamada era algo como “descubra a nova técnica de meditação que está na moda e transformará sua vida”, daí eu comprei, claro. Logo depois, comecei a ver uma ou outra pessoa falando sobre a tal técnica e pronto, entrei nesse universo até então desconhecido e talvez desacreditado pra uma pessoa cética feito eu. Mas afinal, do que se trata o Mindfulness? Apesar de ter uma referência budista, não é nada religioso, é uma técnica científica de meditação, é um estilo de vida que te faz simplesmente prestar a atenção no momento presente, te faz recuperar os sentidos. É um treino mental que te tira do piloto automático da vida e te mantém atenta, porém relaxada. Te faz receber as coisas que estão acontecendo com você (sejam as boas ou ruins), realizar, aceitar, encarar ou simplesmente aproveitar. O benefício é a conscientização da vida agora, encarand0-a de frente, mas com serenidade, a idéia é você valorizar cada bom momento da vida, mas também estar pronto pra lidar com as dificuldades de forma mais preparada e ponderada. Você fica mais resiliente, tudo isso a uma respiração de distância. Como isso acontece? Treinando seu cérebro basicamente através da respiração, do reconhecimento do seu corpo, sensações e pensamentos. É uma percepção daquilo que você está sentindo e até mesmo ouvindo, se conectando com momentos cotidianos que formam o tal momento presente. Isso ocorre seja você deitado ouvindo sua respiração, caminhando e observando cada paisagem ou até administrando pensamentos nocivos. Muitas vezes, a Atenção Plena é também buscar se concentrar no nada, mas o mais importante: ter a plena noção e domínio da sua mente. Parece uma viagem ou uma loucura, mas é simples e MUITO eficiente. Por que eu precisei do Mindfulness? Nada grave, mas eu tenho umas questões e até bagagens de vida, sou ligeiramente ansiosa e estressada, e quem não é um pouco disso nos dias de hoje? E o que mais me incomoda, a hipocondria. Eu sempre acho que posso estar com a próxima doença x e ter o piripaque y, com isso, muitas vezes esse misto de medo e ansiedade me consumia a um ponto que me incapacitava de realizar até mesmo simples tarefas. Junto a isso, o advento da idade deixava tais medos mais próximos, mais reais e me aproximava de pensamentos que talvez eu desejasse ter apenas aos 80 anos (se Deus quiser eu vou chegar lá rsrs). Eu sempre fui muito tranquila, desapegada, mas sabia que esses pensamentos não eram mais apenas exceções e estavam me tirando do eixo de forma recorrente, logo, sem necessidade de ~intervenção maior, o Mindfulness tem me ajudado a me encontrar e buscar até mesmo um propósito. É simples, mas não é de uma hora pra outra. O primeiro passo pra imersão ao Mindfulness, foi comprar o livro Atenção Plena, acredito que ele seja o mais famoso e é muito direto ao ponto. Ele faz uma boa introdução à técnica e depois completa com 8 exercícios de meditação pra ler/fazer 1 por semana, que vão da mais simples e com técnicas de respiração e BodyScan, até mesmo aquelas de “emergência” para quando você se vê estressado. O livro ainda tem exercícios bem legais como “liberadores de hábitos” e outras técnicas rápidas que deixam tudo mais interessante. Ele ainda vem com cd pra você ter a meditação guiada (mas eu ouvi todas online aqui). O legal dessa técnica é que eles também desmitificam um pouco da meditação clássica (os mais ortodoxos dizem que Mindfulness é americanizada demais), você não precisa botar uma roupa zen, esticar um tapete, fazer pose, com o Mindfulness você pode se conectar no meio do trabalho, deitada antes de dormir, enfim, simplifica-se. O que se sugere, e acredito que isso sirva pra tudo na vida, é criar um hábito, sejam 5, 10 ou 20 minutos, que você busque um tempo conectado com você.  A meditação é uma prática simples que ganha poder com a repetição, ela não resolve nada a curto prazo, mas fornece a perspectiva de que é possível melhorar. Outra coisa legal que aprendi mais ainda com a técnica, é que ela é mais que uma respiração, ela te dá mais compaixão. Ela ajuda você a observar seus pensamentos sem julgamento, ela basicamente respeita tudo que passa pela sua cabeça, te acolhe e te ajuda a tomar um rumo antes que qualquer pensamento negativo desencadeie sobre você. Agora mais do que isso,  ela te incentiva a ser uma pessoa melhor para com os outros, ter mais empatia e compreensão. Segundo eles, a parte do cérebro que é ativada como sentimos de empatia genuína é a mesma que é acionada pela meditação da atenção plena: a ínsula. O legal é que em tempos de vida agitada e pessoas cada vez mais multiconectadas, o mindfulness tem surgido forte como uma forma de terapia barata, simples e eficiente. Nos Eua, existem aulas para crianças entenderem desde cedo e desde sempre foi recomendado pelo Ministério da Saúde como forma eficaz e cientificamente comprovada no combate às doenças ~modernas, que vão de ansiedade a síndrome do intestino irritável. Esse post está ficando enorme e merecia uns 5 capítulos, mas vale lembrar que aqui eu obviamente não ensino ninguém a meditar, apenas compartilho minha experiência e incentivo fortemente que se deem a chance de fazer o mesmo. Se trocamos dicas de moda e beleza, acredito que esse universo de bem estar tem ganhado mais espaço e mais importância no nosso universo, pois no final das contas está tudo meio ligado! Se vocês curtem o tema, posso voltar com mais pautas pra gente trocar ideias (posso falar de mais livros sobre o tema) e se você tem vivenciado esse momento presente, conte sua história, quem sabe assim não incentiva mais e mais gente! “Mindfulness significa conscientizar-se plenamente da vida que você já tem, em vez de focar na vida que você gostaria de ter.”  

