YES, WE CAN!

Nos últimos tempos, o movimento feminista, criado lá no início do século passado, tem ganhado cada vez mais voz – e gerado uma série de mudanças. Empoderar é a palavra que mais revela o sentimento de quebra de regras e costumes, evidenciando um ponto ainda mais forte: a igualdade. Seja no mercado de trabalho ou dentro de casa, a luta pelos mesmos direitos e oportunidades têm ainda mais intensidade, graças à união entre as mulheres, que em forma de manifestações na internet, nas ruas e nas passarelas também.

 

 

Eu, como empresária feminista, vejo essa relação entre o feminismo e a moda de uma forma muito próxima. Na edição de março da Vogue América, a toda-poderosa Anna Wintour celebrou uma lista de mulheres que vem transformando a sociedade, como a Primeira Ministra da Nova Zelândia, Jacinda Arden, a atriz e militante Lena Dunham, Alicia Vikander (a nova Tomb Raider). Ainda no início da sua carta, Anna falou sobre os casos de abuso vindo de profissionais ligados ao mercado editorial, um assunto que teve origem nas reivindicações feminista e está cada vez revelando nomes inesperados.

 

LEIA MAIS:



ANTERIOR / PRÓXIMO