TREND HITS: LONG SKIRT

Gerações passadas acompanharam diversos movimentos que sinalizavam o ápice do uso de vários comprimentos de saias. Se o início dos anos 1960 foi marcado pelas minissaias, graças a nomes como Mary Quant, a década de 1970 trouxe as long skirts como protagonistas. A juventude da época buscava novas formas de usar – e os estilos eram dos mais variados, entre hippies e jetsetters que traziam referências alongadas vindas do Marrocos com seus modelos estampados, terrosos ou feitos com camurça. Nas últimas temporadas, acompanhei uma volta forte das versões longas em composições urbanas e, outras, dignas de red carpet. No que diz respeito às produções do dia a dia, é incrível ver como há uma abertura maior para entrarem na nossa rotina de forma fresca e elegante. Durante meus dias em Miami, investi em algumas propostas mais leves e, entre elas, estava uma opção que combinava camisa lilás de linho com amarração na cintura + saia. Quem também apostou na peça, mas, desta vez, composta por camadas, foi Luiza Sobral. Repare como a estrutura de layers dá um movimento suave e elegante ao visual.

 

 

Por outro lado, nas passarelas, os tecidos estruturados também deram vida a versões modernas e refinadas na mesma medida. Para seu Fall 2019, Carolina Herrera apresentou um modelo pink com brilho acetinado em um contraste sofisticado com a blusa transparente. Já na Brandon Maxwell, a ideia de mostrar que o inverno pode ser uma ótima oportunidade para brincar com shapes amplos. A saia com maxifenda encontra o suéter oversized em um look com ar minimalista e chique. Helena Lunardelli também optou por um mix de tricô maximizado + long skirt para um outfit perfeito para um dia ensolarado no campo. Para a italiana Max Mara, o match monocromático do tricô + saia ganhou força graças ao aspecto acetinado do tecido e ao trabalho do plissado. Para Claudia Bartelle, a pleated skirt surgiu como elemento-chave e contracenou muito bem com a blusa rosa vibrante.

 

LEIA MAIS:



ANTERIOR / PRÓXIMO