    Leia Mais

  • Essa é tendência mais bizarra de 2018

    Estamos no décimo quinto dia do ano de 2018, o Big Brother mal deu as caras, o carnaval nem chegou, mas acredito que eu possa afirmar com alguma convicção e experiência bloguística fashion: essa vai ser a tendência mais bizarra, assustadora, esquisita, sei lá, cafona do ano, mas com todo o respeito hein. Insira a palavra que você quiser para essas fortes imagens que veremos a seguir, o DAD (ou grandpa) SNEAKERS! É isso mesmo que vocês estão vendo com seus próprios olhos que a terra há de comer, existe uma forte (diria fortíssima, diria A) tendência gringa desses sapatos do papai ou vovô rolando por aí. Lembra da moda do tênis branco (acho que virou clássico, hein), aí depois vieram os tênis esportivos sendo usados casualmente, depois tênis vintage e sem falar, é claro, do tênis preto. Nos últimos 3 ou 4 anos vivemos um bom momento para o conforto calçadístico. Eis que os magos da moda, aquele comitê que decide qual será a próxima tendência da vez – rsrsrs – pensou, afinal, o que é que tá faltando? Fez-se os dad sneakers! Aquela lancha colorida, mas um pouco encardida, com o solado bem bruto e meio assimétrico, sério, seu pai já usou, seu avô acha confortábilíssimo, fez-se tendência. Culpa de quem? BALENCIAGA. A marca há algumas temporadas é comandada por Demna Gvasalia, criador da super cool, mas esquisita, Vetementes (já falamos aqui), e o estilista ousado criou para a temporada Primavera/18, o  Triple-S. Agora veja no que deu: Foi só o inverno chegar que as gringas já botaram a lancha pra jogo. Kendall Jenner, Hailey Baldwin, Bella Hadid e grande elenco já estão colocando o modelo em prática. Seja com calça ou sainha jeans, não importa, o que vale é que algo muito esquisito está acontecendo e eu, no meu papel de blogueira, estou aqui pra deixar vocês atentas. E se você acha que é uma moda exclusiva da Balenciaga, que nada, Adidas também tem o seu, kortesia de Yeezy e desfilado por sua esposa, Kimberly. O Desert Rat 500 é mais um modelo desenhado por Kanye West e desejo absoluto entre os sneekers lovers, seja homem ou mulher. Ambos os modelos não saem por menos de U$850, estão soldout e com lista de espera. Agora se você acha que é uma moda passageira e que só vai afetar os ~fashion victims, que nada, até a#atenta Zara apostou as fichas na tendência e já criou sua versão inspired, em breve nos pés mais ousados. Eu só te pergunto uma coisa, honestamente, tem coragem?

    Leia Mais

  • 13 vestidos na tendência KiraKira

    O ano é 2018 e não tem revista ou celebridade que vai indicar moda x ou y, mas sim um aplicativo: pode entrar KiraKira+! O aplicativo sensação de 2017 (fizemos uma lista com apps incríveis aqui) encheu os olhos de quem ama um bom brilho e, bom, quem não tem, tratava de ter com as luzinhas providenciais que o app cria com louvor. Uma publicação compartilhada por Kim Kardashian Snapchats 🍑 (@kimkardashiansnap) em 15 de Ago, 2017 às 7:31 PDT Lembro que a primeira vez que vi foi através desse vídeo da Kim de macacão Gucci e pensei “uau, essa roupa brilha muito rsrs!” e mais uma vez fui feita de trouxa pela família. Mas o fato é real, se o app é tendência, ele chegou em boa hora e junto com a onda glam eighties, você imaginaria ele na era normcore? ERROR404 não, nem eu! SHOP >>> 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 |13 Então se você quiser botar seu KiraKira pra jogo, fiz uma seleção de 13 vestidos que vão dar um boost no seu momento brilha muito. Sim, estamos falando de profusões de paetês, brilhos em geral, metalizados, tecidos reflexivos e qualquer coisinha que fuja do minimalismo (nada contra, inclusive adoro). E parece que o verão nos permite ousar, logo, brilhar mais e seja com um curtinho à la slipdress ou longuete mais elegante, estamos vivendo uma boa era pras ousadas! Gostaram dos looks?!

    Leia Mais

  • 11 Looks da Kate Middleton Por Aí

    Esse ano o Por Aí começa fortíssimo e poderosíssimo, depois da rainha Beyoncé, tá na hora de compartilhar os looks recentes da nossa princesa do novo milênio, Kate Middleton. De adorável plebéia a duquesa acessível, desconheço alguém que não goste da Lady Kate! Kate não é lá muito ousada, mas soube dosar o frescor de uma garota no meio da realeza, com os ~códigos de conduta necessários. Aliás, deve ser bem difícil viver nesse meio e não se anular, mas ela parece que vem conseguindo com louvor, seus looks são fofos, discretos e parece que ela segura bem, tipo, não é obrigada a usar nada! E depois de ter casado com um McQueen e ter todas as marcas aos seus pés, Kate é acessível e é sempre vista com marcas fast fashion e looks todos trabalhados na tendencinha vigente. Esse look verão brtiânico é uma graça e o corte deu uma bela rejuvenescida! Achei elegante e sofisticado Saindo com o boy (haha amo chamar o futuro rei de “boy”) e o baby na barriga e um look mais amplo meio sixties. Elegantérrima pra acenar pros súditos. Uma coisa meio ladylike e o sapato sempre discretinho! Esse trench coat é só amor, super elegante e pronto pro frio londrino. Para um compromisso real está sempre discreta, mas se fazendo presente, se é que me entende. À paisana! Sempre com sua meia-calça indefectível E no look do último Natal, trench coat Miu Miu e sempre impecável. Os looks da Kate podem até não serem nosso estilo ou adaptáveis à nossa vida real, mas são adoráveis de se ver. Kate me traz paz!

