SWEET TERESA

Quem acompanha o meu Stories no Instagram sabe que há um novo amor na minha vida desde maio. Ela ilumina os meus dias, mudou completamente o astral, é uma fofura e é super carinhosa. A Teresa é a fiel companheira lá em casa. Já me perguntaram nas redes sobre ela e achei importante dedicar um espacinho aqui. Na família, sempre tivemos cachorros, de grande e pequeno porte, entre Golden, Dálmata, Schnauzer, Yorkshire, vira-lata… A minha Schnauzer, que se chamava Ligia, morreu com 15 anos. Eu ponho sempre nomes de filhos que eu gostaria de ter tido. Escolhi esse para ela, porque sou devota de Santa Terezinha e adoraria ter uma filha chamada Teresa. A minha mãe, inclusive, considera a Teresa uma neta. Sempre pergunta sobre ela quando liga. Impossível não se apaixonar! O Fernando leva ela para a cama de manhã e brincamos. O Gabriel chama ela de irmã e a Maria, que trabalha comigo, é a madrinha.

 

 

Pesquisei sobre o comportamento de várias raças, entre Yorkshire e outros, mas achei essa tão interessante. Os cães da raça alemã Biewer terrier costumam ser brincalhões, agitadíssimos e amorosos. Sem falar que ela adora pessoas e ficar em volta delas. É sempre uma festa! Pula por todos os cantos, corre para lá e para cá. Ela não para quieta durante amanhã, mas é super quietinha à tarde e dorme cedo. Neste final de semana, um momento especial. Levamos a Teresa pela primeira vez para a praia – e amou a areia.

 

LEIA MAIS:



ANTERIOR / PRÓXIMO