O RESORT ENCANTADOR DA DIOR

É incrível como cada apresentação de Resort (alguns chamam de “Cruise”) é surpreendente e inesperada. E nada se compara às apresentações durante as fashion weeks tradicionais outono-inverno e primavera-verão. É um show de criatividade que ultrapassa fronteiras – e oceanos, literalmente. O terceiro grande evento foi da Dior em solo californiano. Uma atmosfera tão rica em cultura e nada óbvia. Afinal, quem imaginaria que Maria Grazia Chiuri escolheria a Reserva Natural Las Virgenes, em Calabasas, para ser cenário da sua coleção? Bom, para a primeira Cruise da estilista, era realmente importante deixar todos de boca aberta.

 

 

Entre tantos fashionistas preparados para ver uma série de hits – que vai desde as roupas à beleza assinada por Peter Philips -, os suspiros foram incessáveis. Digo isso porque fiquei apaixonada. Achei incrível o ponto de partida da criação das peças e de todo o conceito. Começou com as pinturas rupestres que foram encontradas nas cavernas de Lascaux, no sudoeste da França. Pense em uma série de flores pintadas à mão em saias e ponchos longos franjados no maior ar Navajo. Adorei os chapéus com desenhos e aplicações de pedras na borda da cúpula. 

 

LEIA MAIS:



ANTERIOR / PRÓXIMO