    Leia Mais

  • Os looks do Critics Choice 2018

    A temporada de premiações segue fortíssima e ontem foi dia de Critics Choice Awards. Não teve live aqui, mas fiz uma semi cobertura no Instagram do Fashionismo (segue lá!), semi porque eu não gosto de floodar a timeline com muito post, me dá aflição rs e também aqui gosto de escrever mais. Dito tudo isso, vamos aos muitos looks das famosas?! Dessa vez o dresscode não foi preto, na realidade o branco foi favorito de muitas, vem comigo que eu me empolguei! Gal Gadot, que mulher maravilha! Ela provavelmente foi minha favorita da noite com esse Prada minimal, mas Kira Kira. Repare que é um vestido com shape simples, mas cheio de mínimos detalhes, como o drapeado ali começando na cintura e se desfazendo discretamente. Aliás, parabéns Prada, depois da Diane no GG, outro look que já tá no hall dos melhores da temporada. Ralph & Russo também é outra marca que ouviremos falar muito na temporada. E nessa noite veio com Angelina Jolie belíssima e repetindo a tendência das plumas (o Versace do GG também tinha, lembra?!). O look é pacote completo, a maquiagem tá linda, talvez só trocaria o sapato, mas não tenho do que reclamar. Como o peso da Angelina é sempre pauta alheia, não cabe a mim analisar, simples assim, até mesmo porque eu não sei pelo que ela passou ou está passando. Minha deusa, minha feiticeira, Diane Kruger apostou num Vera Wang super modernete e desconstruído. Na realidade parece que tem 3 vestidos aí, um em cima do outro rsrs, de repente ela foi tirando pra cada momento e after party. Kate Bosworth, outra diva da ousadia, foi com um vestido bonito, essa renda tem um quê de noiva e a alegoria ali na região central é pra quem pode. Sarah Hyland foi a verdadeira fadinha de Naeem Khan, eu só tenho positividades pra falar desse conjunto do obra. Samira Wiley foi impecável de Christian Siriano. Amei o decote ombro a ombro, os babados cascata e esse quê flamenco. Jessica Chastain nasceu pra usar esse verde esmeralda, aliás, casamento perfeito pra qualquer ruiva. O vestido é bem etéreo, um Vionnet clássico e discreto. No final as contas eu gostei desse Oscar de la Renta da Jessica Biel, mas tenho algumas observações. Achei a saia um pouco murcha de tule e essas aplicações meio improviso, sabe, mas tudo com todo respeito rsrs. Já que é Critics Choice, a gente dá uma outra criticadinha. Margot Robbie é um colosso e esse é um Chanel, BUT, essas bordinhas drapeadas do tecido parecem crepom de forro de bandeja de festa de criança pra botar docinho. E poderia estar 3cm mais comprido. Basicamente isso, mas muito bonita de rosto. Falou comprimento ingrato, chegou Emilia Clarke, lembram desse post?! Mas em defesa da Dany, esse look Dolce & Gabbana não está ~afetando a sua silhueta, achei que ficou bonito, deixou um shape interessante e, apesar de querer vê-la com algo menos sóbrio, está correto, vitória do Trono (percebe-se que eu não consigo inserir nenhuma referência decente de got, dscpl). Saoirse Ronan é um nome a se observar na temporada. No GG ela já levou sua estatueta de atriz e hoje eu gostei bastante desse vestido Michael Kors. Zero contraste, porém um shape bem bonito. Gostei especialmente desse drapeado na região abdominal pra disfarçar a curva da pancinha (que ela claramente não tem). Eu levaria pra costureira amiga. Olivia Munn foi a apresentadora e o vestido Prada está impecável, gosto desse modelo coluna e o detalhe na blusa deixou o conjunto mais interessante ainda. Mary J.Blidge fada do hip-hop e um Vivienne Westwood maravilhoso! Amei o material, o shape que modelou o corpo dela e parece que caiu como uma luva. Parabéns aos envolvidos! Saudades Kaley Cuoco! Adoro a atriz, mas confesso que ela não me atrai muito no red carpet, mas esse vestido J. Mendel me fez rever os conceitos. É a cara dela, bonito e interessante. Fechando com Allison Williams e que vestido Dolce &Gabbana poderoso! É uma coisa meio lúdica, é romântico, mas meio austero, enfim, parabéns! Agora vote no seu favorito!    

    Leia Mais

  • 5 espumantes brasileiros pra você experimentar (ainda nesse verão!)

    Verão chegou, há quem ame e há quem odeie os termômetros passando dos 40, mas o que não podemos negar é que a estação clama pelas bebidas e drinks geladinhos e refrescantes. E como o negócio aqui é vinho, fiz uma seleção com 4 espumantes brasileiros para abrandar o calor em diversas ocasiões, seja num descompromissado beberico na praia, seja num almoço ou jantar com os amigos. Momentos de descontração sempre ficam mais alegres com espumantes leves e cheios de vida, e nesse aspecto, os rótulos nacionais fazem bonito! Casa Perini Moscatel – Pra quem gosta de listas, ficará feliz em saber que esse espumante ficou em 5º lugar num concurso organizado pela Associação de Jornalistas e Escritores de Vinhos. O Brasil conseguiu emplacar 11 rótulos entre os 150 melhores do mundo, todos os 11 espumantes. Alguém ainda dúvida da qualidade das nossas borbulhas? Esse Moscatel de teor alcoólico incrivelmente baixo, mostra o porque dos brasileiros amarem tanto os moscatéis. Parece um suco de pêssego, além de super floral, levíssimo e com um docinho típico dos vinhos suaves que muita gente não abre mão. Perfeito para praia, piscina e ocasiões nas quais você quer beber degustar um pouco a mais, pode até colocar umas pedrinhas de gelo. O preço também ajuda, R$36. Terranova Moscatel  – Outro Moscatel pra quem ama aquele espumante adocicado sem ser enjoativo. Espumante da vinícola Miolo, feito no belo terroir do Vale do São Francisco. Com apenas 7,5% de álcool (por causa da interrupção da fermentação para manter a concentração de açúcar da uva), tem dulçor dos vinhos suaves, mas com um frescor cativante. Aromas de nectarina e mel e um sabor leve e refrescante. Super indicado para harmonizar com sorvetes e sobremesas, mas nesse verão ele cai como uma luva com uma salada de frutas. E o preço? R$31 Garibaldi Chardonnay Brut – Outro espumante nacional premiado, o Garibaldi é o melhor companheiro para um fim de tarde na piscina ou para aquele japa esperto com os amigos depois da praia. Fresco e frutado, com sabor de maracujá e maçã verde e um leve tostadinho, além de uma boa acidez que deixa a boca pedindo outro gole. Pelo preço, não dá pra ter ideia da qualidade do espumante, R$29, pra comprar a caixa e ter sempre em casa para receber os amigos. Lidio Carraro Dádivas Brut – Produzido por uma das mais conceituadas vinícolas brasileiras, esse delicioso espumante elaborado pelo método Charmat, é vibrante e cheio de frescor, tem a cara de celebração. Seu perfil aromático, cítrico, seu perlage finíssimo e cremosidade fazem desse espumante a melhor opção para eventos, almoços e canapés. R$49,90. Pizzato Brut 2016 – Já falei do Pizzato Rosé em outro post, então não poderia deixar de indicar esse brut branco. Produzido pelo método champenoise, esse premiadíssimo espumante é complexo e saboroso, do tipo que vai bem num jantar harmonizado com frutos do mar. Aromas abundantes de flores, frutas amarelas, frutas secas, damasco e fermento lembrando pão fresco. Cremoso e com perlage explosivo, atestado de qualidade da produção nacional. R$89,90. Belíssimo presente! Então, espero que tenham gostado das indicações. São belos espumantes brasileiros com diferentes propostas para ocasiões distintas, mas todos com aquela pegada alegre de verão. Lembrando que o Brasil está em plena ascensão no universo dos vinhos. Do Rio Grande do Sul, passando pela Serra Catarinense, Paraná, Minas Gerais, São Paulo e Vale do São Francisco, a cada dia novas regiões são descobertas e vinhos maravilhosos são feitos. Se tiver alguma dúvida, é só deixar um comentário. Feliz 2018!

    Leia Mais

  • Manifesto pelos poros mais à mostra em 2018

    Eu amo reboco, adoro uma pele eventualmente carregada e, especialmente, acho incrível o poder que uma maquiagem  dá de nos transformar, disfarçar imperfeições (espinhas, olheiras) e tudo de acordo com nosso humor e vontade própria. Agora veja bem, às vezes é bom lembrar que podemos nos libertar de tudo isso, sem necessariamente levantar bandeira de “dia-sem-make” ou “sou-linda-de-cara-lavada”. É bom lembrar que é possível se encher de sombra, exagerar no rímel e extravasar no batom e ainda assim não ser refém de se rebocar toda, sabe? Especialmente no verão. Eu tô falando de pele! É que estamos muito condicionadas a nos inspirar nas maquiagens gringas (especialmente em tempos de tuto de 1 minuto no Insta) e lá o reboco corre solto. Repito, amo rebocar minha cara quando saio principalmente à noite, mas preciso relembrar à mim mesma que é possível sair com uns porinhos à mostra sim e ainda se sentir plenamente maquiada E BEM. Os poros viraram vilões. Aceite seus poros. Essa pequena reflexão veio depois que comecei a seguir a maquiadora, Katie Janes Hughes. Vocês precisa seguir a Katie! A inglesa maquia famosas (Rosie Huntington e Kerry Washington) e campanhas, não é fenômeno na internet, não tem milhões de views, mas me deixou uma lição importante. Ela brinca com a maquiagem, ousa, inventa, mas a pele dela é mais natural, sabe? Ela adora criar pontos focais de make nos olhos e sabe qual é o procedimento na pele? Muita preparação, creminhos, primers e fim, o acabamento dela fica o glow dos próprios produtos e nada de necessariamente criar o tal do brilho através de iluminadores, o glow vem dela. Lógico que ela usa os melhores produtos e procedimentos estéticos, mas você sente que a pele dela é natural e tem um viço surreal. Ele meio que inspirar a deixar o mate de lado e mostra que uma pele reflexiva é muito linda também. Teoricamente assim não dá pra explicar bem, mas Katie vale muito o follow justamente por nos mostrar um outro caminho, e que a gente cada vez mais encontre um meio termo entre o reboco excessivo e a cara limpa demais. Pra completar, ela ainda faz tutoriais ao vivo, no Stories, enfim, ela compartilha mais na prática e de forma absurdamente real. Porque às vezes a gente vê aquele tutorial lindo de 1 minuto, mas que levou 20h e 200 makes, mas pareceu tão fácil, já com a Katie é mais vida real e desconstruído, vale muito seguir pra entender o que eu estou falando. E ela ainda tem um plus de não ter 20 anos e a pele naturalmente perfeita, ela se transforma, surpreende e nós aqui do lado de cá achamos possível, simples assim. FLUFFY LASH COMING RIGHT UP – @lancome Crayon Khol in black coffee and black ebony with @maccosmetics Upward lash Uma publicação compartilhada por katie Jane Hughes (@katiejanehugheswastaken) em 1 de Nov, 2017 às 12:01 PDT Por exemplo, depois de uma vida refém do gatinho, agora só tô fazendo o olho assim, obrigada Katie! E vocês, tem outra mulher que te inspire a quebrar alguns padrões de make, seja dessa forma por uma make mais real ou seja qual for a sua realidade?

    Leia Mais

  • Girl Crush: Iza

    Em 2018 pretendo voltar com algumas hashtags antigas e essa é especial, #girlcrush! Um post pra falar de novos talentos, revelações, mulheres incríveis, neo famosas ou simplesmente anônimas que merecem mais e mais espaço. Quer coisa melhor do que ceder espaço pra quem merece?! Pois bem, recomeçamos com uma revelação maravilhosa, poderosa e, sério, 2018 vai ser o ano da Iza! Ok, a cantora teve um 2017 maravilhoso, desabrochou com muita música e looks que chamaram a atenção, daí sem dúvida 2018 vai ser o ano dela, eu acredito! A cantora tem star quality, sabe? E dá pra ver que está muito bem assessorada e estruturada pra ser a nova diva do pop, porque hino ela já tem, Pesadão pra mim é a música do ano! E se você não segue a Iza nas redes sociais, não sabe o que tá perdendo! Por lá a gente conhece um pouco mais do mulherão da voz poderosa e cabelo surreal. Aliás, suas últimas fotos moda praia estão incríveis, é cada clique que só faz comprovar a tesa que 2018 é o ano de Iza. Mas e os looks?! Ela está muito bem assessorada. Se outras cantoras pops nacionais não tiveram a sorte de começar assim e não engrenaram junto com algum fashionismo envolvido, com Iza é diferente. Você pode até nunca ter ouvido pesadão, mas depois de ver esses looks performáticos, você só parafraseia Jojo Toddynho, que tiro foi esse viado?! E Iza segura qualquer look, não parece um cabide ou alguma cópia de cantora gringa, mas uma pessoa tem mérito: Bianca Jahara. A stylist (sabia que gostava de você desde o BBB e não era à tóa) tem trabalhado com primor, construindo uma imagem poderosa pra cantora e sabendo usar do trunfo da moda pra chamar a atenção pro mais importante, a música! E dos looks do palco, passando pros das apresentações e presenças vips, Iza adora uma calça! E não é uma calça qualquer, ela é oversized, estruturada, diferenciada. Não dá pra notar o lado fashionista apurado e inspirador? E os looks um pouco mais casuais seguem com estilo e muita personalidade como pouco se viu para uma cantora da nova geração. Também pudera, Iza tem 26 anos, é publicitária de formação, canta há anos (desde os tempos da igreja até os covers no yt) e sem dúvida o tal do star quality já era visto de longe! E vocês, curtem a cantora? Eu escuto Pesadão no repeat, Iza e Falcão melhor feat!

    Leia Mais

  • Moda praia 2018: 25 maiôs e hot pants!

    Pode entrar verão, espero que nos bronzeie devagar! Olha, confesso que não é minha estação favorita, mas gosto da sensação do verão (não a do calor), dos dias mais longos, o pôr-do-sol mais bonito. Gosto muito do clima de liberdade, de usar menos roupa, menos maquiagem, enfim, se a conta de luz não viesse tão alta, eu amaria 100% o verão. E como início de ano é tradição aqui no Fashionismo, volto com nosso apanhado moda praia 2018. Ano passado tivemos 2 posts logo no início do ano sobre o tema, “onde comprar biquini” e um que super repercutiu “a indústria de moda praia está querendo boicotar nosso bronzeado rs”. Agora venho com um guia, achados biquinísticos, mas nada do tradicional de sempre, mas sim dos novos clássicos, maiô e hot pants! Por muito tempo essas peças de moda praia eram estigmatizadas, mas agora eles tornaram item democrático e também inclusivo pra quem quer botar o corpitcho no sol, seja ele qual for! Ainda tem muitas marcas sim que parece que estão alienadas à uma grade mais ampla e democrática, mas existem muitas outras que tem feito modelos maiores, mais bonitos e prontos para usar! Qual é o seu estilo? SHOP >> 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 Maiô! Foi-se o tempo que era item pra você nadar ou pra uma festa no iate, o maiô popularizou, ainda bem! Com isso, hoje em dia tem inúmeros modelos, uns super divertidos e ainda aqueles que a gente pode estender pro pós praia! Gosto das versões com estampas alegres, mas também adorei essa versão cavada lateral, com o zíper frontal (achei meio Baywatch) e o com o flamingo, claro! SHOP >> 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 Mais um item que tem se tornado menos modinha e mais clássico, logo, vemos profusões de modelos! Acho hot pant super confortável e ainda coringa pra você mesclar com a parte de cima do biquini e do bronze vigente. Adorei essas duas versões de arco-íris e esse verde de estampa de folhagem! E se quiser um pós praia, ainda pode jogar uma saída de praia mais transparente e partir pro próximo compromisso! Acho que se a gente pegar a moda praia 5 anos atrás ela não era 1/10 criativa do que é hoje! Mais do que o assunto #bodypositive da vez, é tanta variedade linda de biquinis, maiôs e similares que não nos resta nada além de nos jogarmos na praia, piscina, laje ou o que for. Partiu?! E você tem alguma marca moda praia favorita? Compartilha com a gente!

    Leia Mais

  • Os looks da estréia da novela Deus Salve o Rei

    De Hollywood direto o Rio de Janeiro, mais precisamente Barra da Tijuca e o lançamento da nova novela das 7, Deus Salve o Rei. A novela começa hoje, mas a Globo inovou e ontem passou o 1o capítulo no cinema! Dizem que a novela será um Games of Thrones dos trópicos e o elenco é repleto de estrelas midiáticas. Como a gente fala tanto das gringas, vamos nos looks das brasileiras!? Bruna Marquezine soberana, só se fala nela! O look escolhido foi um vestido Givenchy, tá meu bem? Ok, vocês vão falar que encontram essa camisola na Renner ou esse vestidinho na Zara, mas achei que o look caiu bem nela. A atriz anda numa fase mega cool fashionista e acho que o conjunto ficou fresh e adequado. Menção honrosa pelo fato dela finalmente ter deixado de lado o cabelo molhadinho e todo nosso apoio pras pernas super bronzeadas de Noronha e o colo não. E o casting segue com Marina Ruy Barbosa sendo clássica. A atriz adora uma calça de couro e apostou numa blusa com transparências e listras. Lá no #MelhorGrupo (quer entrar? clica aqui!) comentaram que o look é meio déjà vu dela mesma e eu concordo. Mas nada impede de ter achado bonita, mesmo indo dresscodicamente pra um evento diferente da Bruna. Fernanda Nobre está de volta à Globo e a gente só lembra da melhor temporada de Malhação com a Bia peste. Depois de ter declarado minha idade nesse momento nostálgico, o look é, digamos, estranho. O tomara que caia metalizado, a ankle boot, sei lá, isso é meio 2007. E pela expressão nessa foto ela acha o mesmo rs, acontece. Pra finalizar, Marina Moschen num look 100% correto e altamente usável. Saia preta de couro + body metalizado e uma scarpandália, não tem como dar errado, às vezes é bom ser safe assim mesmo. Agora finalizando com um recado à Rede Globo rsrs. Amando as superproduções, mas, migos, caprichem no backdrop, luz e foto, a mídia local agradece, os leitores também Se na première do cinema vocês fossem, com qual look iriam?

    Leia Mais

  • 18 Looks das after parties do Golden Globe

    E depois do evento oficial, muitas outras festas rolam por Los Angeles para celebrar os premiados, estúdios, marcas, patrocinadores, enfim, cada um segue seu rumo e muitas delas mudam de roupa! E o dresscode seguiu basicamente preto, mas com twist. Fiz uma seleção de 18 looks que chamaram a minha atenção! Diane Kruger campeã de McQueen! A atriz ganhou sua estatueta por filme internacional e o look poderia ser esquisito em qualquer uma “essa blusa maltrapilha e cheia de pontas?!”, mas Didi faz milagre e é um belo look! Trio poderoso! Natalie Portman, America Ferrera e Eva Longoria são uma das idealizadoras do #TimesUp e do dresscode preto e sem dúvida elas tem muito o que comemorar, pois o manisfesto foi um feito. Nina Dobrev tão linda foi com um look meio colado do Ralph Lauren, parece que são duas peças que se juntaram. É um modelo interessante, mas fiquei em dúvida ali no trecho final. Duplinha instamodel também marcou presença e no dresscode. Hailey Baldwin gata boho couture e Kendall Jenner com um Vauthier lindíssimo! Nossa própria Jennifer Aniston, pra variar, não atravessou o tapete vermelho, mas tudo bem, a atriz segue linda e foi com um preto Schiaparelli que é a cara dela. Depois do GG ela rumou pra festa da Netflix. Trio do pop com Nikki Reed, Lea Michele e Kaley Cuoco, e 3 formas de usar vestido preto. Shay Mitchel ousou e apostou num macacão exagerado do Zuhair Murad. É interessante, mas um pouco caricato, especialmente com esse laçarotão. Kate Beckinsale escultural, que visão. Pretinho básico, mas com twist nas mangas. Você quer minimalismo? Deixe com Emily Ratajkowski ainda apoiando a enfraquecida causa nineties. Momento romantismo – mas com muita transparência sim – com Laverne Cox Miranda Kerr grávida e trazendo um pouco de Balmain pro tapete vermelho. Vanessa Hudgens é uma gracinha, mas esse cabelo só me lembra a Suri rsrs já o vestido, apesar de Chanel, parece aqueles minhocões que a gente passava no meio quando era criança, sacrilégio. Por fim, a noiva do ano, Paris Hilton, e seu momento hot no indefectível combo transparência e bordados. Qual foi seu look favorito da #afterparty? Me conta!

    Leia Mais

  • Os looks do Golden Globe 2018

    Foi bonito? Foi! Foi intenso? Também! Sem dúvidas que lembraremos dessa noite por muito tempo, pois ela foi mais que uma premiação ou um tapete vermelho, estamos presenciando a revolução e depois disso um pretinho básico jamais será o mesmo. Aqui você pode acompanhar toda a cobertura e os highlights do #TimesUp e abaixo você vota no vestido mais bonito. Qual foi seu favorito? Me conta!

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Nicole Kidman

    Nicole Kidman sendo Nicole Kidman. 2017 foi dela e a atriz merece todo o sucesso, sobre o look, a cara dela! Independente do dresscode, ela usaria tranquilamente esse preto bem lindo, não tem o que falar de errado, hoje estou aqui pra tecer elogios, quem concorda respira.

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Gal Gadot

    Gal Gadotzíssima! 2017 foi um bom ano pra nossa Mulher Maravilha e quero mais dela passando pela minha timeline. O look acredito que tenha ido pro fator discreto da coisa, às vezes a mulher simplesmente não quer nenhum look espetacular, quer apenas ir confortável e se divertir, você merece Gal. É um look correto!

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Reese Witherspoon

    A Reese Witherspoon é uma das atrizes responsáveis pelo Time’s Up e ver essa quantidade de mulheres todas em coro vestindo preto e gritando todas as mudanças que precisam ser feitas é emocionante, imagino como ela está se sentido! E o look é padrão Reese de qualidade, discreto, mas escultural, uma lindeza, te amo Reese! Eu amei, vai ser difícil fazer o TOP12 do GG. + A REESE E O TIME’S UP ++

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Diane Kruger

    Se vocês acompanham o Fashionismo há meia dúzia de posts, sabem que idolatro a atriz Diane Kruger! Pra mim ela é sempre soberana no tapete vermelho, ousada, inovadora, se arrisca, sabe ser discreta na hora certa, é sempre uma boa surpresa. E o look de hoje é meio assim, é diferente, bonito, fora do comum e ela segura tudo com tanto louvor que não tenho como deixar de endeusar.

    Leia Mais

  • Mais looks do Golden Globe 2018!

    Se organizar direitinho todo mundo se manifesta, usa preto, arranja uns looks lindos e assim foi o tapete vermelho do Golden Globe! Os looks em algum momento ficaram em segundo plano e a mensagem foi claríssima, juntas somos mais fortes e imbatíveis. Presenciamos história. E algumas das atrizes ainda foram acompanhada de ativistas e mulheres retratadas em seus respectivos filmes. Se perdeu algum lance da live, clica aqui pra ver cada análise de looks!  Emma Stone foi acompanhada de Billie Jean King, tenista americana que ela interpreta no filme “Battle of the Sexes”. O look é um Louis Vuitton todo rendado, discreto e muito bonito. Já Meryl Streep foi com Ai-jen Poo, ativista e líder do movimento americano que luta pelo direito dos trabalhadores domésticos, especialmente os mais velhos e minorias. Ambas elegantes e repassando a mensagem. Michelle Williams foi bem acompanhada da idealizadora do movimento #MeToo, Tarana Burke. Com certeza você já esbarrou com essa hashtag na qual mulheres revelam já terem sofrido algum tipo de assédio. #Metoo. E mais uma dupla inspiradora, a super grávida, America Ferrera e Natalie Portman. Ambas tem sido bem ativas no #timesup e Natalie até entrou no Instagram pra fortalecer o movimento! Lindas de brilho e veludo. Tracis Elis Ross maravilhosa e mostrando a que veio! Penelope Cruz sem dúvidas encontrou um preto bem com a sua cara! Ousado, exótico e adoravelmente exagerado. Mariah Carey foi outra que encontrou sua versão perfeita de pretinho nada básico, drapeado e sereístico! Naomi Campbel plena e serena, que vestido elegante! Margot Robbie apostou num Gucci bonito, mas rediagramaria esses bordados, mas bonito! Kerry Washington sempre com o toque fashionista, adorei o vestido, mas trocaria o sapato. Entendo e admiro a ousadia, mas acho que um outro modelo favoreceria o conjunto da obra. Kate Hudson maravilhosa, uma coisa meio sereia noturna agarrada na rede. E esse colarzão estratégico no decote? Já Jessica Chastain foi implacavelmente escultural. Parece uma obra de arte, uma visão, benzadeus. Issa Rae transformou um tecido estranho num belo conjunto. Gostei do volume, do movimento e esse colarzão também preenchendo o decote? Aaaamo vestidalça e Alison Brie me impactou positivamente com esse modelo! Adoro esse mix de ousado com diferente, é incomum e muito certeiro, obrigada! Finalizando a última leva, queria criticar, mas não consigo! Esse look da Sarah Jessica Parker teria tudo pra dar errado, talvez tenha até dado, mas eu não consigo criticar, acho que a atriz já entrou no hall da licença poética. Loho logo voltamos com o TOP12 da noite!

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Allison Williams

    Vamos começar nosso live de #GoldenGlobes?! E como a temporada promete muitos manifestos, protestos e acontecimentos que entrarão pra história, conforme postei aqui na RDS, pensei numa forma de participar à nossa maneira do #TimesUp, porque aqui a gente até fala dos looks e sonhos, mas também é importante ressaltar o movimento e acontecimentos sobre um tema muito importante. Portanto, em cada post da live vamos finalizar ou com uma mensagem oficial deles ou com algum link de matéria relevante sobre o assunto, afinal, a ideia é essa, fazer barulho e que ao menos nos informemos mais sobre esse movimento que muda a vida delas lá em Hollywood, mas nossa vida real também é atingida. Começando com a atriz Allison Williams toda trabalhada na elegância aka Armani Privé. E anotem, apesar do manifesto, será uma noite de muito brilho, aliás, a temporada toda promete deixar um pouco o minimalismo de lado e apostar na era glam eighties, bom, pelo menos é o que eu torço, palpites?

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Katherine Langford

    Sem dúvidas que 13 Reasons Why foi um dos seriados do ano e a nova Katherine Langford surpreendeu! Se o seriado foi um mix de críticas e emoções, a atriz se destacou e agora tem uma indicação pra chamar de sua. Sobre o look, preto básico, só que não, achei interessa as aplicações na região da cintura pra definir a silhueta, ainda que discretamente. O penteado tá super bonito e com vários broches na lateral, mas esse e outros detalhes a gente só vai ver no final da cobertura no apanhado de beauté! ++ CARTA ABERTA DO MOVIMENTO TIME’S UP NOW NO NEW YORK TIMES ++

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Dakota Johnson

    Vocês sabem que o post de previsões de looks é super clássico aqui no Fashionismo, já acertei alguns palpites na mosca (lembra daquele Givenchy da Zoe Saldana?!) e outros relacionados, mas como esse ano estava a indecisão por conta do dresscode preto, deixei o post pro Oscar, só que como eu me empolgo com o assunto, fiz um apanhado rápido no Stories e não é que acertei na mosca?! Pode entrar Dakota Johnson! Ok ok, os looks na cor já eram meio caminho andado e nesse caso a Dakota é garota propaganda da Gucci, daí foi fácil! Mas não imaginava que de costas o vestido era tão lindo, chique, mas com twist, curti! Parabéns às envolvidas!

    Leia Mais

  • Golden Globe 2018: Claire Foy

    Olha, eu AINDA não assisto The Crown, mas sei que Claire Foy tá arrasando e o look terninho simples e discreto também é uma opção certeira pra colaborar com o movimento, simples assim. Pra completar, o que um bom batomzão vermelho não faz?!

    Leia Mais

  • 11 Looks da Beyoncé Por Aí

    Se encerramos 2017 com o Por Aí da diva Rihanna, partiu começar 2018 em grande estilo compartilhando os looks da outra diva, Beyoncé! Vocês sabem, todo sábado é dia de postar os looks de streetstyle das famosas. Queen B é bastante reservada, não temos muitas fotos de paparazzis, mas pra que já que ela faz e compartilha o look completo no Instagram? Com isso, todos os looks do post são só fotos postadas por ela mesma no Insta e as mais recentes possíveis! Muita gente fala que Bey anda sumida e tal, mas é preciso realizar, ela faz um bom registro fotográfico no Insta e mais, arrisco dizer que ela tá numa excelente fase fashionística e só com look poderoso. Esse acima é o mais recente de todo e a Vogue pira com a brusinha rasgada. Olha quanto fashionismo envolvido, da t-shirt à bolsa Louis Vuitton, rainha bey é até atenta com as montagens e colagens do look, você quer feed harmônico? Mais um combo de shortinho que poderia até ser simples, mas estamos falando de Beyoncé e tem sandameia e bolsa personalizada. Isso que eu chamo de poder e um look justo e cheio de babados. Eu já disse batom azul? É ketchup que você quer, é vermelho e amarelo que Beyoncé vai te dar. Daí fica aqui o questionamento, essas produções todas funcionam só pra Bey ficar no sofá da sala ou ela consegue dar uns rolés disfarçada? Fica aqui meu questionamento. Pretinho nada básico e mais justo que Deus Esse é o look empresária vai à Wall Street mais próximo que teremos de Bey. Arrasa e assina uns contratos. Um wrap dress é um wrap dress Bey não é boba nem nada e usa looks estratégicos e que valorizam sua bela figura e se for enrolado de Ferrero Rocher, mais delícia ainda! Pra fechar, meu look dela favorito do ano, amei tanto que coloquei na lista de #lookdoano. Ele pode parecer simples, mas é interessante, é cativante e, claro, bey usou né! Aceitando nomes que vocês nunca viram aqui na #PorAí e gostariam que eu postasse

    Leia Mais

  • Ronda da Semana: Temporada de Tapete Vermelho

    Feliz ano novoooo… agora pode entrar award season! Vocês sabem que janeiro e fevereiro são os meses oficiais das premiações gringas e do GG ao Oscar, é uma temporada intensa aqui no Fashionismo, pois, se tem premiação, tem tapete vermelho! AGENDA AWARD SEASON Então como é de costume, vamos acompanhar tudo juntas? Nesse domingo teremos live do #GoldenGlobe, mas antes disso vamos colocar na agenda os eventos que teremos cobertura (aka todos)! Sei que é super tradição esse tipo de post aqui no Fashionismo, mas também sou sempre aberta à sugestões palpites, críticas, o que mais vocês gostariam de ver na temporada? Vocês acompanham mais por aqui, pelo Insta, Twitter, Face? Eu sou uma só, mas busco sempre me desdobrar entre todos as redes, mas com foco nas resenhas de looks em realtime aqui! ELAS VÃO DE PRETO(?) E por falar nos looks, vocês sabem que o último ano foi transformador em Hollywood, com a explosão de denúncias de assédio sofridos pelas mulheres na indústria. E depois de desmascarar do super figurão Harvey Winstein, passando por atores e produtores, as atrizes tem se unido e dizem que um dos manifestos que será feito no tapete do GG será que todas irão de preto! Se isso é real e acontecerá ninguém ainda sabe oficialmente, se isso será de um grupo x ou y, também não. Mas uma corrente já critica por achar a atitude “simplista” demais para um caso grave, tipo pintar a unha com um esmalte diferente pra pedir paz (quem lembra dessa?). Eu não consigo opinar sobre isso, mas sei que algo de grande irá acontecer ao vivo no primeiro red carpet da temporada. TIME’S UP E ainda falando desse universo, se elas vão de preto a gente ainda não sabe, mas juntas já vem fazendo a revolução. Atrizes, cantoras e mulheres da mídia se uniram e no dia 1° publicaram no NYT o lançamento do movimento Time’s Up. O projeto visa angariar fundos para mulheres da indústria que sofrem os mesmos abusos, mas que não tem grana para se reerguerem ou até mesmo pagarem advogados. Em 1 dia, a iniciativa angariou mais de 14 milhões de dólares, com atrizes como Meryl Streep, Reese Witherspoon, Jennifer Aniston doando U$500.000 cada. No site da GoFundMe você pode doar e acompanhar as doações de famosos. Então não se esqueçam do nosso live no domingo e a sua opinião é muito importante para nós :)    

    Leia Mais

  • Corretivo Diorskin Forever Undercover

    Vamos começar o ano com uma dica de corretivo, que mal conheci, mas já considero pacas?! Vocês sabem que eu adoro resenhar corretivos e com muito conhecimento de causa, afinal, tenho olheiras consideráveis e quanto mais o tempo passa, mais elas incomodam. A última resenha de corretivo foi o incensado Lock It da Kat Von D, muito bem falado, recomendado, salve salve. Eu comprei, usei, de fato ele é muito bom – com algumas ressalvas (expliquei no post), o que não contaram é que, permita-me ligar o caps: ELE NÃO DURA NADA! Sério, eu tô usando ele há uns 3 meses e ele está no fim! E, na boa, eu não usei só ele, intercalo com vários outros (por exemplo, tenho usado também os 4 da Benefit que postei aqui) e eu já tô lá raspando o tacho do danado. Enfim, ele não é um corretivo barato, mas ao menos o igualmente queridinho da Nars dura uns 6-8 meses fácil, logo, me decepcionei e não sei se compraria novamente (já a base estou gostando bastante, vamos ver se dura, pois aí volto com resenha). Bom, passado a minha re-resenha, volto com novidades! Recebi vários lançamentos da Dior e, entre alguns produtos de make e Skincare, logicamente o corretivo me chamou a atenção número 1, conheça o Diorskin Forever Undercover Concealer – Waterproof One-Coat Camouflage Everlasting Concealer. Nome pomposo e gigantesco que logo revela suas benesses, pois eu não me recordo de já ter ouvido falar de corretivo à prova d’água, logo, amei! E ele ainda é tipo “uma camada só” e “eterno”, ou seja, seria esse o  Deus dos corretivos? O que a sua descrição oficial diz? Crie uma cobertura completa de camuflagem com uma camada só. Com 25% mais pigmentos do que a base Diorskin Forever Fluid, este corretivo esconde e neutraliza imperfeições durante todo o dia. Sua fórmula líquida hidratante permanece confortável, não craquela e não vai marcar as linhas. Pois bem, eu amei, fiquei surpresa e bem impressionada. O danado é potente e sabe como eu posso resumí-lo? Uma mistura do Radiant da Nars (pelo fato de iluminar bem) e o Lock it da Kat (pelo fato de ter textura seca {só espero que não acabe logo}). Ele tem um acabamento matte, não só o produto em si, como a própria embalagem. Assim como a descrição diz, de fato você usa pouco e sente a cobertura na medida e, apesar de se dizer alta cobertura, passa-se só uma fina camada que já se nota um resultado muito satisfatório, por isso de fato ele não marca as linhas. Ainda senti que ele é muito pigmentado e fornece a sensação de iluminar bem e naturalmente a região (quase um quê de Touche Eclát). Resumindo, o danado é uma reunião de hits que amamos! Abaixo tem um vídeo fofo da Bella Hadid e versões multiuso. Se você está em busca de um corretivo novo e poderoso pra 2018, achei esse uma grata surpresa e muito eficiente. Ele vem em 10 cores (a minha é a 020, mas talvez poderia ser a 030) e tem Dior na Sephora e ainda a boutique no Village Mall.

    Leia Mais

  • Minhas 4 resoluções de ano novo!

    Ano novo, novas metas, mas, veja bem, nesse meu caso aqui é pra se inspirar! Não gosto muito destas listas pra gente cumprir, pois pode gerar uma ansiedade, pressão e, no final, decepção, mas nesses dias off de fim de ano, pensei em 4 resoluções relacionadas ao nosso universo que vou buscar ao máximo colocar em prática. Daí achei que vale compartilhar com vocês, afinal, estamos aqui pra isso, trocar boas ideias! BUY LOCAL O famoso “compre nas lojinhas de bairro”, prestigie mais as marcas locais. E não só aqueles novos talentos que estão bombando no Instagram, mas, especialmente, aquela lojinha da esquina. Entre, dê uma chance, vai ter uma brusinha legal, um look maneiro, vai ser barato e você ainda vai estar incentivando o comércio local e direto. No meu caso, loja de bairro significa shopping-shopping-shopping, mas casualmente entrei numa feira de moda (no Uptown) e encontrei várias roupas legais e de marcas pequenas que merecem nossa atenção. Dei a chance, deu certo e todo mundo sai feliz. Não sou hipócrita em dizer que dessa Zara não comprarei, mas cada vez mais buscarei outras opções sim. LEIA A ETIQUETA Se você vai comprar na loja de bairro ou no super shopping de luxo: leia a etiqueta. Ela vai te ajudar a entender o valor da peça, o material envolvido, comprar conscientemente e saber se aquele lindo vestido tem poliéster, algodão ou pura enganação. Até mesmo a forma de manutenção do look está bem explicado na tão rejeitada (pinica tanto) etiqueta, leia antes de cortar. A Gabriela fez um post legal explicando sobre. ELOGIE Sei que tá nessa moda de elogiar-o-próximo e isso é o máximo, mas aqui no Fashionismo já falamos desde 2011 (lembra desse post?) de o quanto nós, brasileiras, não temos o hábito de elogiar uma estranha na rua. “Moça, seu brinco é lindo, de onde é?”, “Oi, adorei sua brusinha, onde comprou?”. Enquanto essas abordagens entre mulheres são super comuns lá fora, aqui no Brasil, ironicamente (afinal somos super abertos e despachados), isso raramente acontece. Portanto, se cruzou com uma pessoa na rua, no ônibus ou elevador e gostou do look, elogie e de quebra ainda descubra a marca daquele batom maravilhoso. Atitudes assim incentivam mulheres a se elogiarem mais e o resultado é aquele up na autoestima quando a gente menos espera. É simples, fácil e imbatível. PRESTIGIE Prestigie, faça barulho, aplauda quem mereça e faz um trabalho legal. Parece simples, mas a gente esquece. Assim como o tópico acima de elogiar as manas na rua, prestigie o trabalho alheio e, nesse caso, digo muito relacionado à internet. Viu uma matéria legal? Comente. Um look maneiro? Curta. Dê valor a quem faz um trabalho autoral, autêntico, seja sua escritora favorita, a blogueira que você ama e, especialmente, novos talentos, tipo aquela menina que tá começando e você vê potencial. Pessoas de milhões de acessos já estão bem encaminhadas, mas que tal inventivar e ver nascer uma nova geração de mulheres poderosas e que ganham a vida na internet? No mais, prestigie quem mereça, curta e comente, isso é de graça pra você, mas muito valioso pra quem se propõe a trabalhar com isso. Beber mais água, praticar um esporte, criar hábitos saudáveis e afins, essas resoluções são triviais e clássicas, mas essas acima são minhas metas que quero botar em prática já! E você, tem algum foco pra 2018? Comenta aqui e quem sabe vira o nosso também!

    Leia Mais

  • O escritório da Karlie Kloss em Nova York

    Top model, confeiteira e empreendedora! Quem pensa que a karlie Kloss apenas arrasa nas passarelas e é umas das modelos mais requisitadas da geração, se engana. A top tem a confeitaria como hobby (ela faz uns cookies deliciosos), mas é na tecnologia que é seu trabalho a longo prazo, com sua empresa de tecnologia que incentiva mulheres a se tornarem capazes de desenvolverem seus própríos códigos, apps e programas de internet. E a Kode wit Klossy abriu um escritório em Nova York (projeto da Home Polish) e é tudo que podemos esperar de Karlie, olha que adorável!  

    Leia Mais

  • Tendência Verão 2018: Laise

    Pode entrar 2018! O ano mal começou e vamos ver o que nos reserva no quesito tendências? Depois da onda do tecido lastex, que postamos aqui mês passado, vem outra tendencinha forte hoje e que foi a cara da década ’00: laise! Na realidade esse tecido tem um quê vintage de vó, de roupas românticas de outrora, mas anos atrás veio muito forte e se fez presente em roupas e até bolsas (lembro que tinha uma bolsa jardineira de laise). E a laise nada mais é que um tecido de algodão com desenhos vazados como se fosse uma renda, originária da França, existem vários tipos de formatos e estilos, com certeza você já teve uma peça delaise (fala-se lése). Oi, Olivia Palermo! O tecido pode ser um eterno clássico pra você, mas é fato, ele tem sido bastante visto nessa coleção de verão, ou seja, virou uma moda geral! Pra mim, a laise remete a looks românticos, super femininos, mas é a cara do verão justamente por ser fresco (aka algodão!) e ventilado rsrs. Sua cor mais tradicional é o branco, se vier na versão rodada então, favorito da nossa princesa Kate Middleton. Mas o tecido também ganhou uma releitura mais atual com a super cool Self Portrait e seus modelos coloridos, com patchworks de laise, mas ainda assim super femininos. Shop > 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 Onde encontrar? Acima fiz uma seleção de 10 peças, do basiquinho fast fashion ao bom investimento. Vale usar o look simples, leve e a cara do verão ou também compor com acessórios mais “pesados” pra contrastar o romantismo com uma dose de fashionismo! E vocês, tem uma peça de laise no armário? Curtem o tecido?

    Leia Mais


TODOS OS BLOGS